Publicidade:
 

No segundo ano de pandemia mal vimos janeiro passar. Apesar das restrições, o reveillon e temporada de férias escolares de verão foram bem movimentados no turismo. Destaque para o campismo e principalmente o caravanismo que cresceram no último ano dada a liberdade e o isolamento que promovem para uma família viajante. As empresas de aluguel de trailers e motor homes, algumas das quais surgidas recentemente, tiveram suas agendas totalmente repletas. Este ano o Carnaval será bem no meio de fevereiro. Porém a maioria das festividades foram canceladas e a folga do feriado ainda está para ser avaliada e arbitrada pelos municípios. Como será o turismo nesta ocasião?

Vai ter feriado de carnaval? O Carnaval não é um feriado estabelecido por lei federal. Só é estabelecido por lei municipal ou Estadual. Normalmente temos os exemplos do Estado do Rio de Janeiro que decretou por lei que a terça-feira é sempre feriado. Já o Estado de São Paulo decretou a terça como ponto facultativo. Por isso, independente da Pandemia, é preciso verificar quais são as regras normais para cada local. Como este ano é atípico, a decisão também será facultada aos municípios ou o Estado. O de São Paulo por exemplo decretou que em 2021 não existirá feriado e nem ponto facultativo naquela terça. Segundo o Portal G1, seguem as situações de alguns locais: NORTE: Boa Vista (RR): não é feriado; ponto facultativo foi mantido de segunda a quarta; Macapá (AP): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Manaus (AM): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Palmas (TO): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Porto Velho (RO): não é feriado; ponto facultativo foi mantido de segunda a quarta; Rio Branco (AC): não é feriado e não haverá ponto facultativo; NORDESTE: Aracaju (SE): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Fortaleza (CE): não é feriado e não haverá ponto facultativo; João Pessoa (PB): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Maceió (AL): não é feriado; ponto facultativo foi mantido na segunda e terça-feira; Natal (RN): não é feriado, mas ponto facultativo foi mantido; Recife (PE): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Salvador (BA): não é feriado e não haverá ponto facultativo; São Luís (MA): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Teresina (PI): não é feriado e não haverá ponto facultativo; CENTRO-OESTE: Brasília (DF): não é feriado; ponto facultativo foi mantido de segunda a quarta até as 14h; Campo Grande (MS): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Cuiabá (MT): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Goiânia (GO): não é feriado e não haverá ponto facultativo; SUDESTE: Belo Horizonte (MG): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Rio de Janeiro (RJ): é feriado na terça; não haverá ponto facultativo nos demais dias; São Paulo (SP): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Vitória (ES): não é feriado e não haverá ponto facultativo; SUL: Curitiba (PR): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Florianópolis (SC): não é feriado e não haverá ponto facultativo; Porto Alegre (RS): não é feriado e não haverá ponto facultativo.

Caso exista possibilidade de folga e porcentagem de ocupação de hospedagens, acampar poderá ser a melhor solução. Procurar por destinos naturais e mais isolados. Que tal fugir das programações e passeios em áreas urbanas e buscar parques, áreas naturais e até um wild camping? Existem campings com imensas áreas, com trilhas, cachoeiras e matas nativas que garantem o descanso e o isolamento de toda a família. Alguns parques nacionais, naturais ou estaduais também possuem áreas de camping ou estabelecimentos muito próximos. Mesmo em destinos de praia, é possível fazer uma programação tranquila e privada em campings bem equipados. A regra é seguir os cuidados que já conhecemos há quase um ano, usando máscara, munido de álcool Gel e tomando todas as precauções nas áreas de uso coletivo. Dá até pra bater aquele papo com o vizinho a distância.

O GUIA e APP MaCamp está repleto de destinos para o seu planejamento. Para não perder a viagem, não deixe de entrar em contato com o camping, perguntar sobre os cuidados que estão tomando, a porcentagem de ocupação que estão fixando e se é necessário reserva.

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here