Publicada edição de Junho do Jornal do CCB “O Campista”. O periódico de número 521 traz estampado na capa o número “50”. Cinquenta anos da associação criada em 1966 pelo arquiteto Ricardo Menescal. O editorial do atual presidente diz:

Jornal "O Campista" do CCB
Jornal “O Campista” do CCB

“Chegamos aos 50 anos!! O Camping Clube do Brasil completa este mês o seu cinquentenário, o seu  Jubileu de Ouro, com todas as honras de estar entrando no rol seleto de poucas, muito poucas, instituições neste país que alcançaram este marco. Uma semente que Ricardo Menescal plantou em  um apertado e modesto auditório no centro do Rio de Janeiro, com a parceria de cem amigos otimistas e confiantes, e que germinou, brotou, cresceu, deu frutos saudáveis, que geraram outras sementes, outras árvores, bosques, natureza, campings, mais amigos, mais famílias, perseverança, disciplina, objetivos, resultados, futuro.  Surgindo em 1966 como a primeira iniciativa de campismo organizado neste país, quando nada ou pouco disso se falava, nosso Clube continua até hoje na sua missão pétrea de manter preservada e saudável essa atividade, com a destacada ajuda de seus associados amigos, seus diretores voluntários, seus representantes e conselheiros atentos, seus funcionários fiéis e abnegados, seu Estatuto Social, seus regulamentos e normas de comportamento coletivo e da disciplina. Além da sua missão doméstica nada fácil, o CCB sempre se preocupou com a expansão do campismo brasileiro, além das suas próprias áreas, estimulando as iniciativas particulares, disseminando critérios e conceitos, incorporando à sua rede campings públicos sob convênios, hoje inexistentes por decisões e ordens dos seus governos, inspirando, apoiando e divulgando uma indústria nacional de equipamentos, veículos e acessórios, hoje agonizando, estimulando o campismo continental, com suportes à criação da FESACC, sulamericana, e da ABRACAMPING, nacional, hoje virtuais, participando de conselhos, grupos de trabalho, comissões técnicas no âmbito federal, com uma certa frustração pelo tudo que se fez, que deu em nada ou quase nada, buscando, ao mesmo tempo, recuperar a cada vez as perdas financeiras e sociais sequestradas pelos sucessivos e mal-sucedidos planos econômicos. Mas nem tudo foram tristezas, e são exatamente as nossas conquistas que devem nos estimular na persistência pelo nosso rumo, Neste país, não somos uma família de somente sertanejos, mas permita-nos parafrasear – “somos, antes de tudo, fortes!” Temos a consciência de que estamos no caminho certo, da Justiça incondicional, da ordem, da ética, da decência, da perseverança. Somos todos otimistas e vamos prosseguir e perseguir unidos esta missão social, de amizade e solidariedade, na companhia saudável de nossos filhos e netos, com a convicção de que será deles a honra de festejar o nosso centenário. Se Deus quiser. E Ele há de querer! João Luiz Pimentel Neiva de Lima Presidente Nacional”

O Jornal também traz a Costelada de Caldas Novas e o tema das olimpíadas com o Recreio como base campista. Faz menção à exposição de motor homes de Novembro.

Eventos são anunciados, como a Festa da Taínha de Ubatuba e Arraiá de Mury. Outros campings são pauta do tabloide: Cabo Frio, Aracruz, Lagoa do Bonfim, Ouro Preto e Nova Friburgo.

Confira o jornal na íntegra logo abaixo:

baixe a edição em PDF

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."