O campista Valdeyer adquiriu uma Carreta-barraca Camping Star totalmente destruída em um site de  de usados da internet e fez uma reforma completa. Apesar do preço muito baixo pago pelo veículo, acabou sendo obrigado a fazer uma reforma completa, modificando além de todas as lonas e tecidos, também o madeiramento do piso, fechamentos laterais e lixamento e pintura de toda a plataforma. Um trabalho exaustivo mas gratificante. Dá gosto de ver como pôde transformar a saudosa carreta-barraca Camping Star em um lindo equipamento renovado e limpo. Parabéns Valdeyer. Ótimo trabalho. Que sirva de exemplos para outros que não deixarão nossos equipamentos de campismo morrerem no tempo.

Início de Tudo

Comprei dia 04 de agosto de 2011 uma carreta barraca Camping Star, só para constar,  D E T O N A D A!
Mas, é isso ai, depois de muito garimpar e garimpar, mercado livre, amigos “rolistas”, São Google, MaCamp, e muitos outros, eis que encontre!!!! EUREKA!!! Um anuncio no Mercado Livre me chamou a atenção, mas é claro tudo que é barato tem sempre algo errado!!! Na verdade não errado, afinal o anúncio dizia “Doctos OK”, e as fotos eram reveladoras.
É isto, precisava de uma reforma, que depois descobri que era na verdade uma reconstrução. Mas como eu ja esperava por uma oportunidade de adquirir um trailer ou construir um mini-trailer tipo Lágrima, dei o lance paguei o frete e vamos em frente!
Recebi o citado veículo no dia 09 de agosto e pra ser honesto só naquele momento percebi o tamanho do foguete! Valeu pelo valor da compra, mas o dito cujo estava destruido, enferrujado, mofado, embolorado, molhado, empoeirado e para resumir, simplesmente o pó. É só documento e o quadro principal e claro a idéia.
Bom, por hoje é só, trabalhei umas 2 horas hoje removendo ferrugens, desmontando, tirando parafusos, muuuuito WD, muito Ferrox e por ai vai.
Leve em conta que tenho uns 15 dias para deixá-la em condições de transferência e vistoria.

Fechamento do dia:
R$ 700,00 da carreta barraca Camping Star (affff)
R$ 100,00 do frete (Ainda bem que o Gú, meu transportador de estimação foi camarada)
R$ 20,00 do WD e do ferrox

Total até o momento R$ 820,00 (2012)

Estas fotos foram tirados pelo antigo proprietário, parecia que dava para aproveitar partes da lona, mas na verdade o tecido estava todo embolorado.
A decisão foi bem radical, vamos reconstruir.
Hoje, parti para a ação. Ainda considerando o tempo para a documentação de mais uns 14 dias, decidi por deixar a carreta em condições para a vistoria. Sendo assim, retiradas as lonas e a estrutura da mesma, parti para a lixa e o Ferrox nas partes de baixo, tirei as rodas que estavam condenadas, e já pintei as partes do engate, preparando para retirar o baú que será totalmente reformado, visto o estado de corrosão e apodrecimento das madeiras que compõe o piso. Penso agora que estas madeiras, que originalmente são compensado, ficarão melhores se forem trocadas por MDF laminado, mas isto é mais para frente. De imediato é colocar novas rodas, devolver o engate reformado e por ai vai.
Gasto do dia R$ 25,00 Tinta esmalte sintético preto, água raz e rolos para pintura. total geral – R$ 845,00. e mais 3h de trabalho.

A desmontagem

Vou postar agora algumas fotos do trabalho de ontem, quando desmontei todas as lonas, e também preparei a estrutura de engate para pintura, hoje pintei a ferragem e já está pronta para a remontagem e a futura retirada da carreta para os próximos passos!!! Ai vão!

Eu e meu nariz, removendo o painel de Eucatex que cobria a parte elétrica da carreta, estava podre e faltando pedaços, pretendo substituir por uma chapa de PVC espandido de 2mm., acho que ficará bem melhor, além do PVC resistir a água.

