Motor Trailer 728×90

RE: Puxando um Trailer, seu carro está apto ?

#65824

GustavoN
Bloqueado

O efeito pêndulo realmente deve reduzir bastante, mas não entendo porque o banheiro na posição traseira seria muito relevante. Minha intuição é que o banheiro deve ser uma das partes mais leves do trailer hoje em dia, com vasos plásticos, um box de banho vazio, e com ausência de tulhas que possam carregar peso. O problema maior provavelmente é a cozinha (fogão, microondas, geladeira, talheres, etc), a parte elétrica do trailer (baterias, conversor), o gás, e as máquinas de ar condicionado, se for o caso. Há uns tempos estava falando com um amigo norte americano que tem trailer, e ele estava me dizendo que realmente as rodas na traseira ajudam bastante (segundo ele é lei os eixos na parte de trás), porém o peso em cima do carro realmente tem que ser levado em consideração. Por isso, é muito comum o uso de engates com distribuição de peso, e ele mesmo precisa usar um desses com o trailer dele de médio porte. Ainda assim, não resolve o problema por completo, mas ajuda. Ele também se mostrou surpreso que ainda usamos esses trailers com eixos centrais, pois se puxa “com qualquer carro” (palavras dele), mas de forma potencialmente insegura. Sem analisar o mérito da colocação, me parece que a intuição de que eixos atrás aumentam significativamente o peso sobre o engate e sobre o rebocador procede. Por curiosidade, a lógica dos engates com distribuição de peso é essa:

Edintruder wrote:
Evandro, se estiveres usando o engate original da L200 terás problemas sim, porém se estiveres usando um engate mais forte, não tem o que te preocupar. Um detalhe dos trailers da Apolo é que usam o banheiro no limite traseiro, concentrando bastante peso atrás dos eixos, dessa forma pode parecer que é muito pesado sobre o engate, mas na prática não deve ser muito diferente. O que me parece, é e o efeito de pêndulos nessa configuração se reduz bastante.

Vettura 728×90

CLASSIFICADOS: