Para uns é significado de TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e para outros quase uma “religião”.  A verdade é que a organização da barraca pode ser muito mais que uma forma de racionalizar seus pertences para que tudo fique mais fácil e descomplicado de achar e usar. Pode ser sinônimo de pura diversão ou paixão pelo campismo onde se tem a barraca como sua própria casa no lugar que preferir.

Esta curtição pode começar ainda em casa quando nem chegou o dia da partida. Para os mais ansiosos nada melhor do que se imaginar no acampamento e por que não a organização de seus pertences e acessórios. Isto ajuda inclusive a se lembrar de coisas que você pode estar esquecendo. A barraca para um campista de alma é mais que um abrigo. Aquela lona fina pode significar um campo de força que ao mesmo tempo pode ser algo que une você à natureza como também o isola nos momentos que necessita de paz, proteção ou intimidade. Lá dentro, além de seu colchonete você também poderá abrigar suas roupas, acessórios, comidas, livros e etc.

4

Inspirados em um infográfico de um velho conhecido blog de campismo (o blogus), no qual 3reproduzimos abaixo, pretendemos neste artigo inspirar você campista a praticar sua própria organização. É claro que este esquema é apenas um ponto de partida para que cada perfil campista possa se inspirar e desenvolver. Algumas dicas importantes que podemos mencionar: Lembre-se de que os cantos da barraca podem ser os que mais “sofrem” com as intempéries. No caso do sol, lembre-se de proteger comidas e equipamentos que possam sofrer com o excesso de calor e no caso das chuvas, nunca deixe de esticar o sobreteto da barraca e de não deixar que o mesmo encoste no pano de dentro para que não molhe roupas, travesseiros e outros equipamentos. Fogareiro aceso sempre longe das lonas e nunca dentro da barraca e não esqueça daquele cadeado no zíper.

2
Infográfico (http://blog.blag.us/)

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”