Blog CampingMais Posta sobre Camping Carrion Itu-SP
 

A seguir uma nova postagem do blog CampingMais sobre sua visita ao camping Carrion em Itu-SP Camping Carrion – Nós fomos

Olá amigos campistas…

Gostaria de pedir desculpa pela demora nessa publicação, mas infelizmente quando voltamos do Camping Carrion muitas coisas que não eram esperadas aconteceram e infelizmente não sobrou tempo…

Pois bem, estivemos acampados no feriado prolongado de 1º de maio no Camping Carrion em Itu  – São Paulo – conforme anunciamos no post anterior.

Chegamos ao camping 18h de sexta-feira (27/04/2012) com um tempo muito bom, digo isso, pois no período da manhã em nossa cidade choveu de mais, contudo saímos rumo ao camping com chuva e fomos abençoados com sol quando já estávamos próximo ao camping.

Quando chegamos tinha sol… Já em Itu

Para nossa surpresa quando chegamos ao Camping Carrion tínhamos em mente que pelo menos um vizinho de barraca iríamos encontrar e na noite de sexta-feira para sábado ficamos com a principal área de camping deles inteirinha somente pra gente…

Desse modo vale destacar que tivemos “muito trabalho” em encontrar o local perfeito para montarmos nossa tralha de camping, pois com tanto espaço vazio fiz questão de olhar cantinho por cantinho… Enfim, terminamos de montar nossa tralha de camping já era tarde, quase 20h30 e decidimos que ao invés de procurar um supermercado para fazer compras e nós mesmos cozinharmos, comeríamos na pizzaria do Camping Carrion, que fica a dica, a pizza é uma delícia e o preço justo, uma vez que os preços praticados no camping são praticamente os mesmos que habitualmente vemos em nossa cidade.

Depois de fazer um pit stop para saborear uma deliciosa pizza a Laura já não estava aguentando mais o cansaço e decidimos por ir dormir cedo, que por sinal foi uma bela ideia.

No sábado o sol ficou meio tímido e foram raras as vezes que mostrou sua cara no Camping, contudo a sensação térmica era boa e deu até piscina, conhecemos o camping inteiro, que por sinal é gigante…

Ah… já ia me esquecendo… No sábado após o almoço enfim nossa “solidão” no camping acabou, pois uma família chegou e também armou sua barraca, e a partir de então uma imensa área de camping já contava com duas barracas…

Lembrando que no sábado a noite mais uma família montou sua barraca, a do Sr. Antônio que por sinal tivemos a oportunidade de um bate papo e são muito adoráveis.

No sábado a noite fizemos nosso tradicional churrasco para comemorar a gostosa acampada, que é de lei.

Depois do churrasco o céu estava tecnicamente limpo, contudo lá pelas 1h30 da madrugada fomos acordado com um “pé d’água” que a muito tempo não víamos… Chuva e vento estavam fazendo a festa e nós infelizmente tivemos que assistir a destruição total de nosso Gazebo… Todos falam que o Gazebo é muito frágil, não aguenta chuvas fortes e ventos fortes, e eu tenho que confessar que sempre achei que a forma a qual usava daria conta de passarmos por uma situação dessa tranquilamente e o que aconteceu?

Aconteceu o que todos os amigos campistas blogueiros dizem, nosso Gazebo teve todas as junções quebradas e lona que o reveste estourou inteira… E olhem que as cordas que amarrei não se soltaram e os espeques de 35 cm nem mesmo pensaram e acompanhar a destruição do nosso querido Gazebo que agora é passado. Agora fiquei convencido que tal equipamento é uma bela sombra  e ótimo para tirar o sono da gente, mas fatos como esses ocorrem e é bom ocorrerem, pois admito que fui teimoso em querer usá-lo por vários anos… Agora é repensar uma barraca que faça de vez o serviço de um quarto quentinho e de uma cozinha espaçosa…

No domingo cedo desmontei o Gazebo, ou melhor, separei meu Gazebo quebrado do que restou, minha barraca  apesar de humilde aguentou bem o restante da acampada.

