RE: Ushuaia de Trailer-Relato

#49468
Capt.A330
Capt.A330
Participante

13/03: De manha, cedinho, perto das 07:10, saímos de El Veredon, que nos custou aprox. 18,5 US$ no total (20 Pesos por pax, 60, mais 35 pesos do Guanaco= 95 pesos), e tomamos o rumo para Bahia Blanca, onde vive meu único irmão, pelas Rutas 39, 6, 7, 5 e 33 até Bahia Blanca; a saída é um pouco complicada, em especial a saída da 7, autopista dupla que vai de Luján (famosa pela Virgen de Luján, equivalente a N. S. Aparecida no Brasil) até Baires, e a Ruta 6, está um pouco esburacada, embora estão arrumando. Se eu continuasse pela 6 até Cañuelas, seria mais perto, mas apos o cruzamento com a Ruta 7, a 6 está em péssimas condições (informações dadas pelos caminhoneiros com quem eu conversava sobre as estradas nos postos); a Ruta 5 é pedagiada (barato, são 3 peajes de aprox. 2 US$ cada um, em Olivera, 9 de Julio e Trenque Lauquen), e está de boa a muito boa, e em Trenque Lauquen, se vira à esquerda na 33 até Bahia Blanca, que mesmo sem pedágio, está boa. Entre Pehuajó e Trenque Lauquen, existem diversas lagoas pequenas perto da estrada, com uma enorme quantidade de belas aves aquáticas, e as mulheres queriam parar cada 3 kms. para ver patos, garças, cegonhas, cisnes, flamingos, etc.; realmente, muito bonita esta região, com trigais a perder de vista, e suculentas, perdão, lindas vaquinhas por todos lados:P Pegamos um pouco de chuva no caminho, mas muito leve, e viajamos com boa sombra das nuvens. Como a viagem era um pouco longa, não tirei muitas fotos no caminho, embora as pradarias mereciam. Após Pigué (se pronuncia pigu-é), se começa a ver a Sierra de la Ventana (Serra da Janela), e interessante ver elevações em estas “pampas” a perder de vista; ao se chegar perto de Tornquist, se pode admirar melhor as serras, muito bonitas. Bem, de tardinha chegamos no Aero Club de Bahía Blanca, e pelo fato de ser Piloto, tive livre estadia no patio do Aero Club, onde ficamos todo o dia sgte. para descansar e fazer compras, sem esquecer que no outro dia após o descanso, passaríamos 3 barreiras zoo-fito-sanitárias, na saída de Bahía Blanca, no Rio Colorado e no Arroyo Verde, na divisa de Rio Negro e Chubut, onde é proibido ingressar na Patagonia com frutas, verduras e carnes cruas, e até mesmo salames e similares; embora um pouco exagerado, no meu ver, o fato é que graças a isto, entre outros, eles erradicaram a mosca da fruta, febre aftosa, cigarrinha e outras doenças nas frutas e nos animais, então, a cumprir com as regras! Eles pedem com respeito para vistoriar o Trailer, assim como o carro, e então, no dia anterior, colocamos umas passarelas de pano para que quando entrassem com calçado (nós o tiramos antes de entrar no Guanaco!), não ficasse as pegadas dentro de “casa”. Estes “sites” esclarecem melhor as coisas: http://www.funbapa.org.ar/productos_restringidos.htm http://www.funbapa.org.ar/mapa-barrera/mapa-barrera.htm http://www.patagonia-argentina.com/e/content/funbapa.php Concluindo, em Puerto Madryn você pode comprar todo o que necessitar, lembrando que na hora de entrar no Chile, na Tierra del Fuego, novamente terá uma inspeção, e muito mais rigorosa que na Argentina! Bem, um bom banho, ceia e dormir. O percurso: http://goo.gl/maps/giuTj Foto1-Lugar onde virei para direita, entre O Trailer e os piletones Foto2-Senhores, façam suas ofertas! Ouvi 75.000 US$ para começar? (Coitado, já teve dias melhores; só não entendi para quê o salva-vidas…) Foto3-Bom, você fique quieto… Foto4-El Guanaquito, descansando longe de casa… Foto 5- Saindo cedo de El Veredon…