Com a temporada de verão sempre temos esse grave problema acontecendo com frequência em Nova Petrópolis e região. E no final da tarde do último domingo o traiçoeiro Rio Caí vitimou mais uma pessoa. A vítima estava acampada com amigos na Linha Sebastopol um jovem de 18 anos, morreu afogado no final da tarde de domingo, em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o rapaz nadava no Rio Caí, na localidade de Linha Sebastopol, quando passou mal e desapareceu na água por volta das 18h15min.

O jovem e amigos estavam acampados no local. Os bombeiros voluntários de Nova Petrópolis e bombeiros de Caxias encontraram o corpo por volta das 21h. Guimarães era natural de Nova Petrópolis.

O repórter Rafael Xavier estará analisando os locais de maior perigo para os banhistas de Nova Petrópolis e região e também informará como evitar e se prevenir de afogamentos.

Apesar de todos os alertas para o alto risco de afogamento do Rio Caí, em um ponto no distrito de Vila Cristina entre Nova Petrópolis e Caxias do Sul, diversas famílias insistem em acreditar que o rio é inofensivo. Na tarde desta sexta-feira, sábado e domingo o movimento amenta bastante e muitas pessoas continuam entrando no Caí, incluindo crianças e até gestantes.

Esse ponto é um dos mais perigosos do traiçoeiro Rio Caí que todo ano infelizmente traz histórias tristes de pessoas que foram se divertir e o divertimento acabou em tragédia.

Quando falamos em afogamento todo pensamos logo em praias. Mas os afogamentos no Brasil ocorrem principalmente em águas naturais como rios, lagos e represas. São estes os locais de maior perigo.

Geralmente este tipo de afogamento acontece com adultos do sexo masculino que procuram locais isolados em rios, cachoeiras, as vezes para pescar outras para tomar cerveja com os amigos.

Fato é que pelo menos 15 brasileiros morrem nestes locais diariamente e, portanto precisamos conhecer as formas de acabar com este tipo de tragédia no Brasil.

A Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático – Sobrasa possui  algumas dicas de como curtir seu dia no rio ou lago sem torná-lo uma tragédia.

Se você tomar banho ou pescar em rio ou lagos, atenção para as dicas abaixo:

-Sempre avise o local que esta indo para um parente e a hora programada para retorno.

-Leve sempre um amigo, pois isto aumenta sua segurança.

-Antes de pescar ou tomar banho observe qual o local mais seguro

-Utilize sempre um colete salva-vidas. Isto pode fazer uma grande diferença de vida ou morte a você.

-Cuidado com o limo nas pedras ele pode fazer você escorregar e cair na água

-Cuidado com buracos e fundos de Lodo, você pode afundar rapidamente.

-Nunca mergulhe de cabeça, pois isto já provocou diversas mortes ou paralisia .

Aprenda como ajudar em situações de emergência.

Se tomadas todas estas dicas de prevenção e você ainda sim cair no Rio, não lute contra a correnteza, guarde suas forças para flutuar e acene por socorro imediatamente. Coloque os pés à frente e a barriga para cima e direcione o braço de forma a usá-lo como um leme, desta forma a própria correnteza o levará a margem.

Se você for socorrer alguém nesta situação, jogue uma corda com algum objeto de flutuação na ponta e mantenha firme após a vitima se agarrar na corda, e a correnteza levará a vitima mais adiante na sua própria margem.

A dica mais importante para todos vocês que gostam de lagos e rios é sempre usar um colete salva-vidas. Isto não é mico nenhum, lembre-se que todos os profissionais de resgate aquático do corpo de bombeiros usam um colete diariamente durante todo o serviço. Mico é não voltar para casa. Na próxima matéria o repórter Rafael Xavier também irá mostrar mais pontos de risco de afogamento em Nova Petrópolis e região. Tenham todos um bom final de semana e se forem se divertir nesses locais tenham muito respeito as águas dos rios, lagos e represas.Todo cuidado é pouco.

Rafael Cortes Xavier

 

COMPARTILHAR
Colunista: Rafael Cortes Xavier
Rafael Cortes Xavier é hoteleiro, músico, radialista e relações públicas. Pratica o campismo a mais de 25 anos. Nascido em Porto Alegre, pesquisa o campismo no Brasil , Europa e America Latina. Trabalha atualmente na recepção de Hotel ,diretor de Rádio e músico tocando em bares do sul do Brasil. Tem muita experiência em campings, pousadas e hotéis do Rio Grande do Sul, Uruguai e Santa Catarina. rafaelmacamp@gmail.com