Publicidade:
 

A Família Goldschmidt é composta por quatro aventureiros que juntos formam uma família muito especial. Era uma espécia de “família Schurmann” da terra (Nem sabemos qual o nível de inspiração que houve neste projet). Peter, Sandra, Erick e Ingrid iniciaram suas aventuras em 1999 com a Expedição Giro Pela América e desde então já percorreram mais de 90 mil quilômetros a bordo de um motorhome carinhosamente batizado de Pégaso. Dentro desta “casa sobre rodas” a Família visitou 5 países e quase todos os estados brasileiros. A ideia era de viajar bem mais pelo mundo e lançar ao menos três livros, mas infelizmente não passou do primeiro.

Quando não estavam na estrada, a Família usava o seu tempo ministrando palestras com temas educativos, sociais e motivacionais. Além disto, os Goldschmidt estavam sempre em busca de uma nova aventura, uma oportunidade para estarem juntos, viagem e trabalhos.

OS INTEGRANTES:

Peter Paulo Goldschmidt tem 45 anos, é empresário, escritor e videomaker. Escreveu dois livros, produziu vários documentários em vídeo e hoje divide seu tempo entre o projeto, as palestras e o site de turismo da Familia, a Gold Trip. Gosta de tênis, surfar, andar de bicicleta, escrever e assistir a um bom filme.

“Tenho tido uma vida cheia de aventuras. Já passei por poucas e boas, mas aprendi que a cada dificuldade vencida, a gente cresce mais um pouco. Sou grato a Deus por tudo o que ele me permitiu fazer em todos esses anos.”

Sandra Yamagishi Goldschmidt, tem 44 anos e é casada com Peter há 22. Mãe exemplar, cuida com atenção do bem estar de sua Família. Sandra também é professora e fotógrafa. Seu passatempo predileto é viajar. Costuma sempre registrar tudo.

“Amo conhecer lugares novos, povos e culturas distintas e principalmente de fotografá-los.”

Peter Erick Goldschmidt – 18 anos – Cursa o 1° ano do ensino superior – Comunicação social. É sempre alegre e muito ativo. Gosta de surfar, jogar futebol, ver filmes e Formula 1. Está sempre pronto a ajudar os outros e é um ótimo palestrante.

“Gosto muito de viajar no motorhome e de fazer as expedições com minha família. Com eles aprendo um montão de coisas e conheço vários lugares.. Prendendo fazer a faculdade de comunicação e me especializar em Rádio e TV.”

Ingrid Goldschmidt – 16 anos – Cursa 2° ano do ensino médio. É a caçula da Família e tem o apelido de Guigui. Participa ativamente de cada expedição e está sempre pronta para ajudar sua mãe a pôr ordem em tudo. Adora animais, conputadores, ouvir música, desenhar e assitir a bons filmes.

“Gosto muito de animais. Quando viajo, morro de saudades das minhas gatas, Matilda, Mary e Ariel. Ainda bem que a Pepita viaja conosco”.

Pepita Gold, é a mais nova integrante da família. Foi adotada em Alagoas em Abril de 2003, quando tinha apenas dois meses de idade. Desde então viaja e mora dentro do motorhome Pégaso. Pepita é uma autêntica representante de uma grande variedade de raças caninas, guardando em si o melhor de cada uma delas. Esperta e brincalhona está sempre pronta para qualquer aventura. Já escalou montanhas, navegou no Amazonas, enfrentou jacarés e piranhas e saiu “quase” ilesa.

O LIVRO

Na época a edição se esgotou rapidamente. Nunca mais teve uma nova, hoje totalmente raro pode ser encontrado em sebos pela internet. Este livro conta a expedição de Família Goldschmidt a bordo de um MOTOR HOME pela América. Dá dicas e é uma ótima indicação para quem deseja viajar de motor home por Chile, Argentina. Uruguai e Paraguai. Foram 331 dias de viagem, com dificuldades como as quebras do veículo e o clima inóspito, mas, acima de tudo, com recompensas como a solidariedade humana diante dos imprevistos e as paisagens fantásticas da América do Sul, registradas em foto belíssimas. Esta obra é o relato da primeira das três fases do projeto Giro pela América, A segunda etapa, vai explorar as regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, além da Venezuela; a terceira fase pretende abranger o norte do Chile, Peru, Bolívia, Equador e Colômbia.

