A fábrica Minimax situava-se em são Paulo-SP e oferecia o serviço de “conversão” de qualquer Kombi Cliper (modelo específico dos anos 1980) na então entitulada:

KOMBI CARACOL!

Ela trazia como características: duas, três ou quatro camas, fogão a gás, banheiro com pia, chuveiro e sanitário químico, caixa de água com 85L e ainda tanque de água servida de 40L. Possuía também bomba d’água 12V, clarabóias reguláveis (trailer e wc), bagageiros e isolamento à umidade em fibra de vidro e poliuretano expandido.

Era definida como “mini motor home” e seu teto todo era em fibra de vidro. A caixa de água trazia o “quebra-ondas” essencial para o “balanço” das águas na viagem. Já na época os bancos eram modificados a fim de haver a passagem interna para a cabine. As rodas de tala larga 6×14 traziam pneus radiais e o estepe vinha na frente levando charme e conforto. O bagageiro sobre a cabine ampliava o espaço de bagagens que já contava com dois espaços internos.

Observa-se as linhas da nova cobertura a fim de ajudar na aerodinâmica original trazendo dirigibilidade ao conjunto e os retrovisores eram maiores. Também havia um isolamento acústico para o motor.

Comprimento Externo: 4,55m

Comprimento interno: 2,75m

Largura externa: 1,80m

Largura Interna: 1,55m

Altura Externa: 2,30m

Peso: 1.300kg

Carga Útil: 760kg

Tanque Combustível: 43L

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”