Som Alto no Camping

HOME Fóruns Áreas de Camping Boca no Trombone Som Alto no Camping

Este tópico contém respostas, possui 27 vozes e foi atualizado pela última vez por  wellmota 1 ano, 5 meses atrás.

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 62 do total)
  • Autor
    Posts
  • #45336

    Olá pessoal. Venho tocar no assunto sobre som alto no camping, coisa que acho abominável em qualquer área. Os barulhentos que me desculpem mas sou da opinião que os campings deveriam por regra proibir qualquer tipo de som no acampamento, já que quesitos de “volume” são completamente relativos à opinião de cada pessoa. O direito de ouvir som acaba quando o mesmo incomoda o acampante vizinho. Este final de semana estivemos no camping Fazenda Paineiras em Itu – SP, camping por sinal completíssimo e bem cuidado – ótima opção em São Paulo. Devo dizer que em toda minha vida de campista fui agraciado pela primeira vez com uma real providência quanto ao tema. Como se tratava de um final de semana normal sem feriados o camping recebeu pouquíssimos campistas. Acho que uns 6 equipamentos/famílias. Podemos dividir a área de camping em 3 grandes áreas. Uma delas estava vazia. Em outra estávamos nós com nossa filha completando um mês e mais uma outra barraca cuja família possuía duas crianças pequenas. Lá curtíamos uma santa tranquilidade ao som dos pássaros e do vento que batia na copa das árvores da primavera que entrava. Eis que no sábado, umas 17h chegam dois carros com um casal em cada um. Pararam há 3m de nosso equipamento e há 6 da outra família. Montaram uma barraca, um gazebo e uma churrasqueira. Daí sacaram uma imensa caixa de som (estilo amplificador de guitarra) postando um notebook em cima. Quando vimos a “balada” já estava montada com direito a luzes piscantes de boate e até mesmo uma máquina de fumaça. Os dois casais, como se estivessem em uma rave com centenas de pessoas, dançavam cada um com um chapéu diferente. Uma peruca, um chapéu de cifre, um frango na cabeça e um de orelhas de mickey. Na mesma hora nos perguntávamos duas coisas: “Como pode apenas quatro pessoas fazerem isso?” e “se queriam bagunça porque montar acampamento próximo a duas famílias com criança ao invés de buscar uma área vazia e retirada que inclusive era mais próxima do banheiro?” Nossas perguntar eram em vão, nos restando aguentar por algumas horas já que era cedo, aquela barulheira e gritaria sem tamanho. Ao som de funk, sertanejo universitário e outros hits da internet seguimos acalmando nossa filhota que já sentia a nossa tensão. Quando deu certa hora da noite, ligamos na portaria para reclamar do barulho, onde tivemos a notícia de que som alto é proibido e que iriam mandar um segurança lá para pedir silêncio….. aí ponderamos a falta que faz o tal regulamento escrito no ato da entrada…… Mas demoramos a reclamar porque invariavelmente, sempre que tivemos este problema acabávamos sendo vítimas de animosidade por parte dos baderneiros que nunca deixavam de fazer barulho. Bom…. o segurança pediu para abaixarem a musica, o que não aconteceu fazendo com que precisássemos ligar novamente. Depois de serem obrigados a desligar a música após as 22h, passamos uma noite ouvindo gritos e provocações do tipo “Se quiserem tranquilidade não venham pro camping!” ou “Os incomodados que se mudem”. No domingo de manhã, os baderneiros se acharam no direito de ligar o som de novo. Um dos elementos ainda ligou pra alguém do celular dizendo que fossem todos pra lá que eles iriam tocar o “p….teiro”. Bom… após nova reclamação com direito à uma ameaça clássica de quebrarem nosso carro, a administração do Paineiras fez com que se retirassem do camping, já deixando claro que seus nomes e RGs estariam registrados no sistema onde não mais poderiam frequentar o camping. Mesmo deixando claro que tal feito poderia ter sido administrado na noite anterior, entendemos que não é fácil para o camping tomar uma posição extrema tão rápido. Entendo também que uma regra escrita proibindo qualquer tipo de som no camping seria ideal para que providências extremas pudessem ser mais rápidas. Segue abaixo o e-mail enviado pelo camping a mim: “-Boa tarde Marcos, Pedimos desculpas pelo ocorrido, tentamos de várias formas controlar o barulho, mas não conseguimos e pedimos que eles se retirassem do Camping, todos estão bloqueados em nosso sistema e proibidos de entrar novamente nas dependências do Camping. Obrigada. Marlene” Portanto pessoal… aos que querem tranquilidade e silêncio….. o Camping Paineiras é uma ótima opção. E para garantir 100% de tranquilidade… da próxima vez que formos irei solicitar logo na entrada que desejo ficar se o camping garantir a minha tranquilidade…. assim poderão tomar providencias mais rapidamente….. Vou tentar anexar um pequeno video da “balada” dos caras… mas acho que o som saiu muito baixo…… abraços a todos… acho importante a discussão sobre o som e de estratégias para forçarmos os campings a aderirem à esta política…… há muitos campings que estão muito mais de olho no dinheiro deste público (já que são maioria em muitos lugares) do que a filosofia do campismo. Marcos Pivari http://youtu.be/jXt14OSHiNg

