RE: Rebocando Trailer com Carro Automático

HOME Fóruns Caravanismo Trailers Rebocando Trailer com Carro Automático RE: Rebocando Trailer com Carro Automático

#49157
Odair Teixeira
Odair Teixeira
Participante

Marcos A texto vai ficar longo, mas vamos lá. Vou usar a Hilux como referencia, mas poderia ser qualquer outra. A velha discussão : O que é mais importante ? Torque ou potencia? A resposta é : Depende do que vc quer no final das contas? Velocidade final elevada em pista ou subir a serra com reboque pesado sem sofrer? Se a resposta for o segundo, vc precisa de mais torque do que potencia. Vc deve olhar no manual do proprietário ou na coluna da porta do lado do motorista qual é a capacidade de tração do seu veículo. Esta informação refere-se à quantidade de peso que pode puxar. Daí vc pode dimensionar o tamanho e o peso do veículo a ser rebocado. As pick ups e SUV´s medias com motores 3 litros a diesel tem em média 2 a 3 toneladas de capacidade maxima de tração. Daí vem a minha velha e imensa bronca com a Toyota do Brasil. A covardia da Toyota do Brasil é tanta que colocaram na Hilux vendida aqui o valor 1350kg de capacidade maxima de tração. O mesmíssimo veículo fora do Brasil é comercializado com 2500kg de capacidade maxima de tração. Ou seja, cobram muito mais e entregam muito menos. A Land Cruiser Prado (importada do Japão) da minha esposa tem motor diesel com potencia menor e torque menor do que a Hilux e tem capacidade maxima de tração maior. Mas parece que os fabricantes estão acordando para este mercado de quem usa a pick up para rebocar. A nova Ranger tem capacidade de carga máxima de tração (reboque) de 3.350 kg. O que eu achei mais interessante é o sistema que mantem a estabilidade da pick up e evita o pendulo do veículo rebocado, o chamad “sway control “, que é padrão nos USA. Saindo das pick ups médias, já que a diferença de potencia entre elas fica entre 170 e 200 CV e indo para as grandes pickups como a nova Ram 3500 com mais de 300 CV e 85 kg de torque (aí sim é potencia de verdade, e não aquela palhaçada dos poneis malditos) , podem rebocar até 7.000 kg, ou seja mais do que o dobro do peso dela própria, que é cerca de 3200 kg. Logicamente, mais cavalos, mais comida. O consumo beira os 5km/litro. Mas quem liga com um monstro destes? Então, resumindo a parada, a capacidade de reboque está relacionada com a disponibilidade de torque do motor do seu veículo Se você rebocar muitas vezes, você saberá que deve manter seu veículo em uma velocidade mais baixa do que o normal do que se estivesse sem reboque. Para uma transmissão de cinco ou seis velocidades, significa rebocar em quarta. Em um cambio automatico com quatro marchas, a terceira geralmente faz o serviço (no meu caso). Isto é porque não há torque disponível em altas velocidades e marchas baixas e nem baixas velocidades com marchas elevadas, que é por isso que é mais difícil de acelerar numa retomada ou passar um outro carro na estrada numa marcha mais alta, não importa o quanto de potência você dispõe. Deve-se adequar a marcha e o regime de rotação . Com relação ao cambio, independe qual é melhor. Questão de costume. Eu tenho carros automáticos há quase 10 anos e prefiro assim. Já tive Santana, Golf, Corolla etc… todos automáticos e nunca tive problemas. É só respeitar os limites do equipamento e fazer a manutenção preventiva. Com relação a sua pergunta sobre consumo, o motor a diesel tem eficiencia térmica de 40%, sendo 10% maior que o motor ciclo otto à gasolina que possui 30%, ou seja, dos 100% de energia termica gerados na camara de combustão, somente 30% viraram energia mecanica na roda. Então um motor com a mesma capacidade cúbica vai consumir menos combustivel por km rodado se for a diesel. Daí a razão de grandes motores de caminhoes, onibus, trem etc.. sempre usarem diesel. Em alguns países, o diesel é mais caro do que a gasolina, então é normal vermos pick ups gigantes com motores V8 de 6,7 e 8 litros. Como no Brasil o diesel tem alguns incentivos de ICMS e alguns outros incentivos, temos o diesel sempre de 15 a 25% mais barato do que a gasolina . Depende da região. Usando ainda a Hilux Diesel como referencia, ela faz 10km/l em média cidade/estrada, vazia sem carga. 10km/l = R$2,24 /10 = 0,22 centavos por km rodado. Rebocando trailer, faz 7 km/l. R$ 2,24/7 = 0,32 centavos por km rodado Uma Hilux Flex com motor 2.7 faz 6 km/ de etanol. A S10 e a Ranger Flex não são diferentes disto 6km/l = R$ 2,50/ 6 = 0,42 centavos por km rodado Rebocando trailer (adotando 30% de aumento no consumo) R$ 2,50/4,2 = 0,60 centavos por km rodado Uma pick up a diesel custa mais ou menos 30 mil reais a mais que a equivalente a gasolina. Dividindo 30mil por R$0,20 temos 150 mil km. Em tres anos que é o período de garantia do veículo, teria que rodar mais que 4.100km por mês para empatar o investimento. Porém o veículo a diesel deprecia menos que o veiculo a gasolina, tendo um preço de revenda bem maior. As pick ups e suv´s a gasolina perdem muito preço. Eu sei quanto, quando vendi uma Pajero Full a gasolina. Conclusão: Se for rodar pouco (menos de 100 mil em tres anos), é de parar para pensar. Eu como comprei o veiculo para ficar bastante tempo e ja rodei 140 mil em 3 anos, tá valendo a pena. Além do mais, acho raquítico um motor 2,7 para uma pick up. Teria que ser no mínimo 4.0 V6 para não passar vergonha. Mas isto é apenas questão de opinião, cada um tem a sua !!! Abraços Odair