Equipamentos 110V ou 220V?

HOME Fóruns Campismo & Aventura Diversos Campismo Equipamentos 110V ou 220V?

Este tópico contém respostas, possui 5 vozes e foi atualizado pela última vez por  GustavoN 2 anos, 8 meses atrás.

Visualizando 7 posts - 1 até 7 (de 7 do total)
  • Autor
    Posts
  • #45864

    ARTIGO PUBLICADO NO PORTAL MaCamp que fala sobre a escolha da voltagem dos aparelhos. Serve tanto para acampamento em Barraca, quanto em RV: http://portal.macamp.com.br/portal-subcategoria.php?varId=187 ___________________________________________________ Uma questão a ser pensada no equipamento próprio de camping é a voltagem deles. O mais comum é o campista não ter dúvida em partir ou afirmar logo o 220V para dispensar o transformador. Será? Em algumas regiões é muito verdadeira a opinião que diz que todos os campings oferecem voltagem 220V e desta forma, não haveria razão para o uso de transformadores para utilizar os equipamentos. Porém o que nem todos sabem é que diversos campings pelo Brasil disponibilizam apenas tomadas 110V. Mesmo assim, a baixa tensão pode ser um problema. Isto pode acontecer tanto na totalidade de determinada cidade (por somente haver opção 110V na rede pública) ou então em caráter individual onde o camping opta por tal voltagem. A cidade de Paraty, por exemplo possui a maioria dos campings em 220V, porém dois deles em 110V. Já em Minas Gerais há cidades em que todos são 110V, como é o caso de Capitólio e Delfinópolis. Assim como estes, há inúmeros campings que apenas oferecem 110V em suas tomadas. O uso de transformador para seus equipamentos 110V em um camping 220V pode ser vantajoso em alguns casos. O primeiro é que geralmente os campings possuem redes elétricas frágeis e insuficientes, levando à voltagem ficar muito baixa ou oscilante quando muito frequentado. Quem nunca passou pela tradicional “hora do banho”, onde a voltagem fica tão fraca que mal acende a lâmpada, não dá partida no frigobar e as vezes até as lâmpadas econômicas não chegam a ligar. Outra vantagem é poder fazer uso de transformadores reguláveis ou até mesmo os estabilizadores automáticos. Desta forma, fica bem mais fácil transformar voltagens que podem variar de 160V a 250V em 110V para o devido uso: Transformadores Reguláveis: Tratam-se de equipamentos idênticos aos convencionais, só que de maior tamanho, onde diversos fios saem de seu enrolamento. Estes fios apresentam saídas de diferentes valores voltaicos e que são escolhidos em um seletor manual. Desta forma pode-se regular a voltagem de saída de acordo com a variação da entrada. Podemos dizer que se trata de um estabilizador manual. A grande vantagem deste tipo de equipamento é que funciona com todos os tipos de equipamentos, desde que respeitada a potência. A Desvantagem é que se a voltagem externa subir e não for regulado manualmente os equipamentos poderão queimar. Este efeito geralmente acontece nos campings durante a madrugada: Na “hora do banho” a voltagem que é de 220V cai para uns 180V. Você regula a saída para 110V. De madrugada quando todos os chuveiros estão desligados e as luzes apagadas a voltagem retorna aos 230V, aumentando a saída. Estabilizadores Automáticos: Tratam-se de aparelhos que fazem todo este trabalho de regulação de voltagem de forma automática. No caso mais completo, temos o chamado “estabilizador full range” onde a entrada pode ser de 85V até 260V e sempre terá uma saída por volta dos 115V. Este aparelho é mais caro, mas vale o conforto. A grande vantagem está em Não se preocupar com a voltagem do camping e sequer com sua condição atual. A desvantagem está na impossibilidade do uso de equipamentos que usam fortes motores (como ar condicionado, por exemplo) ou mesmo aparelhos que usam resistência forte, como aquecedores, torradeiras e fornos elétricos, já que este tipo de aparelho, nas versões mais popularizadas, tem limitações de potência (por volta de 1500VA a 2000VA). (referência de compra) No caso da opção da tralha em 220V e o uso de transformador de 110V para 220V nos campings que são minoria, o único entrave é a capacidade do conjunto em relação à rede. No caso, redes 110V sofrem muito mais variação e oscilação do que 220V, já que é o dobro da amperagem que se trabalha. Isto significa que a variação se tornará muito maior em 110V. No momento que se tentar transformar aquela voltagem em 220V, o transformador esquentando irá consumir ainda mais energia da rede, causando um impacto maior que o dobro de que se fosse uma rede 220V. Do mais, ainda é uma opção do campista. Na barraca ou no trailer esta questão é de ser analisada. Ponderar os prós e contras e adequar seu equipamento para esta realidade. Aproveitando este artigo, deixamos registrado que a afirmação de que “equipamentos 220V são mais econômicos que os 110V” é totalmente falsa. Isso porque apesar dos 220V consumirem a metade da corrente (Amperes), a unidade de medida de energia no relógio se dá pela POTÊNCIA (em Watts), que nada mais é do que a multiplicação da corrente (A) vezes a tensão (V). NEste caso, tanto faz se é um equipamento 220V de 5A ou de um !!V de 10A. PAra o uso dos campings (ou até mesmo em casa) a grande vantagem do 220V está na bitola (grossura) do fio. Em 220V pode-se usar a metade da grossura do fio, gerando mais economia em sua implantaçÃo ou maior segurança no caso da instalação de uma fiação preparada para uso em 110V. No caso dos campings que geralmente possuem a instalação de rede mal dimensionadas, o uso do 220V se faz muito mais seguro. 1.jpg