O MOTOR HOME

A Família Goldschmidt, durante o seu Giro Pela América, viajava e vivia a bordo do motorhome batizado de Pégaso. Motorhome é uma palavra inglesa que significa literalmente “motor-casa”. O motorhome da Família foi construído sobre um chassi de ônibus Mercedes e tem 12 metros de comprimento por 2,5 m de largura. Dentro deste pequeno espaço de apenas 27 m², os Goldschmidt construiram um lar e colocaram todo o conforto que uma casa necessitava. É no Pégaso que a Família vivia, estudava, trabalhava e viajava. Para facilitar a realização do seu trabalho, a Família Goldschmidt também levava consigo um veículo Kangoo / Renault que funcionava como carro de apoio para a gravação de reportagens.

Na parte dianteira ficam as poltronas do motorista e dos passageiros. Para se guiar pelas estradas e como sistema de segurança a Família utiliza o sistema de rastreamento da Sulcom, além de um GPS portátil (muito moderno para a época, final dos anos 1990).

Logo em seguida fica a sala que é divida em duas partes. Na esquerda estão os equipamentos de lazer como tv, vídeo, videogame, a biblioteca e a videoteca. Na direita fica a área de trabalho que possui um computador e a mesa onde as crianças estudam. Este computador é conectado na internet através do sistema Globalstar de comunicação via satélite. Nos dois lados existem mesas que se transformam em sofás conforme a necessidade do momento.

Após a sala, e junto a porta de acesso está a cozinha composta de uma pia, armários, fogão com forno e uma geladeira que funciona com eletricidade e gás.

Em frente a cozinha está o banheiro social, que possui pia, sanitário, chuveiro e aquecedor a gás.

Após o banheiro fica o beliche onde dorme o Erick e a Ingrid. A privacidade das crianças é garantida por cortinas e iluminação independente. Em frente e embaixo dos beliches estão os armários onde as crianças guardam seus pertences.

No fundo do motorhome fica o quarto de casal que contém uma cama bem ampla, armários e um segundo banheiro, transformando a peça em uma suíte. No quarto há também um ar condicionado.

Outros equipamentos

O motorhome contava, além de um isolamento térmico, com um sistema de três condicionadores de ar, que garantiam a família uma temperatura agradável durante suas paradas. Na parte externa, o Pégaso levava 4 bicicletas. Nos compartimentos inferiores estavam a máquina de lavar roupa, um gerador e os bagageiros.

Kangoo: Em lugares onde o motorhome não chegava, os Goldschmidt utilizaram um veículo de apoio Renault Kangoo 1.6 RN. Neste veículo, a família realizava pequenos percursos para conhecer melhor cada região visitada. A Kangoo foi escolhida por preencher as necessidades fundamentais da expedição, que precisa contar com um veículo de apoio forte e confiável. Ele apresenta muitos itens importantes com por exemplo: grande espaço interno, suspensão reforçada e itens de segurança imprescindíveis. No Kangoo estavam instalados racks da , que serviam para os transporte das bicicletas.

A EXPEDIÇÃO

A Expedição GIRO PELA AMÉRICA foi criada em 1998 com o objetivo de mostrar ao povo brasileiro as belezas naturais e culturais que existem perto de nós, tanto no Brasil como nos países que formam a América do Sul. O projeto é realizado pela Família Goldschmidt, que irá percorrer todos os países da América do Sul e todos os estados brasileiros em busca de novos roteiros turísticos. Durante as expedições, os Goldschmidt realizam reportagem em vídeo, áudio e texto que são divulgadas por vários meios de comunicação. Cada etapa será transformada em um livro, um DVD e um programa para televisão.

CONE SUL: A primeira fase do projeto Giro Pela América teve o objetivo de adquirir experiência e de mostrar a capacidade de organização e determinação da Família Goldschmidt. Esta fase foi completada com total sucesso tanto no aspecto profissional como no pessoal. Durante os 331 dias da aventura, a Família enfrentou neve, vento, temperaturas glaciares, sol escaldante e altitudes extremas. Os Goldschmidt percorreram nesta fase mais de 31 mil quilômetros através do sul do Brasil, Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai. Salto Grande – PN Torres del Paine: As dificuldades e os imprevistos aconteceram, mas foram superados. Delas foram tiradas lições preciosas de determinação e criatividade. Durante a viagem, o ambiente hostil obrigou os Goldschmidt a se adaptarem a novas condições e a superar obstáculos. O momento mais grave foi durante o inverno em Comodoro Rivadávia, no sul da Argentina. Devido a um conserto malfeito por um mecânico local, a família perdeu parte do motor do motorhome e, durante 80 dias, ficou instalada no meio-fio, em frente a uma padaria, em busca de peças de reposição. “Foi o inverno mais duro da minha vida com sensação térmica de menos 20o graus e ventos com mais de 100 km/h e muito frio. Rio congelado na Patagônia: As dificuldades não tiraram a vontade de executar a segunda fase do projeto. Para os Goldschmidt, não há melhor escola para adultos e crianças do que viajar e aprender com a viagem. E por falar em aprender, neste período da viagem, Peter Erick e Ingrid tiveram a mãe, professora há 17 anos, como instrutora.

