SOS -Turiscar Diamante

Visualizando 10 posts - 11 até 20 (de 37 do total)
  • Autor
    Posts
  • #64141 Responder

    Pouco “material” foi ótimo rsrs Minha experiência é puxar carroça de hot-dog, logo até o ‘braço’ atende…mas to com os amigos, a L200 é um baita rebocador assim como tantas outras pick ups por ora rejeitadas (ou não elencadas prioritariamente)…sobre o trailer realmente você esta prestes a adquirir o hors concours da categoria, pense apenas no quesito mobilidade…talvez para 3 pessoas um de menor dimensão te satisfaça a altura…ai vai também do estilo de viajante que és, período de permanência nas estradas, distâncias encaradas…é isso, boa sorte e nos mantenha informado da saga! Abraços

    #64160 Responder
    Capt.A330Capt.A330
    Participante

    Bom dia Gualter; como você citou meu nome, me parece deselegante não te responder, e por isso, eis as minhas considerações, partindo do pressuposto de que são minhas opiniões particulares, e que estou muito, mas muito longe mesmo de ser dono da verdade. Aclarado este ponto, vamos aos fatos; Contra, um Trailer grande custa mais para adquirir, mais para consertar ou recuperar, causa maior gasto de combustível no rebocador, paga mais pedágio do que um de um eixo só, e requer um estacionamento de maior dimensão. Pro: Após (e antes mesmo de vender, se for o caso), tem maior valor, o gasto a mais de combustível geralmente não é muito num veiculo com a força da Tritón, a segurança de dois eixos numa longa viagem é incontestável (já aconteceu comigo vindo de Bariloche, e quase nem notei que tinha estourado um pneu, tal a estabilidade, que tive a oportunidade de experimentar, nas curvas das estradas do Brasil, as longas retas das estradas Argentinas e as curvas fechadas da Ruta 40, as ondulações encontradas no Uruguay, e o rípio da Patagônia Chilena); o espaço interno é suficiente para longas estadias sem claustrofobia, em especial quando chove vários dias seguidos, e ao mesmo tempo, a largura de 2, 20 metros do Diamante, fazem conque seja mais ágil nas estradas, reduzindo o consumo do rebocador, e não sendo largo demais na hora de enfrentar transito pesado ao entrar numa cidade grande. Uma coisa que considero importante em grau sumo, é fazer, antes de comprar, uma criteriosa inspeção pre-compra, de preferencia numa oficina especializada ou por uma pessoa idônea, que tenha muita experiencia em Trailers, especialmente no que considero os pontos críticos: o estado do chassis, e as possíveis infiltrações, sua ubicação, grau de comprometimento, e valor para refazer à novo toda a parte afetada e adjacentes. O demais, pintura, rolamentos, elétrica, etc., são coisas, que si bem importantes, demoram menos tempo e são relativamente mais baratas de consertar. Sobre o espaço, o fato de ter um beliche, e não ter todos os dias que montar mesa/cama e vice-versa, aliados à um banheiro com box, fazem muita diferença! Sobre o vaso que você comenta, o fixo, original ou novo, é bem melhor e mais pratico, ao não precisar corriqueiramente pegar o móbil, relativamente pesado, e manipular o mesmo num espaço reduzido, como o do banheiro em questão. O espaço do beliche superior, pode virar, como foi no meu caso, um enorme e pratico deposito para teus equipamentos, e eu ainda pedi para lacrarem as portinholas dianteiras da tulha que se encontra debaixo da cama do casal, para assim poder levar coisas, como roupa de cama para lugares frios, sem entrar poeira nem água. Sobre o fato de rebocar com a Triton, ela vai bem com o Diamante, como podes ver em http://portal.macamp.com.br/forum/showthread.php?tid=4515 , no relato da nossa viagem Curitiba-Ushuaia-Curitiba em 2013, justamente num comboio formado por uma Triton e um Diamante; as cousas do que te falo são experiencias próprias, no rodar de mais de 30.000 kms. com um Diamante, sendo mais de 10.000 kms, com a Triton e o Guanaquito, e te direi que mesmo tendo rodado já um pouco, ainda tenho muito para aprender. Um par de fotos da viagem: DSC01578_1536x864.jpg upload a picture DSC00533_1024x768.jpg free pic E não comentei ainda o vinculo afetivo que um Turiscar Diamante pode gerar, como a minha paixão pelo Guanaquito…más aí, entraremos no campo da Metafísica, e começaremos a divagar… Estou às ordens para o que puder ajudar; grande abraço. Dardo.