Aqui da pra se ter uma visão interna do piso superior da barraca. E veio a decisão, chama o Rambo e corta tudo, tirei todas as lonas da barraca, não dava pra aguentar o cheiro de mofo.

Depois da passagem do facão, só sobrou isso. Detalhe do piso de compensado que não resistiu a umidade, próximo piso será de MDF laminado de cor clara imitando madeira, ou quem sabe um piso laminado todo xadrez sobre um compensado plastificado.

Algumas vezes aparecem os amigos e vizinhos para palpitar um pouco, mas sabe que este cara ai tem umas boas ideias! É o Toninho!
Da pra ver bem o compensado se desfazendo e o engate ainda no lugar
No lugar sim, mas por pouco tempo….
Aqui está ele e bem enferrujado, mas por pouco tempo…
Eu disse! Um pouco de Ferrox e tinta, ele fica novo.
Aqui também, a transformação é fantástica
Continuando…
Decidi então finalizar o Domingo de trabalho lixando e pintando o cubo das rodas, assim da pra colocar as novas rodas 14? esportivas hehehe e mover meu brinquedinho.

Continuando os trabalhos

Vamos seguindo com os trabalhos…

Muita lixeira, afinal nenhum parafuso que prendia o piso e a tampa do baú soltaram.

Enfim… todas as partes separadas, um bom banho pra tirar a poeira, muito ferrox pra tratar a ferrugem e paciência para esperar até o próximo dia de trabalho!

Gastos do dia R$ 50,00 em lixas, discos de corte, desbaste, escova de aço e outras ferramentas!

Terminamos de desmontar o piso, a tampa do baú e lixamos muito, mas muito mesmo.

Agora é só pintar e montar

A todo vapor!!!

Continuando os trabalhos de ontem, agora com a tinta da base da carreta seca e as ferragens do baú Lixadas vamos procurar o Sandro Calvi, meu marceneiro de estimação para começar o piso superior.

E enquanto isso mais um pouco de tinta para deixar tudo bonito e tratado e evitar novas ferrugens!

Aproveitando a saída passo no Maurici, para dobrar a chapa galvanizada que sustentará a placa, mas isso tudo só vai pra carreta amanhã.

Gastos do dia R$ 162,00

Total até o momento 1.066,00 (2012)

Mudanças significativas

Hoje tivemos grandes mudanças é a primeira vez que vi a carreta com cara de carreta!

Colocamos o piso do baú tudo com muito silicone e parafusos de cabeça redonda.

Agora para concluir o baú, faltava a chapa galvanizada, as lanternas, a placa… e ja está tudo ai.

Pronta para a foto da vistoria!

Só faltava a dobradiça, então ai vai!!!

Depois de algumas semanas sem muitas mudanças, voltei a trabalhar na carreta. As ferragens ja estavam prontas e agora é só juntar as peças e dar o acabamento.

Nas laterais decidi não utilizar as chapas antigas que eram galvanizadas e estavam bem enferrujadas, utilizei uma chapa de PVC que daqui ha alguns dias vai receber um adesivo parecido com o topo deste site. A frente também foi utilizado o mesmo material.

Para o topo do baú, utilizei o mesmo material do piso, MDF laminado epoxi 15mm.

Tudo impermeabilizado com muito, mais muito silicone! Também nas quinas algumas cantoneiras de alumínio reforçam e ajudam a deixar a água longe da madeira.

Ja pensando nas lonas da barraca falei no final de semana com minha costureira de estimação, a Solange, e optei por jogar tudo fora e fazer tudo novo, só que utilizando um material bem diferente, um Nylon impermeável que é bem mais maleável e leve que o tecido anterior, além de não deixar a água molhar tudo.

A partir deste post, vou começar a fazer uma montagem de antes e depois, vamos ver como estão as mudanças…

Também resolvi colocar mais uma lanterna na carreta, esta de embutir onde ficará a lanterna e luz de freio.

