Utilização Guia Rodoviário Impresso

HOME Fóruns Campismo & Aventura Diversos Campismo Utilização Guia Rodoviário Impresso

Este tópico contém respostas, possui 9 vozes e foi atualizado pela última vez por Alexandre Rabello Alexandre Rabello 2 anos, 2 meses atrás.

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 12 do total)
  • Autor
    Posts
  • #45905
    Paulo Rogério
    Paulo Rogério
    Participante

    Pessoal, Boa Tarde! Em tempos de era moderna, GPS, Google Maps e afins, continuo utilizando o famoso Guia 4Rodas e alguns mapas na versão impressa. Normalmente utilizo o GPS ou Google Maps apenas par ter uma idéia do trajeto, quantidade de pedágios e distância total, porém, a navegação durante o trajeto prefiro fazer utilizando a versão impressa dos guias. Será que estou indo na contramão do progresso? Abraços, Paulo Rogério

    #61681

    de forma alguma Paulo, podem me chamar de arcaico ou retrógrado, mas não abro mão do guia 4R, compro sempre num intervalo considerável até porque de um ano pro outro a mudança é pouca ou quase nada…mas viva o papel, que neste caso é útil ao extremo e bem vindo… Há de considerar quem nem todo local teremos carga, sinal e meios de usar um smart, e o guia vem como luva, fora as dicas de passeios… abs Enviado via mobile

    #61682

    raulrsa
    Participante

    E o guia vem tudo mastigado e a fonte é confiável, além do fato de que o GPS em determinados locais te joga para muita furada. E nada como um estudo prévio do roteiro.

    #61685
    SERGIO NERI
    SERGIO NERI
    Participante

    Boa AMIGO PAULO, eu que pensava que era um ignorante de mão cheia em matéria de informações virtuais, adorei a sua postagem. Sempre usei os guias impressos mas nunca comentei o assunto ademais com o GPS, o mesmo me levou a várias roubadas. Nada melhor do que o método tradicional e confiável. :hein::anjo::D Abraços SERGIO & LUCIA

    #60033
    Andre Americana
    Andre Americana
    Participante

    Final no ano confiei no gps que me jogou numa estrada de terra e estreita, precisei voltar de marcha ré pois não tinha espaço nem p manobras. Eu tenho um mapa da 4 rodas de 2012, mas depois da furada do gps, parei no primeiro posto de combustível e comprei um 2015…. Enviado de meu SM-G900M usando Tapatalk

    #59620

    Paulo, curti tanto seu tópico que resolvi voltar e postar saudosas capas que encontrei na net, além da historinha que o originou, vejamos: “No início da década de 1960, três integrantes da revista QUATRO RODAS embarcaram em uma Kombi a fim de percorrer a Via Dutra entre São Paulo e o Rio de Janeiro. A bordo, estavam Mino Carta, chefe de redação, Victor Gouveia, redator-chefe, e Roberto Civita, diretor de publicidade. A ideia da expedição era mapear todos os pontos de parada – hotéis, postos de combustível, restaurantes… –ao longo do caminho. A aventura daria origem ao primeiro roteiro turístico da revista – e seria também o embrião do primeiro GUIA QUATRO RODAS, cuja primeira edição do Guia Brasil seria lançada em setembro de 1965. O projeto tinha como parâmetro o guia francês Michelin.” Fonte: http://viajeaqui.abril.com.br/materias/historia-guia-quatro-rodas-o-inicio

    #59033
    Carlos R Freitas
    Carlos R Freitas
    Participante

    Boa noite amigos, Eu também sempre usei os guias tradicionais. Olha guias de quando comecei acampar.

    #59034
    Carlos R Freitas
    Carlos R Freitas
    Participante

    [attachment=6345]Boa noite amigos, Eu também sempre usei os guias tradicionais. Olha guias de quando comecei acampar.

    #59013

    Edintruder
    Participante

    Eu só comprei GPS no ano passado em função dos novos pardais nas estradas. Assim tenho um aviso sonoro da maioria deles. Mas a navegação, embora facilitada por eles, é loucura ser guiada 100% por eles. Funcionam muito bem nas cidades nos apontando o destino. Sabendo a direção do destino fica fácil chegar lá. Mas fora disso não dá para confiar totalmente. Excelente computador de velocidade e tempo estimado, sem dizer como localizador de redares fixos. Atualizei ele no início do ano, e já sei de vários radares novos instalados nesse meio-tempo. Eu tiro os mapas do google earth, imprimo de passo a passo para sanar dúvidas que possam surgir no meio do trajeto. Uma vez consegui desviar de um acidente por uma estrada secundária no meio da madrugada a 700km de casa graças aos mapas que eu tinha impresso comigo.

    #59000
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Buenas pessoal! Como já comentei noutro tópico, eu tenho GPS (não deem risadas, mas são somente 3 :D ), 2 Garmin Nüvi, para navegar, com mapa de Argentina, e um IGO, para detecção dos @¨%$#*%@ dos caça-niqueis (vulgo pardais), e mesmo assim, com 3 GPS, não dispenso meus bons e velhos mapas. Comecei na aviação na época que não existia o GPS, e aprendi a navegação aérea visual voando baseado em cartas aeronáuticas, que são, a grosso modo, uma especie de mapas onde alem das estradas, é dada muita atenção à orografia do lugar, para, por exemplo, você não vir a colidir com uma montanha (meros detalhes :s:-/:D), e depois, com o advento da tecnologia de navegação eletrônica com o GPS ficando corriqueiro nas cabines de voo, aderi ao novo sistema, mas sem abandonar jamais o “Backup” das tais cartas; por isso, gosto de ver os mapas antes de começar a dirigir, para planejar e ter uma visão da rota como um todo, e ter eles sempre a mão para todo tipos de consultas, fora que em muitos mapas, temos indicações extras da cidades ou estradas a serem percorridas, com informações variadas que podem ser uteis. Em tempo: parabéns Alex e Carlos pelas belas lembranças dos mapas que postaram, uma verdadeira viagem à nostalgia das minhas primeiras navegações. Grande abraço! Dardo.

Carregue no Post Images, copie o "Direct link" e utilize o botão para inserí-lo. SAIBA MAIS AQUI

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 12 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.