180 Anos da Revolução Farroupilha
 
20 de Setembro de 1835. Na verdade noite do dia 19 na Azenha. Há 180 anos deflagrou-se a mais longa revolução do país, ainda no Brasil Império. O levante popularmente conhecido como “Guerra dos Farrapos” guarda não somente a história do Rio Grande do Sul, mas também a história do Brasil, coroando o desejo de um país independente frente ao exemplo real ocorrido anos antes, como também uma antecipação à própria proclamação da República, provando que o regime imperial estava realmente com os dias contados.

O MaCamp homenageia estes 180 anos que completam hoje, principalmente através da nossa Expedição realizada nos últimos meses de junho, julho e agosto de 2015, com o patrocínio da SANTO INÁCIO MOTORHOMES onde percorremos não somente trechos da rota Farroupilha, como também diversos circuitos turísticos do Sul do Brasil que incluiu inclusive o Uruguai, antiga província brasileira. Algumas de uma série de reportagens que durarão muitos meses já estão no ar. Confira!

Desconhecida no Brasil até mesmo por muitos sulistas, a Revolução Farroupilha carrega uma carga cultural, histórica, política e social extremamente presente no Rio Grande do Sul. Apesar de sua grandeza, é pouco divulgada pela literatura e cultura nacional. Seu circuito de cidades onde aconteceram a revolução fazem parte de um roteiro muito rico e de grande potencial para o turismo da região, onde coincidentemente também guarda o berço do campismo e caravanismo do Brasil, tanto culturalmente falando por parte de seus descendentes quanto na indústria de veículos de recreação que não só surgiu, como também está presente em sua maioria no Estado.

A Revolução Farroupilha aconteceu durante 10 anos, de 1835 a 1845. Devido aos altos impostos do Charque e da Terra taxados pelo império, o povo da então Província de São Pedro do Rio Grande pegou em armas para fundar uma república independente. Desde a batalha da Azenha, passando por batalhas importantes como a do Seival e do Barro Vermelho, importantes nomes de heróis são lembrados até hoje, como do General Bento Gonçalves, Onofre Pires e de Giuseppe Garibaldi. Cidades chegaram a ser capitais desta nação, como Piratini, Rio Grande e Alegrete. Pouco se sabe, mas diversos elementos se fizeram presentes e essenciais nesta revolução, como a maçonaria e deles restaram até hoje símbolos fortes da região. Das cores e símbolos da bandeira até seu hino, que é até hoje o hino oficial do Estado do Rio Grande do Sul. Da guerra que chegou a inspirar os Estados de Santa Catarina e do Paraná, saíram muitos dos conceitos e discussões de um Brasil futuro, como a independência, a república federalista, o escravismo, constituição e etc.

A Revolução Farroupilha ou “guerra dos Farrapos” é uma história fascinante de batalhas, culturas, religião e de identidade de um Brasil Sul-Riograndense.

Parabéns Rio Grande do Sul. Parabéns Brasil!!! 180 anos de heroísmo e história.

Marcos Pivari


 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”