Os documentos e a vistoria estão prontos e agora vou emplacar a carreta.

Custo do despachante R$ 368,00, madeira do topo R$ 90,00, cantoneiras, silicone, porcas e parafusos, arrebites e algumas miudezas R$ 70,00. (2012)

Deu trabalho, muitas lixas e algum tempo de trabalho e o bagageiro ficou pronto, porém, ele serve como contra-peso para a abertura do baú e como eu troquei a tampa do baú por uma prancha de 1,5 cm de MDF não deu certo.

Mas o problema está sendo resolvido. adaptei 2 amortecedores pressurizados na tampa e o peso extra praticamente sumiu.

A hora da feira

Tenho andado bastante ocupado ultimamente, não estou fazendo grandes mudanças no brinquedo, mas fui a feira comprar alguns brinquedinhos de campista.

Como já passei muitos momentos complicados nos campings que estive, decidi que da próxima vez vou passar bem. Comida boa, bebida gelada, banho gostoso, sono confortável e já tem gente dizendo que isto não é acampar. É realmente preciso de um trailer, mas vamos lá.

Comprei: 1 colchão inflável à pilhas de 2m x 1,5m grande e confortável – R$ 120,00, 1 vaso sanitário Eco Camp igual aos usados em trailers – R$ 500,00, 1 chuveiro elétrico 12 volts para ligar na bateria e meu banho fica garantido sem precisar usar aqueles banheiros com água até o joelho R$ 120,00, fogão de 2 bocas para a Dona Maria não ficar sem trabalho + botijão tipo P2 – R$ 90,00, nos detalhes da pra conferir a pia feita com uma bandeja plástica e um ralo de pia de PVC e um galão de água mineral com torneira de bebedouro garantem a limpeza do ambiente – R$ 15,00, 1 frigobar de 50 litros Consul que foi comprado usado por R$ 350,00, Inversor de 12v para 127v que foi adaptado de um no-break e custou uns R$ 200,00, bateria 70 A – R$ 160,00, total R$ 1.555,00. (2012)

É meu sono está garantido, o almoço também, cerveja gelada a qualquer hora tudo limpo e perfumado, só falta mesmo a churrasqueira!

Lonas da carreta barraca. A reta final

Na verdade estou sem muito tempo mas o calor dos últimos dias me inspiraram a terminar e testar meu brinquedo novo.

Pra recomeçar vamos cortar as lonas antigas e salvar as ferragens que estão por baixo, este montinho da foto é oque sobrou da lona…

Restos mortais de um teto de uma Camping Star

Depois foi preciso limpar tudo e pintar. Escolhi a cor Marrom conhaque porque o teto será bege e assim fica no mesmo tom.

Camping Star com teto novo

Mais umas horas de trabalho no final de semana renderam um teto novo para minha barraca Camping Star.

Usei lonas para toldo na cor bege que se estendem sem cortes desde a ponta até o final do teto na parte de traz, certamente não vou precisar daquelas lonas esticadas sobre a barraca para evitar água, tudo muito mais prático!

Na parte da frente um bastão dispensa a força de duas amarras presas à carreta para manter a lona esticada, além de dar elasticidade para o conjunto que poderá estar um pouco mais aberto ou fechado sem romper ou esticar demais a lona. Um pouco de tolerância não faz mal a ninguém!!!

Mais uma hora de trabalho no final da tarde e já tenho um toldo para a futura janela do quarto!!!

Finalmentes

Vedação da lona: Parte frontal da barraca. 5 Arrebites em uma barra chata de alumínio embutida na lona garantem a vedação e a tensão da lona frontal e o teto da barraca

Janela e toldo frontal mantém algo original na barraca

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."
  • Elidio Sardi

    Olá companheiro, tenho uma carreta barraca igual à sua.Gostaria de saber.Estou trocando o piso superior da minha ,qual seria a melhor espessura.10m ou 15m. Obrigado antecipadamente.