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #47797

    leandrovaranda
    Participante
    macamp wrote:
    “Se quiserem tranquilidade não venham pro camping!” ou “Os incomodados que se mudem”.

    Fiquei pasmo ao ler isso. Para mim camping = tranquilidade, só não há essa igualdade em campings montados ao lado de festas (geralmente exclusivos para esse fim e que não são campings no restante do ano), mas mesmo assim sempre vi muito respeito mesmo nesses campings. Uma vez estive el Altinópolis no forró da lua cheia (na verdade tem mais rock que forró, por isso eu gostei), lá a área para acampar era próxima da área dos shows e mesmo assim o pessoal respeitava a área de camping. Depois do término dos shows era possível dormir tranquilamente. De manhã, mesmo todo mundo se divertindo no lago, não havia gritaria nem havia equipamentos de som (pelo menos eu não ouvi nenhum), na portaria havia uma revista rápida para verificação do que estava entrando na fazenda, é chato mas é um meio que acharam de fazer cumprir as regras. Vi o video (não ouvi pois estou sem auto-falantes :( ) parecia uma tenda de DJ com todas as luzes piscando. Ps.: Fora isso, como foi acampar com a pequena?

    #47800

    kkkkkkkkkk meu que absurdo! se fosse eu já tinha pegado meu amansa-louco e sapecado o cacete na molecada kkk

    #47802

    Green… sei que falou de brincadeira, mas mesmo que fosse verdade… os baderneiros teriam muito mais disposicao para brigas….. acho que poderíamos nós campistas fazer um movimento em prol disso…. que acham do macamp “homologar” junto às opiniões aqui uma regra básica de sugestao de política da tranquilidade nos campings? Chegando em um consenso, a comunidade campista poderia abordar o tema ou simplesmente perguntar às adminitstracoes se seguem a “diretriz X do MaCamp ao silêncio”. Quem sabe não conseguiríamos algo de positivo ao campismo….

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #47804

    Anônimo

    UMA FORROZERA NO CAMPING E UMA DELICIA DEIXA SER POXA VIDA

    #47805
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Marcos, que coisa absurda! Pensei que era só eu que gostava de tranquilidade…o que não entendo, é porquê tendo lugar longe dos acampantes, estes acéfalos ficaram perto…bom, si tivessem lógica (e cérebro!), nao fariam estas besteiras, e si queriam acampar com barulho, arma a barraca na arquibancada do Estádio do Pacaembu, na geral, em dia de Palmeiras-Corintihas e fica com a camisa do São Paulo! Eu também um dia fui jovem e curtia rock (ainda curto, só que light), mas nunca teria cabeça de bagre para incomodar outras pessoas, quanto mais famílias…é o fim dos tempos, mesmo:@… Sempre que eu ia nas baladas, era mais no finzinho, quando tocavam os rock lentos, as baladas, para dançar agarradinho das gurias que convidava :coracao::feliz: (NÃO deixa a Beti ler esto!:s), e sempre era num lugar próprio para festas ou danceterias, sem incomodar… Agora, o certo é na entrada ter por escrito as regras do Camping, para ninguém falar que não sabia. Bom, mudando de saco para mala, Parabéns pelo primeiro Camping de Manu!!! Que tenha muitos e mui felizes acampamentos!!!! Grande abraço!


