Por conta de ocorrências de febre amarela, o IAP determinou o fechamento de algumas unidades do litoral paranaense por precaução. O Período é curto de apenas 15 dias, contados a partir do dia 24 de janeiro de 2019. Neste período estão suspensas a visitação do público. Os casos de febre amarela que atingiu o Estado de São Paulo, também chegou à divisa com o Paraná no vale do Ribeira. Os pesquisadores das unidades que estiverem com a vacina em dia poderão continuar seus trabalhos.

A morte de macacos é o termômetro da presença da febre amarela. Ao contrário do que se pensa, o macaco é tão vítima quanto nós humanos e não vetores como se diz por aí.

Das unidades fechadas, incluem-se duas que possuem área de camping e que constam no nosso guia de campings na versão WEB e APP (Android e IOS). O Parque do Marumbi em Morretes recebeu reformas no camping recentemente. Outro parque que também oferece camping é o Pico do Paraná. Além desses, também estão na lista de fechamento: Parque Estadual do Boguaçu; Parque Estadual Roberto Ribas Lange, Parque Estadual do Palmito, Parque Estadual da Graciosa, Parque Estadual do Pau Oco, Parque Estadual Rio da Onça; Parque Estadual das Lauráceas, APA Guaratuba e APA Guaraqueçaba.

O IAP pede para que caso sejam encontrados primatas mortos na região litorânea, é preciso informar o órgão, pelos números 41-3213-3462 ou (41) 3213-3830

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."