Se há um equipamento para campismo, principalmente para trailers e motor-homes que gera polêmica é a geladeira a gás.

Um veículo de recreação necessita ser completamente independente, porém essa independência pode se tornar complicada devido ao quesito energia. Geralmente um refrigerador funciona com energia elétrica de corrente alternada (110V ou 220V) e a reserva de energia elétrica que um veículo possui é em 12V de corrente contínua e bem pequena. Para driblar este problema, desde a década de 1960 as indústrias de trailers e motor homes utilizam a geladeira rural para equipá-los.

A geladeira rural foi projetada para casas afastadas das cidades, principalmente em sítios e fazendas onde a energia elétrica não chega. Elas utilizam o gás de cozinha como fonte de energia. Seu sistema de trocas de calor se dá com o gás de amônia e tem seu fluxo provocado por uma chama alimentada pelo gás GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) e é totalmente silencioso. Este silêncio se dá pelo fato de a geladeira não possuir compressor e sim resistência. O aquecimento é que provoca o deslocamento do gás interno do sistema, que por absorção troca calor de dentro para fora. Com este tipo de geladeira já muito utilizado no meio rural brasileiro, a indústria caravanista se preocupou apenas em adaptar um sistema em que, além do sistema funcional a gás, também pudesse ser acionado por energia elétrica.

FUNCIONAMENTO

As geladeiras que funcionam pela queima de gás de cozinha (assim como as de querosene) utilizam a lei de Dalton para manter o fluxo de gás (amônia) no ciclo de refrigeração por absorção. Segundo a lei de Dalton, a pressão de uma mistura de gases e/ou vapores que não reagem quimicamente entre si é igual à soma das pressões parciais de cada, ou seja, das pressões que cada um teria se ocupasse isoladamente o mesmo volume, na mesma temperatura.

NOS VEÍCULOS DE RECREAÇÃO

Dentre as diversas geladeiras utilizadas em veículos de recreação, está a marca mais conhecida deste meio: a Cônsul Rural. Nos trailers e motor-homes menores, como por exemplo o KG-330 (Tangará), o Turiscar Eldorado e o Motor-Home KG-Safari, utilizava-se geladeiras menores (80L) que funcionavam também em 110V/220V(ac) e 12V(dc) além do gás. Nestas, há uma resistência para cada tipo de corrente: 110V/220V e outra para 12V. Nos veículos maiores, utilizava-se geladeiras também maiores (250L a 330L) na maioria das vezes duplex, com freezer. Estas, além do gás, funcionam com 110V/220V(ac).

A grande desvantagem desde tipo de geladeira está mesmo na necessidade de estar completamente NIVELADA e de haver um tempo relativamente grande de congelamento após ser ligada. Na verdade nenhum desses dois quesitos seriam problemas para geladeiras de casas de sítios ou fazendas, porém grandes preocupações para uso em trailers e motor-homes. Isto porque nesses casos, as geladeiras passam muito tempo desligadas quando não estão em viagens e além do “balanço” em trânsito, é difícil de manter o equipamento impecavelmente nivelado, ainda mais quando a viagem contempla várias paradas.

Uma geladeira de 330L ligada no gás dura de 20 a 30 dias com um botijão de 13kg em média, levando em consideração que este consumo poderá sofrer alteração generosa dependendo do tipo de veículo, freqüência de viagem e uso. Ligada na energia elétrica a geladeira rural costuma gastar bastante energia, devido ao seu sistema diferenciado de amônia.
O segredo do uso da geladeira rural a gás em veículos de recreação esta mesmo em:
·         Mantê-la sempre bem nivelada.
·         Ligá-la 24 horas antes de a viagem começar.
·         Abri-la somente o necessário.
·         Proporcionar uma ótima ventilação de sua parte traseira.
Este último cuidado é o maior vilão que gera insatisfação dos campistas em relação a este tipo de refrigerador. Geralmente o sistema de amônia requer uma ventilação impecável, pois esquenta muito e é exatamente o ponto mais fraco em qualquer adaptação de qualquer fábrica de trailer e motor homes. E éxatamente deste ponto que deixaremos de abordar questões universais do equipamento e partiremos para dicas e troca de experiências de uso.

Atualmente este tipo de geladeira gera grande insatisfação por parte dos campistas por várias razões. Entre perfis de alta exigência e também de pouca paciência de manipulação ou até desconhecimento das técnicas, proprietários de veículos de recreação preferem trocar o equipamento por geladeiras elétricas de compressor. Estas não apresentam tantos problemas, mas alteram a autonomia independente do veículo, já que mesmo equipado com inversores, suas baterias não aguentam por muitos dias. Outra razão de desistência é a assistência técnica e reposição de peças cada vez mais escassa no Brasil.

QUESTÃO VENTILAÇÃO

Das diversas adaptações da geladeira rural em veículos de recreação, há dois tipos principais. Em ambos os casos há grades nas laterais do veículo para circulação do ar quente externo ao sistema do refrigerador. Nos trailers pequenos, há uma ou mais grades laterais e nos equipamentos grandes há ainda uma chaminé que auxiliará na circulação do ar desta parte traseira do refrigerador. Em quase todos os casos a circulação não é suficiente, talvez pelo fato de que quando o veículo está em movimento, o excesso desta circulação pode apagar a chama.