    macamp wrote:
    Green… sei que falou de brincadeira, mas mesmo que fosse verdade… os baderneiros teriam muito mais disposicao para brigas….. acho que poderíamos nós campistas fazer um movimento em prol disso…. que acham do macamp “homologar” junto às opiniões aqui uma regra básica de sugestao de política da tranquilidade nos campings? Chegando em um consenso, a comunidade campista poderia abordar o tema ou simplesmente perguntar às adminitstracoes se seguem a “diretriz X do MaCamp ao silêncio”. Quem sabe não conseguiríamos algo de positivo ao campismo….

    Certo, bem pensado; assim como nos Camping que vou vejo sobre os extintores, vou começar a perguntar sobre as regras quanto ao silencio; inclusive, ao se fazer isto, já alerta aos administradores sobre o tema, e provavelmente, eles atentem mais para este particular. Abraços!

    #47808
    thiagoabade1986 wrote:
    UMA FORROZERA NO CAMPING E UMA DELICIA DEIXA SER POXA VIDA

    será que eu entendi certo? kkkkk acho que encontrei meu primeiro candidato pra conhecer o amansa-louco :D

    #47826
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Marcos Por default, nenhum camping permite musica alta ou baderna que incomode os outros campistas. O que acontece é que alguns sem noção acham que camping é chácara de aluguel e podem fazer ali o que quiserem. Aí falta braço por parte da administração para coibir estes comportamentos. O pessoal fica com medo. Lá em Aguas de Lindóia, teve um figura que aprontou uma destas. Nunca mais pode voltar. Mas de qualquer forma, é uma situação bem desagradável…

    #47833

    Então Odair…. o problema é que nos campings há uma discórdia muito grande sobre o que é “alto”. Por isso defendo que seja proibido “som”. Assim, se você estiver ouvindo um som bem baixinho que ninguém de fora escute, poderá desfrutar dele… mas caso incomode alguém, deverá desligá-lo. Já tive muitos problemas em campings que ou simplesmente nada faziam porque preferem o dinheiro da diária que os baderneiros pagam ou simplesmente porque há conflito no que um e o outro limitam o nível do que é ‘alto’. Prova disso é o “sem número’ de reclamações nos campos de comentários do guia de campings….. que gerou até mesmo um “selo- Ruído” do MaCamp em algum deles…. Sou meio traumatizado, pois sempre arranjo encrenca pra mim quando reclamo. Prova disso é uma de minhas lonas que tenho até hoje, remendada porque queimou quando um dos “vizinhos” direcionou um rojão na minha barraca.. sorte que eu tava lá. Lembro que passei o carnaval de 2010 no cânion do Guartelá buscando sossego num lugar longe….. o camping prometia (e possuía) áreas de total silêncio…. uma noite quando tocava a então nova música “meteoro da paixão” a níveis ensurdecedores, o segurança do camping me falou mediante minha reclamação: “-É carnaval, meu amigo…. não tem camping do silêncio”

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #47842
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Marcos No carnaval não tem jeito. Estava num camping em Bal Camboriú no Carnaval de 2012 e no camping não tinha musica alta. Mas vizinho ao camping, tinha um Beach Lounge que tocava Psy Trance das 09:00 às 23:59… A pancada de grave do subwoofer era tão forte, que o Nescau misturava sozinho na minha caneca de leite… E não tinha com quem reclamar, pq o dono do Beach Lounge tinha alvará…

Carregue no Post Images, copie o "Direct link" e utilize o botão para inserí-lo. SAIBA MAIS AQUI

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 62 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.