Com fabricação descontinuada em 1995, os trailers Karmann Ghia já passam dos 20 anos de idade e quem possui um sabe que sua suspensão já praticamente não trabalha mais. O resultado na prática é sofrimento para o interior e a estrutura do trailer e também mais solavancos para o veículo rebocados. O Portal MaCamp fez o teste do conjunto de eixos da AL-KO/Famit em um modelo KC-330 e os resultados foram surpreendentemente positivos. Testes de laboratório foram realizados para a frenagem.

28Os trailers da Karmann Caravan sempre utilizaram as chamadas suspensões elastoméricas. Um tipo semelhante ao sistema de barras de torção que utilizam borrachas para amortecer o movimento de dois tubos quadrados. A maneira mais fácil de entender seu funcionamento é vide figura abaixo. Este tipo de suspensão sempre foi escolhida pelos trailers europeus pela grande durabilidade sem que necessite de manutenção. Também dispensa óleo, mangueiras ou qualquer fluido renovável.

Esquema de funcionamento da Suspensão Elastomérica
Esquema de funcionamento da Suspensão Elastomérica

O problema é que em trailers com faixas de idade entre 20 e 40 anos essas borrachas já estão duras e não permitem que a suspensão trabalhe. Principalmente nos casos dos trailers que permaneceram parados por muitos anos nos campings, como é o caso da grande maioria. Para encontrar a solução fomos atrás da maior fábrica de eixos de trailers da Europa. A AL-KO, que tem representação no Brasil, é quem equipa os novos trailers da Turiscar além de muitas outras fábricas e topou o desafio de ser testada na substituição do modelo KC-330 da Karmann Ghia. Além de atender à capacidade de amortecimento, as peças também deveriam ser o mais “plug and play” possível para evitar que adaptações ferissem a concepção do projeto original alemão. A Famit, empresa representante enviou prontamente seu kit dotado de eixos completos com cubos de roda e freios, sistema de munheca + freio da bequilha, varão e cabos.

Logo de início já ficamos satisfeitos em saber que a bequilha (lança do trailer) não precisaria ser modificada. As furações originais e o ângulo de abertura se encaixariam perfeitamente no sistema de freios inerciais. Outra grande vantagem é que a furação das rodas é idêntica, sendo de 5 furos da kombi e portanto não precisaríamos substituir os aros e pneus. O kit AL-KO também utiliza o mesmo sistema de varão para comandar os freios de roda e o mesmo sistemas de cabos da Karmann Ghia. O conjunto de eixos também possui grande semelhança com a fixação original, diferenciando apenas nas cotas (distâncias) dos parafusos. Inicialmente pensamos em produzir um adaptador para intermediar as furações do trailer (que possui 4 furos em cada lado) e do eixo (três furos).

Para a realização da mão de obra foi escolhida a mais recomendada oficina de engates e carretas do Estado de São Paulo – A Bode Car. Conhecida pela excelência dos engates reforçados, principalmente para as novas gerações de carros que possuem pouca rigidez estrutural, o Bode prontamente aceitou o desafio da substituição. Medidas realizadas junto aos técnicos da AL-KO, foram determinados os valores para a escolha dos eixos e freios no vasto catálogo da empresa. Primeiramente escolheu-se pelo peso real do trailer em viagens, ou seja, caixa de água cheia, botijão de gás e bagagens. Depois definiu-se a largura do eixo. A grande vantagem é que todo o sistema de balanças possuem medidas quase idênticas, tanto na distância da roda quanto da ancoragem dela com o chassi e mesmo no comprimento do braço. Deste modo, qualquer adaptação necessária fica por conta da distância entre os dois lados da ancoragem com o chassi e caso haja necessidade de ajuste, a Famit realiza o corte, encurtamento e soldagem no centro do eixo com toda a segurança e aval da empresa de eixos importados diretamente da Alemanha.

26

Outra grata surpresa foi a total compatibilidade do sistema de munheca e freio da bequilha que se encaixa perfeitamente na lança original do trailer Karmann Ghia. Diante do eixo escolhido pelo peso do trailer, foi definido igualmente o modelo e características do módulo do engate.

OBS: No trailer deste teste foi confeccionada uma nova lança, idêntica à original, devido à necessidade particular deste KC-330, não sendo preciso tal substituição caso a original esteja em boas condições. É aconselhada sempre uma análise sobre este item, já que as originais da KG eram feitas com material muito fino apresentando inúmeros casos de ruptura devido à fadiga, excesso de peso e uso em estradas acidentadas.

O processo de troca não gerou qualquer estresse ou problema. Assim que chegaram as peças diretamente da FAMIT por transportadora, os eixos e freios originais foram retirados e prontamente instalados os novos. A ideia de se fabricar um adaptador para o casamento do eixo com chassi foi abortada, já que a altura em relação ao solo ficou a mesma. Mas esta necessidade deverá ser analisada caso a caso. Até era de nosso desejo utilizar tal adaptador como uma espécie de “lift” que aumentaria a altura do trailer em relação ao chão, mas resolvemos experimentar com a medida original e, numa eventual necessidade, adaptar futuramente. Por fim foram instalados os cabos novos e o varão extremamente parecidos com os originais, só que mais modernos.