O planejado éramos ficar até terça-feira dia 1º de maio, contudo domingo choveu praticamente o dia todo,  e segunda-feira na hora do almoço partimos de volta pra casa… Aproveitamos para passear na Decathlon em Campinas e tivemos a oportunidade de ver inúmeras barracas expostas a chuva, inclusive uma barraca igual a que o Ricardo do Camping & Família possui, que segundo informações estava tomando chuva desde sábado a noite, todas estavam internamente sequinhas… Quéchua né gente! Agora entendi de vez por o Ricardo diz que alguns consumidores de Quéchua não sabem o equipamento que tem, pois ficam esticando lona por cima… Nem precisa mesmo…

Conhecemos também o Renato que possui uma loja de produtos de camping dentro do Camping Carrion, e que segundo ele é a única dentro de um camping, bacana gente!!! Vale a pena fazer uma visita!

Tive a oportunidade de conversar com ele por algumas horas e gostaria aqui de deixar o meu abraço e agradecimento pela receptividade com a gente… Presenteou-nos com duas maravilhosas canecas do camping de lembrança… Ei Renato procurei você quando estava de partida e não o encontrei… Obrigado de coração hein!

Pessoa muito carismática e comunicativa, típica de um campista… Grande Abraço Renato…

Enfim terminamos nossa acampada antes do previsto, foi uma pena o tempo não ter colaborado, contudo uma acampada muito gostosa… Estávamos precisando…

Impressões Camping Carrion

Pois bem, vamos agora a uma análise do Camping Carrion:

No primeiro post havia dito que iria avaliar os campings atribuindo uma nota que iria de 1 a 6, sendo 1 a pior qualificação, e também vou falar sobre alguns itens que julgo importante para o campista que irá pela primeira vez. Caso não concordem com a nota, podem falar o Camping Mais é democrático!!!

– Data base para essa avaliação: Feriado de 1º de maio de 2012

– Preço que pagamos: R$ 72,00 por pessoa (Pacote)

– Preço da diária avulsa: R$ 30,00

– Carro fica ao lado da barraca. Ponto Positivo

– Eletricidade: pontos próximos com voltagem de 220 volts, – Extensão de 10 metros suficiente.

– Banheiro – muito limpo, bem amplo, espaçoso.

Ponto Negativo: Chuveiro não esquentava, infelizmente não tomamos um banho gostoso com aquela água quentinha… Acredito que em dias frios como os que vieram após a chuva ninguém conseguirá tomar banho. No feminino a luz da área de banho, segundo a Laura tinha hora que funcionava tinha hora que não… Pessoal do camping, vamos dar uma olhada nesses defeitinhos… Fora isso muito bom.

– Piscina – três piscinas – a principal muito bem cuidada… Já a que tem o toboágua está precisando de mais atenção, a água estava cheia de areia, e infelizmente temos que reportar… No topo do toboágua as parte de ferro estão todas enferrujadas e necessitando urgente de uma reforma… Partes metálicas já estão corroídas pela ferrugem, pessoal do camping, vamos arrumar, porque depois acontece um acidente grave o que no meu ver não está difícil de acontecer… Vamos convir está precisando urgente de reforma esse toboágua…

– Silêncio: com apenas três barracas estava um silêncio, uma paz…

– Tirolesa e Arvorismo: Também necessitando de reformas em meu ver… Eu não tenho coragem de andar… As madeiras estão podres… O local onde está montada toda a estrutura está descuidado… Se me perguntarem se é seguro, vou adiantar eu não achei… Muitas madeiras velhas e cabos de aço enferrujados… O único que parece não estar enferrujado é o da tirolesa, agora os outros todos estão enferrujados, e madeiras podres…

– Ah… Encontramos uma área que tem bastante coisa velha jogada a céu aberto… Em meu ver um prato cheio para o mosquito da Dengue… Isso não pode né gente!

Enfim, achamos um camping gotoso, porém infelizmente passa impressão de descuido nos bastidores… Tirando isso que falei que não é nenhum bicho de 07 cabeças para melhorar o camping vai ficar show… Eu e a Laura pensamos o seguinte: brinquedos radicais e toboáguas são diversões de alto risco que a segurança não depende do usuário e sim do próprio equipamento, deste modo em nosso ver a Tirolesa, o Arvorismo e o Toboágua estão necessitando de uma reforma urgente… Não dá pra subir em toboágua que a ferrugem já comeu o ferro e nem fazer Arvorismo em madeira podre e com cabo de aço enferrujado…

fonte: http://campingmais.blogspot.com.br/2012/05/camping-carrion-nos-fomos.html


 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."