    #64161 Responder
    Avatargualtersp
    Participante

    Dardo, desculpa te mencionar no post, mas toda a vez que me pego em dúvida sobre comprar ou não o diamante, procuro uma das suas Postagens pra me motivar. A minha principal preocupação é realmente a mobilidade de um trailer de 7m tanto na segurança de transporte como nas limitações de espaço.

    #64164 Responder
    Capt.A330Capt.A330
    Participante

    Gualter, desencana, sem problemas, estou neste (e somente neste no Brasil) Fórum , para ajudar a todo aquele que precisar, assim como eu já fui muito ajudado por pessoas que nem conheço pessoalmente, e também por aqueles à quem tenho a honra de conhecer do querido MaCamp. Sobre o tamanho, não se preocupe, pois rebocar um Caravana, requer o mesmo cuidado que um Diamante, e logo você aprende como manobrar com os 3,30 mts. dum Tangará, ou os 6,60 mts. dum Diamante…afinal, imagino que você não começou aprendendo a dirigir numa Triton e sim num carro bem menor, e adaptação é rápida e tranquila. Tempos atrás, retornando dum VQQ em Bertioga, dirigi rebocando um pouco o KG 450 de meu amigo e irmão Polini, e vi que mesmo rebocando um Trailer mais curto e leve, dum eixo, o meu cuidado e atenção eram exatamente os mesmos do que dirigindo com o Guanaquito à reboque…sim, pode ser que na hora de estacionar, principalmente de dar a ré, sentisse um pouco de dificuldade, mas por causa de não ter intimidade com o 450, e não porque fosse mais fácil, ou mais difícil, e nada que numa semana de rebocar e estacionar, não resolvesse. Agora, me desculpa ser repetitivo, mas por favor, dá muita, mas MUITA atenção mesmo à inspeção de pre-compra, para não ser lesado financeiramente, e o que é pior, ser lesado na tua empolgação com o Diamante, pois eu te entendo, ver um Diamante, deslumbra à gente com seu brilho…e se não acreditar, pergunta para tua esposa se ela gosta de diamantes…:desconfiado::D:D:D Mais um par de fotos do binômio Triton-Diamante: DSC01352_1536x864.jpg image upload with preview DSC00384_1536x864.jpg image uploading site Um abraço Gualter, e conta comigo para o que puder te ajudar. Dardo.

    #64171 Responder

    Para de humilhar a gente com essas fotos do Ushuaia, Dardito….. que coisa……. rs

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #64175 Responder
    AvatarRicardo
    Participante

    Grande DARDO Como dizem existem os trailers e os [emoji184][emoji184] Qto a rebocar com a triton , esse carro é um trator , vai sem medo !! Boa sorte ! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

    #64190 Responder
    PoliniPolini
    Participante

    Qualquer caminhonete disponível no mercado hoje (obviamente das médias para cima) é perfeitamente capaz de tracionar um Diamante. O grande problema é que sempre queremos “puxar a brasa” para esta ou aquela marca, para este ou aquele motor. Mas, buscando os nossos sonhos, e respeitando as características inerentes ao veículo que estamos utilizando, não há questão que nos impeça de realizar nossos objetivos. Dependendo do veículo rebocador conseguimos subir a serra a 80 km/h, com outras a 60 km/h (e até a 40). Mas chegamos. Lembro-me quando estava para adquirir meu primeiro trailer e o Roberto Larangeira (com g mesmo) me disse algo que ficou gravado: “Se você tem um rebocador com sobra de potência, pode até se dar ao luxo de sair na hora, mas se é um pouco mais fraco, saia umas horas antes. Se for muito fraco mesmo, saia no dia anterior, mas vá”… Só ressaltando o que já escrevi em outra postagem: a condução de um trailer (de qualquer tamanho ou peso) deve ser pautada no cuidado e PREVENÇÃO. Eles não perdoam excesso de velocidade, freadas abruptas e variações bruscas de direção. Observando isso, creio que você não haverá problemas… principalmente com uma Triton. Claro que ninguém vai se aventurar em rebocar um Diamante com um fusquinha ou com a “Velha Senhora” do Davi…