OS TESTES:

Contratado o Laboratório LAC, foram feitas duas seções de testes de frenagem com equipamentos de filmagem e GPS para a aferição tanto dos freios antigos (originais) quanto os novos. Os freios antigos já haviam sido regulados para sua máxima performance, mas mesmo assim não vinham agradando. Escolhido um percurso em asfalto novo, regular e plano, engatamos o KG-330 em nosso carro de reportagem e atual rebocador do trailer – Mitsubishi Pajero Sport dotada de freios ABS a disco nas 4 rodas. Foram três frenagens a 60km/h e mais três a 30km/h. No dia a pista estava seca.

Após a substituição dos sistemas, o dia do teste se apresentava com chuva o que significaria asfalto molhado e escorregadio, o que diminuiria muito a performance do freio novo. Porém o responsável técnico pela AL-KO do Brasil, confiante em seu produto, liberou mesmo assim o teste para o confronto. Foram realizadas as mesmas frenagens a 60 e 30km/h e os resultados vemos no quadro abaixo. Mesmo com a pista molhada os novos freios tiveram um resultado 21% superior aos originais.

RESULTADOS COM EIXO ORIGINAL KARMANN GHIA
0
RESULTADOS COM EIXO AL-KO / FAMIT1

ANÁLISE DOS RESULTADOS2

O USO

Apesar do glamour dos testes em laboratório, o que faz mesmo sentido para um campista de alma é o resultado em uso. Como seria a viagem propriamente dita com lombadas, buracos e estradas de terra, além de frenagens necessárias a qualquer velocidade? Como ficariam as coisas lá dentro do trailer depois daquele caminho de pedregulhos? Atendendo a dois compromissos de trabalho no Rio Grande do Sul, saímos de São Paulo com destinos que passavam dos 3.000km de distância durante 27 dias. Ali nos deslocaríamos para dois eventos que o MaCamp participaria intermediados por alguns passeios em destinos turísticos.

Logo no início da viagem pegamos as conhecidas ruas e avenidas de São Paulo. No transito chato de uma manhã de dia útil nos deu a leve impressão de que o trailer rodava mais suave. Já na rodovia comemoramos. “Agora temos freios no trailer!”. Desde que adquirimos nosso KC-330 em 2011 nunca tivemos ideia do que seria realmente sentir que o trailer freava. Agora ao pisar no pedal já podemos sentir a pressão muito menor sobre o carro, além de observar o trailer freando em descidas íngremes onde o sistema inercial é atuado sozinho. Sobre a suspensão também tivemos ótimas impressões na suavidade e maciez, mas para ilustrar este quesito, também filmamos a atuação das suspensões antigas e nova durante os testes realizados. Para a marcha ré nas manobras não é mais necessário utilizar travas para o freio. O sistema é todo automático conforme apresentado abaixo e sim, ele funciona.

O SISTEMA AL-KO:

Sistema de Eixos e Freios AL-KO
Sistema de Eixos e Freios AL-KO

Diferentemente do eixo original da Karmann Ghia que era em tubo quadrado, o sistema da AL-KO é sextavado buscando, na maciez de três borrachas, o amortecimento ideal para uma suspensão independente que dispensa manutenção e uso de amortecedor. Por possuir apenas três pontos, existe um curso maior para a suspensão trabalhar. Há um vasto catálogo para tipos e pesos específicos a serem aplicados no trailer. Todo o sistema é galvanizado a fogo, os cubos de roda são resistentes e já incluem os parafusos. O sistema de freio possui detector de ré que inibe sua ação quando anda para trás. Já a munheca possui pino que informa a correta posição de acoplamento, além de comando de freio de estacionamento com amortecedor de assistência na manopla e cabo de segurança que aciona o freio em caso de quebra do engate. Além dos itens deste review, ainda existe a possibilidade da instalação do módulo anti-pêndulo AL-KO.

39NO TRAILER TURISCAR ANTIGO: Também é totalmente possível substituir os eixos dos trailers Turiscar antigos pelos da AL-KO. Não será mais preciso fluido de freio e mangueiras onde todo o sistema antigo será trocado pelo eixo elastomérico mais moderno e livre de manutenção que equipa hoje os melhores trailers Europeus e Brasileiros.

Confira os detalhes no video institucional abaixo e entre em contato para orçar a troca de seus eixos.

FABRICANTE: AL-KO (Fabricante)   FAMIT  (Distribuidor Nacional)

SERVIÇO DE INSTALAÇÃO: BODECAR
R Guiomar Fleury de Camargo, 1815 – Tietê – SP
Cep:18.530-000  15-32821966 / 15-32825577

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”

  • vinicius

    Excelente!

    • Calegari

      Tenho um 330 tb. Teria como informar o modelo exato do eixo utilizado e do engate, pois solicitei orçamento na famit mas achei o eixo grande…1950mm entre cubos e 1500mm entre o centro das fixaçoes..é isso mesmo?

      • Doc Carneiro

        Bom dia, poderia me dar uma idéia do valor do orçamento? Tenho um 640 e pretendo fazer este serviço também..

  • Odair Teixeira

    Parabéns Macamp. Excelente matéria!!! NInguém faz isto no Brasil. Agora temos uma opção homologada para nossos trailers no Brasil . Produtos da AL-KO podem comprar sem medo! São líderes mundiais nesta aplicação. Os melhores trailers do mundo usam AL-KO.

  • Carlos Roberto e Gleidys

    Arrasou Marcos, Isso é uma testagem COMPLETA.