Desta primeira etapa, os Goldschmidt trouxeram a bordo do seu “ônibus-casa” muitas informações, histórias e aventuras, além de milhares de fotos. Todo este material está disponível ao público através de uma fita de vídeo, um livro e também das palestras apresentadas pela Família.

BRASIL: A Família Goldschmidt a bordo do seu motorhome Pégaso e contando com o apoio de um veículo Kangoo / Renault completou a segunda fase do projeto Giro Pela América que visa descobrir e divulgar novos roteiros turísticos na América do Sul. Nesta segunda fase, os Goldschmidt percorreram em 434 dias as regiões sudeste, nordeste, norte e centro-oeste do Brasil, em uma expedição que buscou conhecer um pouco das belezas naturais do nosso país. A expedição começou por São Paulo, percorrendo nos primeiros meses os estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. Depois os Goldschmidt visitaram durante 6 meses vários estados do nordeste até chegarem a Belém do Pará, um dos portais da região Norte. Dentro da Amazônia, a família embarcou seus veículos em balsas e percorreu mais de 3 mil quilômetros pelos rios da região, visitando o baixo Xingú, a ilha do Marajó, a Ilha Mexiana e a região de Manaus. Depois subiu novamente de barco o Rio Madeira e atravessou por estrada os estados de Rondônia, Mato Grosso e Goiás. Em Brasília os Goldschmidt foram recebidos em audiência pelo Presidente Luis Inácio Lula da Silva e pelo Ministro do Turismo Walfrido Mares Guia. Nodia 08 de Janeiro de 2004, a Família retornou para São Paulo onde já começou a planejar uma nova aventura. “São tantos os lugares que vistamos e tantas belezas que descobrimos que seria impossível citá-las todas. Cada estado tem sua característica e lugares belíssimos que precisam ser divulgados”, diz Peter.

Culinária: Durante sua passagem pelo estados brasileiros os Goldschmidt tiveram também a oportunidade de ver e provar diversas comidas e temperos. Os pratos mais inusitados foram: Doce de Coroa de Frade (cacto) e salada de urtiga em Piranhas (AL), rabo de jacaré em Penedo (AL), pratos cobertos com muito queijo coalho em Gravatá (PE), Gororoba e Rubicão em João Pessoa (PB), Buchada de bode em rio Tinto (PB), refrigerante de Caju em Juazeiro (CE), doces de casca de maracujá e limão em Parnaíba (PI), Tucupi e Tacacá em Belém do Pará, lasanha de Tucumã em Manaus (AM), Caldo de Piranha em Mato Grosso, Arroz com Pequi em Goiás e salada de flores silvestres em Brasília. Tudo isto além de dezenas de tipos diferentes de peixes e de carnes. A culinária brasileira é uma das mais variadas e saborosas do mundo

Ações Sociais: Mais nem só de turismo vive a Família Goldschmidt. Nesta fase da expedição eles adotaram duas campanhas de ação social visando promover e incentivar a melhoria na qualidade de vida das regiões visitadas. Foram dezenas de cidades visitadas, onde a Família apresentou palestras e distribuiu folhetos e revistas sobre as campanhas: 1- Economizando Energia – Em associação com Furnas Centrais Elétricas, promovendo a economia de energia e a melhor utilização dos recursos naturais. 2- “Água + Cloro = Saúde” – Em parceria com a ABICLOR , promovendo o saneamento doméstico (limpeza de caixas d´água) e higienização dos alimentos através do cloro. (Abiclor – Associação dos produtores de álcalis, cloro e derivados)

As duas campanhas tiveram uma grande aceitação por parte da imprensa e atingiram de forma direta e indireta mais de 3 milhões pessoas em 17 estados brasileiros. Foram realizadas mais de 100 palestras em escolas e instituições públicas e privadas, além da distribuição de kits com materiais educativos. Depois desta etapa os Goldschmidt dedicava o tempo na elaboração do livro e do documentário em vídeo a serem lançados em breve a na apresentação de palestras motivacionais, onde as aventuras vividas nesta fantástica viagem serão a base para incentivar a as pessoas a realizarem seus sonhos de vida e vencer desafios. Os Goldschmidt também organizam até hoje expedições e viagens para pessoas que pretendem conhecer os lugares visitados por eles.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here