Camping do Marumbi é Reaberto no Paraná
 

Um dos mais lindos pontos turísticos do Paraná fica bem pertinho de Curitiba e da BR-116. Aos campistas aventureiros vale muito conhecer o Marumbi com o apoio do Camping do Parque do Marumbi está novamente aberto. O roteiro acompanha a Serra da Graciosa e as cidades históricas Morretes, Antonina e Paranaguá.

Um dos espaços de camping mais naturalmente espetaculares do Estado do Paraná foi fechado para reforma durante muitos anos. Os aventureiros órfãos amargavam uma demora infindável até que no primeiro semestre de 2015 a obra foi entregue pelo governador do Estado. O problema que o camping ainda permaneceria fechado por falta de funcionários para cuidarem. Enfim, em novembro de 2015 o camping volta a funcionar com uma estrutura nova e muito suficiente.

Este conteúdo é graças à Expedição Farroupilha patrocinada pela Santo Inácio Motor Homes

No Parque pode-se visitar os prédios da estação revitalizada, um pedaço da linha férrea em funcionamento com suas belas pontes e ainda curtir diversas trilhas de todos os tamanhos e graus de dificuldade. O parque é a maior unidade de conservação do Estado aberta ao público, com uma área que abrange os municípios de Morretes, Quatro Barras e Piraquara. Pela proteção a Floresta Atlântica, a unidade foi considerada patrimônio da humanidade e reserva da biosfera pela Unesco.

O ACESSO:

Para ir a pé ou de carro, que não seja pelo trem partindo de Curitiba, Paranaguá ou Morretes, deve-se partir dos balneários da Ponte Velha em Porto de Cima, conhecido como “Caminhos de Itupava”. Segue-se por terra até o posto de fiscalização do IAP onde somente veículos 4×4 podem seguir até a Estação Engenheiro Lange. Do IAP de carro ou a pé, segue-se a esquerda na placa que indica a subestação de energia (a direita) até a primeira estação. De lá será somente a pé pela trilha calçada de mais ou menos 800m. Na estação você atravessa a linha de trem e pega a saída da caixa d’água. Você cruzará mais uma vez a linha e sairá após um trecho na própria estação do Marumbi. A área de camping está cruzando a linha a esquerda. O mapinha abaixo esquematiza os principais pontos.

O CAMPING:

O camping possui área cercada com dois edifícios de apoio: Uma bateria de banheiros e um galpão de apoio a refeições, com mesas e bancos fixos mais pias de lava-pratos. A área das barracas é plana e gramada com bancos, iluminação e diversos recantos. Há áreas de sombra e sol.

Ponto de partida do asfalto |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Após o posto do IAP somente veículos 4×4 continuam pela estrada estreita |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Estação Engenheiro Lange. Ponto final para carros. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
A trilha para o Marumbi está a esquerda desta caixa d’água. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
A estação está bem abandonada diferente do Marumbi. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Não será difícil de cruzarem trens de passageiros ou carga no caminho. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Trilha calçada de nível super fácil. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Enfim Estação Marumbi revitalizada. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Portão do Camping. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Restaurado, o Camping é cercado e protegido. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Gramado para barracas e abrigos e apoios com vista para o Pico. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Apoio para refeições. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Com torneiras e lava-pratos. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Camping do Marumbi. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Camping do Marumbi |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Bateria de banheiros. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Linda vista panorâmica |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Recantos entre os prédios da Estação. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
O Pico sempre de pano de fundo. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Trens passam a toda hora. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
Vivendo a linha férrea. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp
As pontes da Graciosa. |Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp

Agora queremos poder contar com a colaboração de todos os visitantes para que este parque não sofra com maus tratos. É dever de todos (administradores públicos e cidadãos) cuidarmos de nosso patrimônio natural e construído.



 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”

  • Afonso O. Lenzi

    mto bom o artigo!