Pulsar 728×90

Falta menos de um mês para o ABETA SUMMIT 2018. O destino anfitrião desta vez será o Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó e o evento acontecerá de 26 a 29 de agosto na cidade-sede Conceição do Mato Dentro. O tema deste ano é “Conectando Pessoas, Produzindo Ideias” e como sempre atinge seu objetivo literal.

Desde 2004 o Abeta Summit é muito mais do que um congresso do meio do ecoturismo. Ali discute-se ações e estratégias que fortalecem e geram novas oportunidades para a vida ao ar livre. Ali se conhecem pessoas e se desenvolvem temas que são defendidos de diferentes pontos de vista para que todos cresçam. Logo após a parceria ser firmada e o evento ser confirmado no Parque da Serra do Cipó, a ABETA já elaborou formas de colaborar com a região, organizando cursos e oficinas de capacitação para aqueles se estarão envolvidos na realização do evento.

CMC – Conceição do Mato Dentro-MG

“Desde a primeira visita da ABETA à região, temos trabalhado de várias formas a capacitação dos agentes locais do turismo através de palestras sobre temas relevantes ligados ao setor, reuniões específicas sobre o Summit e reuniões com gestores públicos municipais tendo o turismo como tema central”, falou a gestora do Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó Ana Paula Caldeira.

EM 2017: MaCamp Representou o Campismo no Abeta Summit 2017 – Em nossa segunda participação no Abeta Summit, pudemos representar o Campismo e o Caravanismo brasileiro no maior congresso de ecoturismo da América Latina. Juntamente com a ABRACAMPING pudemos discutir, inspirar e levar nossa atividade até os mais importantes representantes do turismo do país. Foram cinco dias de intensas atividades, palestras, painéis e troca de experiências e contatos, inclusive ministrando uma palestra específica sobre a implantação de áreas de camping e caravaning em diversos equipamentos. [veja mais]

As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas no site oficial: abetasummit.com.br


9 Motivos Pra Não Perder O Abeta Summit Serra do Cipó

O ABETA Summit é o maior encontro da vida ao ar livre do Brasil, reúne empresários, especialistas e agentes protagonistas do turismo de natureza do país e de outras partes do mundo. Só isso já seria um grande motivo para participar do evento que oferece conteúdo de verdade para os participantes, além de, claro, discutir e promover ainda mais a cultura do ecoturismo e turismo de aventura.

Mas, para você que ainda está em dúvidas, listamos 9 motivos para não perder o ABETA Summit, que este ano acontece no Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó, entre 26 e 29 de agosto.

Capacitação, inspiração para novas práticas e novas parcerias

Motivo que permeia a cabeça de muitos participantes, com certeza não vai faltar inspiração para pensar em novas formas de ação dentro do ecoturismo e turismo de aventura. O mesmo se pode dizer sobre capacitação e novas parcerias.

“O ABETA Summit é um respiro necessário, que recicla o corpo e a mente de quem trabalha no nosso segmento”, comentou Carol Maria, da Atalaia Receptivo Noronha.

Para ela, que em suas palavras ficou “impressionada com a qualidade dos temas e pessoas que palestraram”, o evento organizado pela ABETA é um momento único, no qual é possível debater e praticar a vida ao ar livre com profissionais que são referência no assunto.

“Participei de debates e grupos de trabalho que não só me capacitaram tecnicamente, mas principalmente estimularam novas ideias para aplicarmos no dia a dia, assim como excelentes parcerias para o negócio”, finalizou a associada ABETA.

Networking, troca de experiências e possibilidade de sair da rotina

Quem trabalha com turismo sabe como é importante ampliar sua rede de contatos e conhecer novas pessoas. No ABETA Summit isso é muito corriqueiro e, mais que contatos, grandes amizades e parcerias são seladas. Tudo isso com o plus de sair da rotina, mesmo que o turismo de natureza já ofereça isso quase que automaticamente.

Para o responsável pelo marketing da agência e operadora de turismo Nattrip, Vinícius Viegas, é isso o que motiva a ele e outros representantes da empresa a participarem do ABETA Summit.

“O que nos motiva é o networking com outros empresários do trade, além do aprendizado durante o evento e a possiblidade de sair da rotina e vivenciar experiências com outras pessoas”, explica Vinicius.

Ele ainda afirma que não há nada melhor que essa troca de experiências: “isso nos traz muita inspiração para pensarmos em novas ferramentas e novas formas de atuar no segmento. É o momento do ano que nos dedicamos para rever antigo amigos, conhecer outros novos e, por isso, é muito importante essa reunião em prol da vida ao ar livre.”

Renovar a cabeça e estar perto de quem fortalece o segmento

Ela está em Portugal, mas nem os milhares de quilômetros a impede de participar todos os anos do ABETA Summit. Para a atual vice-presidente da ABETA e diretora da Your Way Noronha Adriana Schmidt, renovar as ideias é algo imprescindível para quem trabalha com o turismo de natureza.

“Nós precisamos disso, oxigenar a cabeça e renovar nossas ideias, ouvindo atentamente o que os palestrantes, colegas e empresários de outros destinos do Brasil têm a dizer”, comenta a Drica, como é conhecida.

Além disso, ela afirma que é essencial estar junto de quem faz acontecer o ecoturismo e turismo de aventura. “Temos que nos aproximar, estar mais juntos e fortalecer esse grupo de apaixonados pela vida ao ar livre, empresários e atores do segmento. É preciso estar lá para fortalecer ainda mais o nosso associativismo”, explica ela, que acredita, ainda, que não se pode deixar essas vozes se dispersarem.

“Acredito que, quando bem organizado e acima de tudo unido, o turismo de natureza será capaz de ter mais voz e mais peso num contexto nacional, principalmente no que se diz respeito a políticas públicas para o nosso segmento”, finalizou a vice-presidente da ABETA, que não perde um ABETA Summit desde 2006.

É uma possibilidade para quem ama a natureza e ainda não encontrou sua vocação

Por toda sua potencialidade, pelos motivos listados acima e também pelos benefícios que o contato maior com a natureza oferecem, o ecoturismo e o turismo de natureza são ótimos caminhos para quem deseja se inserir no mercado de trabalho. Ainda mais para quem ama, respeita e preza pela conservação dos ambientes naturais, nada melhor do que trabalhar fazendo aquilo que gosta, como todos os participantes que foram entrevistados neste texto.

Decar Trailer 728×90
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."