Fogareiro ideal para campistas mochileiros ou que não querem um equipamento muito grande na bagagem. Ele dispensa o uso de botijão GPL e utiliza um cartucho ainda menor que os conhecidos CAMPGÁS. Ao longo dos tempos foram ganhando mais apetrechos e articulações que os tornaram leves, completos e compactos.

A autonomia é de mais ou menos 6 horas com um cartucho de gás, mas caso seja preciso levar um reserva, não pesará mais que 200g. Hoje em dia a maioria utiliza cartuchos TEKGAS que permite o desacoplamento sem vazar o gás. Assim o conjunto fica ainda mais compacto na bagagem. Alguns modelos mais simples ou antigos utilizavam cartucho Butano 190g que uma vez acoplados, o cartucho é furado e precisa ser utilizado até o final para a retirada sem desperdício.

Os cuidados com este tipo de fogareiro são: Evitar tombamento, utilizar panelas pequenas e, quando ligado, mantê-lo longe das lonas da barraca.

Alguns modelos apresentam ótimas características, como botão disparador de faísca que dispensa fósforos ou isqueiros para acendimento. Cada modelo possui um tipo de apoio para a panela de acordo com a necessidade do campista. Alguns possuem apoios retráteis que garantem um volume mínimo quando guardado. Outros possuem bases redondas bem amplas para panelas maiores e outros possuem anteparos que ajudam na barreira do vento.

Todos contam com registro regulador de intensidade da chama junto ao acoplamento.

Marcos Pivari

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."