Carlos Alberto Matos leva a vida nômade. Mora na Kombi há oito anos viajando pelo Brasil. Sua ocupação principal é DJ, mas também exerce outras atividades quando necessário. Tudo para garantir seu sustento e seu maior prêmio desde que escolheu sair de São Paulo para ganhar o país: A Liberdade.

A Kombi é um modelo 1994 e foi comprada na Capital paulista com o intuito de viajar o Brasil. Possui um banco retrátil que vira cama, poucos armários e cozinha com fogão de duas bocas.

Morando em São Paulo, Carlos sempre gostou de viajar. Em Paraty, um dos destinos favoritos e que inclusive foi palco desta entrevista, começou um relacionamento que duraria alguns anos. Com a namorada, os cachorros que possuía na época e seu equipamento de som, compraram uma Kombi e partiram para a estrada. Ela curtia a vida mais estacionada nos destinos e por tempos mais longos e ele já prezava pela liberdade de trocar de quintal quando desse na telha. A separação foi inevitável e durante seis meses a Kombi permaneceu um pouco esquecida em Porto de Galinhas no Estado de Pernambuco.

De volta às estradas, uma nova namorada agora de nacionalidade argentina, o levou a visitar aquele país e fazer o teto “westfália” na kombi. Depois disso, aí sim fez as principais modificações internas para compor a casinha. “No momento a lona lateral está faltando, pois estragou.” declara Carlos.

 

A Profissão: Atuando como DJ, inclusive utilizando a Kombi dentro do evento para estruturar seu som, também faz diversas outras funções para sobreviver neste Brasilzão. Mecânico, pedreiro, pintor, garçom e guia turístico são algumas delas. Inglês e espanhol fluentes ajudam bastante a arranjar esses “freelas”.

GRUPO: Encabeçando o grupo VIAJANTES DE KOMBI, estava alerta para organizar o encontro em Lindoia-SP que aconteceria dias depois, no feriado de primeiro de maio. A paixão pela Van aproxima amigos de todo o país que de tempos em tempos se reúnem em eventos. (veja video no final do artigo)

LIFESTYLE: A alma de Carlos Alberto é do estilo de vida e a relação que o ser humano tem com o lugar, o espaço e seus semelhantes. Ele não mantém blog e nem canal no youtube. Prefere manter sua liberdade, anonimato e pensar no espaço e em como ele respeitará. A Kombi atrai muita gente e, por consequência, oportunidade de conhecer pessoas e oportunidades. A maior dificuldade nem é ganhar dinheiro, mas sim encarar o alto custo do combustível hoje em dia.

SEGURANÇA: Carlos não leva o medo consigo e nunca teve qualquer problema com segurança em sua vida nômade. O pensamento positivo sempre atrai coisas positivas. Esta é a lição que carrega na alma.

De posse da pequena verba momentânea, partiu com a kombosa para o interior de São Paulo. Nela carregava suas coisas, uma bicicleta e sua paixão pela liberdade subindo a Serra Paraty-Cunha. Em velocidade lenta, seja por ser uma kombi ou por pura opção, chega a lugares distantes e volta neles muitas vezes. Enquanto muitos sonham Carlos realiza… com paixão ao estilo e sem muito dinheiro no bolso. Abaixo, video sobre o grupo e seus encontros:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here