No caso do equipamento parado (estacionado) a simples abertura da grade (de abrir somente nos modelos Turiscar e alguns outros) já aumentará a circulação de ar e consequentemente o rendimento da geladeira, porém a colocação de um ventilador ou ventoinha melhorará e muito a eficiência do sistema. Esta ventoinha poderá ser de 12V (um pouco maiores que daquelas usadas em fontes de computador), pois poderão ser utilizadas na energia da bateria, não ferindo assim na autonomia do veículo.

ALGUMAS MODIFICAÇÕES

Algumas modificações podem ser feitas em trailers e motor homes, porém estas apresentadas são frutos de pesquisas do site MaCamp no meio campista, não tendo o site qualquer responsabilidade sobre o sucesso ou até problemas colaterais.

Aumento da Circulação em trailers pequenos: Alguns campistas proprietários de trailers pequenos diminuíam o espaço interno dos armários superiores à geladeira a fim de fazer um fundo falso. Neste fundo falso que ia até o teto do trailer era instalada uma chaminé original de modelos maiores para aumentar a circulação de ar no sistema. Há relatos de que isto dava certo.

Sistema 12V SAFARI: Um problema relativamente comum nas geladeiras originais da KG-Safari é o fato ser esquecida ligada no 12V e descarregar a bateria. Este modelo menor que funciona também no 12V oferece ainda mais uma forma autônoma de funcionamento. Mas a bateria não aguentará muitas horas com a geladeira ligada, levando em consideração que o trailer necessita da energia para outros fins também.
Acontece que a geladeira da Safári possui duas resistências elétricas, fora a do gás: uma para 12V e outra para 110V. A resistência 12V está ligada no alternador. O fio positivo desta resistência é ligado diretamente em uma caixa que fica no compartimento do motor e que muito se parece com os reguladores de voltagem que equipavam os fuscas. O fio negativo fica preso ao chassi do carro. A Karmann Ghia alerta para que, quando o motor for novamente ligado, o proprietário desligue a geladeira para evitar danos na resistência ou na ignição.
Para isso, alguns campistas desenvolveram algumas técnicas para que a alimentação 12V só funcione quando o motor estiver ligado e em conseqüência, carregando a bateria. (foto: Silvino)

SISTEMA DE RELÊ: Um sistema de relê poderá ser implantado para que a alimentação 12V só seja liberada com o motor ligado. Em alguns casos poderão ser interligadas as duas baterias do veículo. O relê servirá de chave, já que o consumo da geladeira é grande. O relé será comandado pelo alternador através do fio que é excitado para o carregamento da bateria. Assim que o motor é acionado e a luz do alternador apaga, automaticamente inicia-se o carregamento e o relé fará com que se inicie também a alimentação da geladeira. Quando o motor é desligado a alimentação é interrompida, evitando-se assim o descarregamento da mesma.

Testando sua geladeira

Ao adquirir um trailer ou motor home ou após muito tempo de uso, você poderá realizar alguns testes para verificar se sua geladeira está funcionando. Isso consistirá em:
Posicione seu trailer ou motor home na posição ideal de nivelamento. Utilize um nível de bolhas em diversos pontos do trailer, em diversas posições e sentidos.
Alguns modelos possuem uma haste na chaminé que proporciona limpeza do duto de ventilação com o movimento vai e vem. Se seu equipamento dispuser, faça uso dele desobstruindo o duto de possíveis sujeiras.
Ligue o refrigerador na luz elétrica e aguarde pelo menos uma hora para ver se as partes internas de metal já apresentam alguma alteração de temperatura. Aguarde no mínimo 3 horas e no máximo 24 horas para a prova final de congelamento.
Repita a operação ligando agora no gás. Siga as instruções do aparelho, onde deverá ser trocada a posição da elétrica para o gás, escolher a regulagem e acionar a partida de faísca. Em quase todos os casos existe um pequeno vidro na parte frontal do painel, em que possibilita a visão da chama. Em muitos casos esta visualização é difícil, porém auxilia muito na certeza de que a chama está acessa.

Se não houver sucesso nestas operações, experimente retirar o equipamento e virá-lo de cabeça para baixo durante 24 horas. Após, volte-o à posição normal e espere mais 24 horas para refazer as primeiras duas operações. Esta operação busca a distribuição da amônia no sistema fechado, já que este tipo de sistema apresenta maior sensibilidade quanto a movimentações.

Se nada disso deu certo e você está certo de que a alimentação elétrica e do gás estão chegando até o equipamento, então será a hora de procurar assistência de um técnico especializado.

 

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma e nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo aos moldes europeus e norte-americanos, explorando com consciência o incrível potencial natural brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."
  • andreia

    como faço para comprar uma geladeira rural a gàs?

    • Jose Barros

      TENHO UMA GELADEIRA A GÁS MARCA consul duplex em perfeito funcionamento.
      Podemos negociar

      • ailton vasconcelos

        gostaria de comprar uma também
        sabe como consigo
        ailton@brsuper.com.br

        • Vinicius Ribeiro

          Tambem gostaria de uma. Wattsapp 037 998450118

      • Jamile

        Por favor tenho muito interesse em comprar, ainda está disponível?
        Obrigada Jamile

  • nalva

    Onde eu encontro a geladeira a gás pra comprar???

  • andrea t

    Preciso de uma geladeira a gás de cozinha pois aonde eu morro não há energia algue
    m pode me ajudar meu email é andrean382@gmail.com