Cachoeira do Rio Bracuí. Trip Indispensável no Roteiro da Serra da Bocaina.
 

Um lugar que vale a pena conhecer na região da Serra da Bocaina é a cachoeira do Rio Bracuí. Para quem estiver visitando as cidades de Bananal, São José do Barreiro ou Arapeí o passeio pode ser considerado de fácil acesso dentro das aventuras em trilhas.

Trata-se de uma queda d’água de centenas de metros debruçada sobre o penhasco da serra que vislumbra uma vista espetacular para Angra dos Reis.

Para ter acesso, suba a rodovia SP-247 a partir de Bananal, seguindo as placas turísticas da Serra da Bocaina. Serão ao todo 38km de estrada. 27 deles totalmente asfaltados incluindo a subida de mais de Mil metros de altitude nos 4km de serra. Os 11 restantes serão de estrada pré-asfaltada.

O acesso para a trilha do Bracuí fica dentro do terreno da Pousada Rio Mimoso, que até a data de nossa visita (em janeiro de 2015) ainda se encontrava fechada há vários anos. (Verifique no Restaurante Chez Bruna ou na Pousada Brejal se o acesso está livre ou onde se encontra a chave).

Ao chegar no final da estrada há uma bifurcação. Você deve pegar o caminho da esquerda que passa por um “mata-burro”. Logo a direita você verá um grande gramado. Ali deverá deixar seu veículo caso ele não seja alto ou 4×4. O acesso deste pátio até a porteira da pousada terá 1,5km de piso muito acidentado e carros de passeio até chegam, mas por conta e risco de cada motorista.

Passando a porteira da pousada, o carro deverá ser deixado ali mesmo de fronte aos chalés. Antes do primeiro chalé a esquerda já tem placas para as trilhas dos Rios Bracuí e Mimoso. A pé, percorrendo a estradinha a direita, terá acesso à trilha do mirante.


Exibir mapa ampliado

1A trilha do Bracuí é de fácil acesso com a maior parte em piso gramado, alguns trechos de lama e outros poucos pontos de dificuldade em subidas, descidas, pedras ou troncos caídos. O percurso dura de 40 minutos a uma hora só ida ou só volta. Chegando na primeira parte do Rio, há uma guia de arame que serve para alguns aventureiros atravessarem para o outro lado. Pode-se ignorar esta e seguir pela trilha por mais alguns metros até a cachoeira propriamente dita. A vista é fenomenal com direito aos penhascos da Serra, ao mar e às Ilhas de Angra. O rastro dos barcos na água ajudam a detectá-los na paisagem. Tire muitas fotos, mas não deixe de esquecê-la para contemplar uma visão fascinante que nenhuma câmera é capaz de registrar.

Coordenadas da cachoeira: -22.877920, -44.443147

Leve água e comida, pois não haverá qualquer tipo de apoio lá no local. Dispensável dizer aqui para que nenhum lixo seja deixado no caminho ou mesmo na pousada.

Quanto ao horário do passeio, aconselha-se fazê-lo sempre no período da manhã, já que a tarde armam chuvas frequentes na região, principalmente no verão quando são de intensidade forte. Como sugestão, não deixe de conhecer e, quem sabe, planejar seu almoço no Restaurante Chez Bruna. O local é agradabilíssimo e a comida é fantástica.

Aproveite o mesmo local (pousada) para fazer as trilhas do Rio Mimoso e do Mirante (com vista para a Pedra do Frade).

Para campings de apoio, existe o próprio Camping Chez Bruna, além de outros nos municípios de Bananal e São José do Barreiro.


 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."