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #58249

    Beleza de artigo amigo, esclarecedor e veio bem a calhar pois estou na agulha pra instalar um trafo na carretinha a fim de deixar o frigo ligado de forma permanente… Fim de semana devo concluir, quem sabe eu volte depois pra apresentar a obra: pepino_25_curto_circuito_012.jpg

    #58250
    Junior ABC
    Junior ABC
    Participante

    Ale…. quem sabe uma ova! kkkk aguardamos as ibagens! e detalhes de funcionamento!

    #58308
    NasEstradasdoPlaneta
    NasEstradasdoPlaneta
    Participante

    Acabei de rodar por mais de 11 campings em Minas Gerais.Todos 110, e um com opção de 220, mas mandando 250. Como sempre testo antes com o milímetro, optei por usar o trafo e virar o 110/para 220 antes de minha Central, que até faz esta função, mas vibra muito. E como ela não corrige sobretensão, o trafo ajudou muito. Show de matéria e muito oportuna.

    #58309

    Roberto. Por isso gosto de usar o Estabilizador Full Range. Simplesmente nem vejo qual a voltagem da tomada e nem mesmo quanto está dando. É uma pena não poder usar o ar condicionado nele. Mas neste caso, depois de chegar e ligar na tomada, lá dentro do trailer o voltímetro acusa a voltagem e aí ligo o conversor com seletor para tocar o ar condicionado. Eu usei durante uma viagem de 20 dias o ar condicionado nele, mas achei melhor não abusar, já que na partida do compressor o estabilizador fica meio birutinha.. Para você que viaja muito, eu aconselho “investir” num desses. Tem duas opções: 1500 VA: http://goo.gl/A7nXC7 2000VA: http://goo.gl/UdHcp1

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #58311
    NasEstradasdoPlaneta
    NasEstradasdoPlaneta
    Participante

    Marcos. Minha CE não é tåo inteligente. rsss. Preciso cuidar dela. rsss Abs

    #58598

    GustavoN
    Bloqueado

    Olá Roberto, Se for um multímetro comum, esses 250V podem não ser um grande problema. Todos os multímetros mais baratos medem os picos da onda AC, que nos 220V deveria ir de +311V a -311V aproximadamente, e informam a média das leituras. Esse procedimento informa o valor RMS correto somente se a onda for uma senóide perfeita, o que muitas vezes não ocorre, principalmente se for uma rede sobrecarregada como a de muitos campings. Para medir a tensão RMS sendo fornecida pela rede é necessário um multímetro “true RMS” (de R$150 pra fora hoje em dia), que analisa a onda em detalhe ao invés de assumir um formato específico. Claro, na dúvida o melhor é não arriscar.

    NasEstradasdoPlaneta wrote:
    Acabei de rodar por mais de 11 campings em Minas Gerais.Todos 110, e um com opção de 220, mas mandando 250. Como sempre testo antes com o milímetro, optei por usar o trafo e virar o 110/para 220 antes de minha Central, que até faz esta função, mas vibra muito. E como ela não corrige sobretensão, o trafo ajudou muito. Show de matéria e muito oportuna.

Carregue no Post Images, copie o "Direct link" e utilize o botão para inserí-lo. SAIBA MAIS AQUI

Visualizando 7 posts - 1 até 7 (de 7 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.