Assim como qualquer veículo, o trailer possui equipamentos que necessitam de manutenção e o fato de os mesmos permanecerem parados por um tempo e não rodarem tanto quanto seu carro indica que merecem atenção redobrada.

Lubrificação

Seu trailer de um ou mais eixos possui rolamentos que devem ser verificados a cada 500km. Após a verificação de possíveis folgas que deverão ser ajustadas, os mesmos deverão ser lubrificados com graxa a base de lítio, sempre evitando seu excesso. O mecanismo do engate também deverá ser mantido lubrificado com graxa. Trailers com barra de torsão deverão ser lubrificados no posto. Os trailers com sistema de freios de tambor devem ser verificados principalmente quando parados por muito tempo, principalmente se for no litoral onde a maresia influi severamente. Neste caso, retire os tambores de freios e lixe a superfície interna bem como as lonas. Alguns trailers possuem sistema hidráulico de freios. Deve-se verificar o nível do depósito de fluido e mantê-lo sempre cheio. Procure não misturar tipos diferentes. Tenha sempre um vidro de reserva.

Bateria

A bateria do trailer deve cuidada com bastante atenção. Certamente a bateria do seu trailer durará menos tempo que a do seu carro, já que sofre maior desgaste por conta da pouca manutenção e outros fatores. Baterias possuem resistência interna e sofrem um descarregamento contínuo mesmo desconectadas, por isso é aconselhável carregá-la a cada 45 dias quando o trailer permanecer sem uso. Por outro lado, deve-se ter cuidado na hora do carregamento a partir da rede elétrica AC. Quando seu trailer está ligado a uma tomada externa, 110V ou 220V, o transformador do trailer carrega a bateria do trailer. Dificilmente seu equipamento possuirá flutuador, dispositivo que desliga automaticamente a carga quando a bateria atinge o nível máximo de carga. Quando uma bateria continua recebendo carga além do necessário, se aquece, perdendo paulatinamente sua capacidade de segurar carga. Geralmente os conversores dos trailers possuem um botão para desligar a carga das baterias, sem cortar a alimentação geral do trailer.

Luzes externas

Assim como seu carro, o trailer deve estar com todas as luzes de sinalização funcionando. Lanternas, freio e setas. Leve sempre lâmpadas de reserva assim como fusíveis presentes no equipamento. Por se tratar de um veículo “estranho” para os agentes rodoviários, com certeza atentarão para isso. Cuide também pela preservação da tomada de engate, encaixando-a em encaixe apropriado ou cobrindo-a quando estacionado.

Pneus e Rodas

Verifique sempre a calibragem dos pneus a frio. Consulte a pressão ideal nas especificações do seu trailer. Aperte bem os parafusos das rodas e atente para o balanceamento das mesmas.

Vedações

Um dos maiores problemas dos trailers é a infiltração. A infiltração de água pela má condição das borrachas das emendas dos trailers causa o maior estrago do equipamento. Isso porque não dá indícios. O corpo da maioria dos trailers é de estrutura de madeira com isolamento em isopor. Trailers mais modernos possuem estrutura metálica, mas também sofrem com a infiltração que passará também para o enchimento e para os móveis internos de madeira. Quando se nota o problema, geralmente o campista se surpreende, pois uma grande área do trailer já foi afetada. Resta uma reforma que não sai barato. Cada chapa lateral do trailer, assim como o teto, é unida por emendas emborrachadas específicas de cada marca. Atente para todas elas e consulte sempre uma oficina autorizada para avaliações.

Chaminés

Existem três tipos de chaminés nos trailers. Do aquecedor de água, da coifa de exaustão do fogão e da geladeira. Esta última em alguns trailers, principalmente da Turiscar, são vítimas de passarinhos que resolvem fazer ninhos no seu interior. Além de danificarem toda a forração interna, as palhas obstruem a circulação de ar, importantíssima para o funcionamento do sistema de refrigeração, causando até a queima do aparelho. O problema pode ser resolvido instalando uma tela entre o teto do trailer e a chaminé.

Marcos Pivari

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."