Carro Carregado
 

s meus pais foram campistas nos anos de 1960/1970. Eu vendo fotos daquela época e sempre conversando com eles garanto: Aquilo sim é que era aventura !

Eu vim ao mundo num momento onde a atividade campista talvez estivesse num momento de estabilidade, nos anos de 1980. Após isso, só decaiu (Campings do CCB sucateados, muitos outros campings fechando, etc).
Nessa época, ainda criança, acampei com meus pais algumas poucas vezes. Confesso que lembro muito pouco, talvez 1 ou 2 acampadas; Uma delas num camping em Jaguariuna/SP (meus pais afirmam ser o Ringos Camping, eu obviamente não lembro o nome).

Passados alguns bons anos sem sequer pisar num camping, em 2006 decidi retomar o campismo em minha vida, agora com minha esposa (em 2006 ainda namoravamos).
Da lá para cá, hoje (2012) com 32 anos, casado e sem filhos, acampei digamos, algumas boas vezes (nem contei ainda, mas acho que mais de 10).

Não sou nenhum especialista nisso, mas claro que passei por muitas coisas legais, perrengues e histórias deliciosas. Todas as vezes em campings que denomino “Campings de lazer”. Acho “Camping selvagem” (aquele no meio do mato mesmo) algo muito arriscado para os dias atuais.

Vou tentar relembrar aqui algumas dessas acampadas e é claro, deixar registrado o que virá daqui para frente.

Danilo e Rose

http://www.carrocarregado.com.br/

Também possuem o canal “Camping Repórter” no youtube: https://www.youtube.com/channel/UCm-Z9B4Ocjy5IhCxNV_xykA

 

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."