Publicada edição de fevereiro do Jornal do CCB “O Campista”. O periódico de número 528 não traz grandes novidades a não ser as sugestões de campings pelo Brasil, Alguns relatos sobre o réveillon e a curiosidade dos 44 anos de edição do jornal da associação.

O Campista completa 44 anos Com esta edição de fevereiro, nosso jornal O Campista está completando 44 anos de circulação, cumprindo a sua missão de divulgar e promover o campismo organizado no universo do quadro social e para o público em geral. Criado em março de 1973 pelo então Presidente Nacional Ricardo Menescal, O Campista divulga  também as promoções sociais, gastronômicas e esportivas organizadas pelo Camping Clube do Brasil e por grupos de associados, e informa a cada mês aos campistas sobre os custos  de acampamento. A partir de 2008, o Campista passou a circular em versão digitalizada, através do site do Clube, ampliando a sua abrangência para além do quadro social, alcançando todos os interessados no Brasil e no exterior. Além da sua função informativa, o jornal se presta também a transmitir aos campistas uma seção permanente e gratuita para a divulgação de venda e compra de equipamentos e acessórios de campismo e caravanismo,   Classicamping, além de uma coluna da Camping Clube Turismo – CCTUR, para divulgação de produtos turísticos, como passagens aéreas, cruzeiros, excursões e produtos de turismo de aventura.”

O Jornal também faz menção ao carnaval e dá opções de áreas. Os campings da rede recomendados na edição são Serrinha, Guarapari, Clube dos 500, Canela, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Recreioe Paraty

Confira o jornal na íntegra logo abaixo:

baixe a edição em PDF

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”