Santo Inácio 728×90

Seu Raimundo é um aposentado motivado a criar um motor home para ia do Ceará ao Rio Grande do Norte. Lá está a família que não vê há cinco anos. Em meio as modernas placas solares e o desejado Video Cassete, o motor home do Seu Raimundo possui várias realizações. Sem desmerecer suas conquistas, é sempre bom alertar os sonhadores de alguns elementos que nunca devem fazer parte desta realidade, como a caixa de água suspensa (deve estar sempre na altura dos eixos).

1
Raimundo Henrique de Araújo, de 67 anos, quer ir até Mossoró com casa adaptada em ônibus (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)

A saída está prevista para junho e a chegada só no final deste ano. Um ponto interessante de seus anseios é mesmo conhecer a culinária e a cultura de cada Estado que passar. Ele e a esposa não tem pressa. O itinerário não será em linha reta. Ele passará pelo Mato Grosso do Sul para ver seu irmão e convidá-lo a acompanhar no passeio. Para isto está trabalhando em um novo beliche no ônibus que lhe custou R$ 32.000,00. Das adaptações nem faz contas, disse.

“Não tenho ainda noção de quanto vou gastar. Estou pegando algumas notas para apresentar ao Detran por conta das mudanças que estou fazendo. Mas muito material estou trocando por serviços que realizo e não tem como avaliar o preço. A placa solar eu já tinha, só comprei uma peça para adequar ao carro.”

Aposentado usou duas placas de captação solar para garantir energia dentro do ônibus (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)

(texto G1.com) A viagem será a dois. O idoso diz ter 21 filhos, mas apenas dois com a sua atual mulher, Luzia Marim, de 39 anos. Um deles já morreu e a outra está casada. Para ela, esse é o momento de conhecer estados novos e de relaxar. “Minha expectativa é de que faremos uma boa viagem. Já fui com ele de avião, mas desta vez será diferente, pois vamos conhecendo os lugares por onde passarmos”, completa. E pressa é uma coisa que Araújo não tem. De acordo com ele, não há ainda uma rota definida de quantas cidades deve conhecer, mas uma coisa é certa: cada uma será apreciada lentamente, sem correria. “Minha casa será dentro desse carro, aqui tenho tudo o que vou precisar. Quando estiver viajando, não terei pressa. Vou parar nas comunidades rurais e comer comidas típicas de cada região”, garante. E enquanto o dia da grande viagem não chega, o casal faz alguns testes e simula como seria percorrer as rodovias brasileiras contando apenas com a casa sobre as duas rodas. Nos fins de semana, eles pegam o motorhome e se instalam em alguma comunidade rural. “Atualmente já resido dentro do carro. Nos finais de semana, pego minha mulher e vou para alguma comunidade rural para ir me acostumando à rotina de viajante. Tenho vivido muitas coisas boas e respirando ar puro”, finaliza. Confira o video no link do G1.

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."