Há algumas semanas viralizaram videos sobre o os tipos de Pneus que seriam inadequados para o Brasil. A sigla “M+S” que significa “mud (lama) + snow (neve)” indicaria que tal pneu serviria somente para países gelados e que no nosso clima tropical eles sofreriam com deformações e esfacelamento. Fomos pesquisar sobre o fato e rapidamente encontramos a verdadeira versão.

frame do video viral

Certo dia recebemos um video “denunciando” uma fraude, onde algumas pessoas estariam importando pneus de neve e revendendo por preços mais baratos, já que este tipo de produto não deveria sequer chegar por aqui. A sigla M+S indicaria que o calor excessivo causaria avarias e encurtaria a vida útil dos pneus do carro. Não passou de uma curiosidade até o dia em que fomos calibrar os pneus de nosso carro de reportagem. Lá estava estampado M+S na lateral de nossos (até então) queridos pneus BF Goodrich A/T que tanto nos atendem bem. Aí fomos na mesma hora atrás de informações sobre o fato quando descobrimos que a informação se tratava de mais um mito viralizado pelas redes sociais.

Carro de Reportagem MaCamp que usa Pneus BF Goodrich A/T M+S

Bastou alguns sites de renome e alguns videos no youtube para chegarmos a “autoridades” do mundo dos pneus que inclusive representam grandes marcas para saber que apesar da sigla estar correta (Lama + Neve), ela apenas quer dizer que serve para todas as estações do ano, inclusive para as baixas extremas, ou seja, a neve. Sobre o esfacelamento da banda de rodagem de alguns pneus, se dá pelas condições extremas de vias em condições ruins ou mesmo em casos de sobrecarga de peso sobre o carro.

Os pneus M+S são muito comuns nos pneus 4×4. Fica a dica: Sempre corra atrás de fontes e nunca acredite no primeiro viral que aparecer. Confira o video oficial da Michelin:

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."