Assim como o campismo, o mergulho é uma paixão de muitas pessoas que possuem ligação íntima com a natureza. Livre ou autônomo, o mergulho depende principalmente de encostas litorâneas ricas em vida aquática e boa visibilidade em águas e fundos claros. Mas não só de oceano vive a prática.

O Brasil é um país com 7.400km de litoral, onde contamos com 9.200km de contornos e reentrâncias. Além destes temos todas as ilhas e parques marinhos que possibilitam mergulhos espetaculares. Alguns deles são mais conhecidos e contam com programações, apoio e acompanhamento de empresas que podem facilitar todo o processo do passeio, como barcos, aluguel de equipamentos e informações consistentes sobre os melhores pontos de visibilidade. Mas não é só de mar que vive o mergulho. Nossos rios, principalmente pantaneiros e amazônicos guardam belezas fantásticas e inesquecíveis.

Nessa mistura de paixões, o MaCamp lista destinos de mergulho que podem ser servidos de CAMPINGS na mesma cidade ou vizinhas. São eles:

1- PARATY-RJ

Cidade muito conhecida pela diversidade de locais e encostas para mergulho. São muitas as empresas e barcos que perfazem a região tanto em águas calmas, quanto em mar aberto. A clareza do fundo e a transparência das águas deslumbram fantásticas imagens subaquáticas. Mesmo para quem não tem experiência poderá contar com diversos pontos seguros e rasos para a prática de mergulho livre (com snorkel). Campings: Em Paraty

Foto: Daniela P. Zaccarelli

2- ABROLHOS – BA

Parque nacional essencialmente marinho. Um dos mais famosos destinos de mergulho no Brasil. São ao todo 5 ilhas, sendo uma só desembarcável – Siriba. Para este passeio é preciso contratar as empresas credenciadas. O parque é controlado pelo ICMBio. Campings: Em Prado, Nova Viçosa e Caravelas.

Foto: Daniela P. Zaccarelli

3- ARRAIAL DO CABO – RJ

Destino imperdível em águas fantásticas com estrutura infinita para mergulho. Muitas são as empresas do ramo e embarcações. O destaque fica para os pontos de marés de ressurgência – Afloramento de águas profundas e muito geladas que trazem consigo materiais orgânicos inertes das profundezas que acabam trazendo imensa riqueza para a alimentação da fauna. Campings: Arraial do cabo, Cabo frio e Búzios.

Paraíso Turístico na Região dos Lagos no RJ. | Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp

4- GUARAPARI – ES

Possui a maior diversidade de peixes de recife do país, segundo a Sociedade Brasileira de Ictiologia. Ali também é possível mergulhar em naufrágios provocados, como o Vitory 8B, navio afundado com o propósito de se criar recifes artificiais que desenvolvem a vida marinha aumentando a área em que esta pode ser instalada. Campings: Guarapari.

Guarapari-ES | Foto: MaCamp

5- BONITO – MS

Paraísos subaquáticos de água doce. São rios, lagos e cavernas com cenários inimagináveis para muitos mortais. O Abismo Anhumas, por exemplo possui um lago com salões submersos e para chegar até lá você terá que descer de Rapel. Aventura? tem muita lá. Para os inexperientes, muitos são os passeios monitorados em águas rasas e tranquilas com peixes em cores que você nunca viu. Campings: Bonito

Foto de Marcio Cabral retirado do site: portalbonito.com.br

6- ILHA DO ARVOREDO – SC

Local para os mais experientes, fica no litoral de Santa Catarina. Naufrágios  e a grande diversidade de espécies são a principal característica que compensam a baixa visibilidade corriqueira. Campings: Florianópolis

Floripa reserva diversos destinos de mergulho. | Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp

7- MINAS GERAIS

O Estado que não tem mar possui destinos interessantíssimos para se mergulhar. O Lago de Furnas (conhecido como o Mar de Minas) reserva muitas espécies de peixes, formações rochosas, naufrágios e até mesmo cidades submersas pela criação do lago artificial. São 34 municípios que são banhados pelo lago. Existem empresas especializadas em acompanhá-lo nesta aventura subaquática. Campings: São José da Barra

Lago de Furnas | Foto: escarpasfoliaoficial.com.br

8- MINA DE CAMAQUÃ – RS

Uma mina desativada de ouro e cobre com águas claras que chegam a 110m de profundidade em sua grande área alagada pela água das chuvas. Esta é para os mergulhadores mais experientes. As cores mudam conforme a luz do sol variando de azul-turquesa ao verde esmeralda no mesmo dia. O lugar ainda reserva diversas outras atividades turísticas para quem acompanha e não mergulha.  Campings: Caçapava do Sul.

MINA DE CAMAQUÃ | fonte da foto: http://zh.clicrbs.com.br

Seguindo nosso clichê por aqui, sabemos que estes são apenas alguns destinos de mergulho com apoio em campings e a infinidade de outros lugares poderão sempre gerar versões complementares deste artigo. Boas aventuras…

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”

  • george

    maracajau – rio grande do norte , maragogi – alagoas

    • MaCamp

      Valeu George…… juntaremos para o próximo artigo complementar

  • Alex Wojtowicz

    Para a Ilha do Arvoredo dá para sair de Bombinhas, Sc. Existem várias empresas de mergulho que fazem este e outros passeios. Ali também existem diversos lugares legais pra mergulhar, caso a visibilidade no Arvoredo esteja baixa. E mais, tem um camping bem legal chamado Retiro dos Padres, que fica na beira de um costão muito lindo, onde também dá para praticar mergulho. Um abraço!