    #64193 Responder
    Andre AmericanaAndre Americana
    Participante

    Polini!! Parabéns!!!!! Finalmente um comentário coerente.. Eu fico “puto” quando vem um gênio e diz: seu carro não serve.. e muito fraco… perde velocidade na subida…. Ai ja desanima o cara a ter um trailer pois acha que precisa de 500 cv p puxar. Se tem potência beleza.. se não têm, sai mais cedo. Quando eu tinha safari,costumava sair com um casal de S10 puxando um 330. Nos trechos planos a safari andava mais, nas subidas andava menos, e no final da viagem chegávamos juntos… e olha que ela tem 48cv e 2.5 toneladas… Pressa pra quê? Estou passeando mesmo. Abraços Enviado usando maquina de escrever ano 1880

    #64195 Responder
    AvatarRonald Ataulo
    Participante

    Gualter e amigos do MaCamp, Quando eu iniciei o assunto polêmico sobre o carro, e pensava ser a L200 antiga motor 2.5 a diesel e não a L200 Triton. Não fiz o comentário por conta de potencia ou velocidade de viagem, foi somente por conta de um problema cronico existente neste motor 2.5 em específico de super aquecimento. Eu sou proprietário de uma oficina mecânica especializada em motores a diesel Picapes, Utilitários Esportivos e Veículos 4×4 e costumamos receber com muita frequência proprietários deste veículo com o cabeçote queimado. Por esta razão sempre alertamos os clientes sobre a característica deste motor. Quando puxamos trailer, principalmente o Diamante com seus 2000 kg, o motor passa a ser bastante exigido!! Até mesmo em nossos passeios da agência de turismo “Mundo Off-Road” estes motores sofrem com problema de super aquecimento. Nossa agencia tinha uma com esta característica e estourou 4 vezes o cabeçote até quando tivemos que realizar uma adaptação muito conhecida no mercado chamada de “Kit frio L200”. Subir a serra devagar realmente não é nenhum problema, principalmente pelo fato de ser um prazer rebocar o trailer, no entanto, correr o risco de perder o motor é outra coisa. Cabe aos amigos com mais experiência alertar o que é mais indicado e o que é menos indicado. Quanto a L200 Triton com motor 3.2 a diesel e 38 kgf de torque, é realmente um trator, como dito pelo amigo Ricardo. Espero não ter sido mal interpretado!!! Ah… os veículos L200 2.5 a partir do ano 2008 já tiveram este problema resolvido pela fábrica. A nossa era ano 2004, por isso tivemos muito problema com ela!!! Esta L200 verde era a de nossa empresa “Mundo Off-Road” [attachment=7363]


    Ronald Ataulo
    Trailer Turiscar 6.5 (New Pipoca)
    Santos-SP
    www.boraprocamping.com

    #64202 Responder
    AvatarEdintruder
    Participante

    Vou me unir ao Ronald para apontar alguns veículos que devem ser evitados com o propósito de rebocar trailers. Embora exista um mito construído em cima dos motores diesel, existe uma linha que é fraca para esse propósito, especificamente os asiáticos Kia Sportage antigos, Hilux SR5 2.8, Hilux SW4 até 95 também 2.8, L200 até 99 com 87cvs, picape peugeot SRD504 e S-10 2.5. Todas essas que postei tem problemas de pouca potência, baixo torque e pouca capacidade de reboque. A S-10 2.5 se for repotenciada dará conta sem problemas. As Hilux quadradas 2.8 se turbinadas poderão até rebocar com facilidade, porém o motor fica sujeito a quebras de virabrequim nesse uso com turbo compressor. Da linha moderna todas dão conta, mas é interessante evitar a S-10 manual devido ao problema ainda não resolvido do volante bi-massa montado com um disco de pouca área de atrito. Vale comentar que a Ford está com problema de distribuição de peças e isso gera demora em caso de alguns problemas mecânicos na Ranger, especificamente com motores 3.2 5 cilindros.

PARTICIPE DO FORUM PELO FORMULÁRIO ABAIXO.
Visualizando 10 posts - 11 até 20 (de 37 do total)
Responder a: SOS -Turiscar Diamante

You can use BBCodes to format your content.
Your account can't use Advanced BBCodes, they will be stripped before saving.

Sua informação:




ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: