Uruguai de trailer 2015/2016

Visualizando 10 posts - 21 até 30 (de 35 do total)
  • Autor
    Posts
  • #65720
    Pelagio
    Participante

    Se eu estivesse aí garanto que não ia passar em branco; e feliz ano novo !

    #65721
    Capt.A330
    Participante
    GustavoN wrote:
    Pois então! Mas tudo bem.. Garanto que eles não teriam ido embora se soubessem que minha esposa tinha preparado uma das especialidades dela.

    Hmmmm… Gustavo, você teve sorte de eu não estar lá…não ia sobrar dessa delicia nem para as formigas! :desconfiado::D:P:P Feliz 2016, com muitas viagens tão lindas quanto esta; abraços! Dardo.

    #65726
    Ronald Ataulo
    Participante

    Barbaridade che….kkk Gustavo, foi muito legal conhecer você, sua família e o seu trailer. Pena que ficamos em camping diferentes…em breve marcamos um vqq

    #65760
    GustavoN
    Bloqueado

    Valeu Pelagio e Dardo, um feliz ano novo pra vocês e pras familias também! Pelagio, vocês estão pertinho aqui né? Temos que marcar um acampamento aqui pela volta. Dardo, com certeza providenciaremos uma torta para celebrar um encontro por aí. Ronald, fica pra próxima..

    #65767
    PaulaArte
    Participante

    Fotos maravilhosas….aqui encantada…. Paula.Arte Nozes e a Barraca

    #65774
    GustavoN
    Bloqueado

    Fico contente que estejas curtindo, Paula! Vamos continuar a história então.. Na segunda-feira mesmo, depois de curtir um pouco a cidade, saímos de Enrique Martínez pelas 5:45 da tarde rumo a Punta del Este. Inicialmente tivemos que retornar até Treinta y Tres, grande parte na mesma estrada secundária estreita e remendada que fomos, porém agora de dia. Depois pegamos a Ruta 8 que é fantástica: [attachment=8126] E então passando Mariscala dobramos a esquerda rumo a Punta pela Ruta 39, que é mais estreita e bastante acidentada. Ao todo eram 280km, então pegamos um tanto de noite nesta parte da estrada, o que não foi uma idéia muito boa. Mas calma e atenção nos levaram até a entrada da cidade tranquilos. Na estrada mesmo havíamos ligado para o camping San Rafael para ver se haviam vagas para aquele dia ou se precisaríamos de um plano B, mas eles confirmaram a reserva. Ao chegarmos encontramos mais ou menos o que esperávamos: um camping bem mais urbano, com menos espaço, porém muito bem organizado. Nossa vaga era bem na frente para nossa sorte, pois ficava perto da piscina infantil e dos brinquedos da praçinha: [attachment=8127][attachment=8128] Curiosidade: nosso vizinho ao lado vendeu o diamante dele para um uruguaio por 15 mil dólares enquanto estávamos lá. Ele também bateu de ré na nossa S10, com vontade! Para sorte de todos os ferros de reboque seguraram grande parte do problema e não houveram maiores consequências. Mas sem mágoas.. Eram gente boa ele e a família. Aliás fizemos vários amigos no camping nos dias que ficamos lá. Alguns por conta de nosso filho que não tinha muita cerimônia para conversar com todos e entrar nos RVs alheios. :-) Pegamos alguns contatos para seguir conversa depois. Como planejado, ficamos vários dias lá, curtirmos bastante os recursos do camping, passeamos pela região, e brindamos o ano novo na beira mar: [attachment=8129][attachment=8130][attachment=8131] Aqui o sol se põe atrás do centro de Punta (a ponta de Punta, propriamente dita), e a vista é desde a praia vizinha de Manantiales: [attachment=8132] Após a virada do ano, na sexta-feira, deixamos o camping praticamente lotado e saímos com a proa para o norte, em direção ao Parque de Santa Teresa. Continuamos em seguida…

    #65952
    GustavoN
    Bloqueado

    Seguindo então, na sexta-feira depois da virada de ano novo acordamos sem muita pressa, acertamos as contas, nos despedimos dos novos amigos, e saímos rumo ao Parque de Santa Teresa. O caminho mais bonito seria pela beira do mar, mas não queríamos encarar a muvuca que fica o trânsito em La Barra e Manantiales nessa época. É chato até pra passar de carro.. imagina de trailer. Então pegamos em direção a San Carlos para encontrar a Ruta 9. Nossa subida foi muito tranquila, apesar do movimento bem maior. A estrada era ótima, e o fluxo andava mais rápido do que nós, então era só colaborar para que o pessoal nos ultrapassasse quando possível. O único detalhe que me demandou um pouco mais de atenção foi o controle de combustível. Nós levamos três galões de 20 litros de diesel cada para termos uma boa autonomia quando andando pelo centro do Uruguai. Quando mudamos o rumo, pelos meus cálculos conseguiríamos sair do Uruguai sem abastecer, mas chegaríamos perto do limite. Então eu estava de olho na autonomia e no consumo. Ainda assim, resolvemos fazer uma visita a Punta del Diablo para o almoço. O povoado é uma praia muito pacata e um tanto alternativa pouco ao sul do Parque Santa Teresa. Achamos um bom restaurante ainda aberto bem no miolo do povoado, graças a atividade de praia do local. [attachment=8152][attachment=8153] Logo após o almoço saímos em direção ao parque. Logo na entrada os militares que controlam a portaria nos informaram de forma muito simpática que precisávamos fazer o registro antes de entrar. Pagamos 75 reais por adulto para acampar por até 3 dias.. Na verdade o custo é de 25 por dia, mas o mínimo são 3 dias. O que vimos depois disso foi talvez a maior surpresa da viagem. Como moramos relativamente perto, já sabíamos que Santa Teresa é um destino muito apreciado por campistas, e já tínhamos visitado o Forte antes, mas não tínhamos idéia da dimensão do camping e da quantidade de pessoas lá dentro. Eram km e km de barracas uma ao lado da outra, e um ambiente bastante amistoso apesar disso. Rodamos bastante antes de nos acomodarmos.. o camping possui parcelas bem delimitadas, e indicações claras de onde pode se acampar ou não. Algumas das zonas possuem eletricidade e pontos de água próximos, mas essas estavam lotadas, e também não nos pareceram os melhores locais. Depois de algum tempo rodando, demos a sorte de passar por um vizinho da garagem do trailer, que conhece toda a área. Não havia vagas perto dele, mas ele nos levou até um ponto muito agradável e onde ficaríamos ao lado de um outro vizinho de garagem. E por ali ficamos: [attachment=8154][attachment=8155] Dentro do próprio parque há infraestrutura de banheiros e pequenos mercados. Estavamos perto de um com o curioso nome de “Super Chato”: [attachment=8156] E com alguns minutos de caminhada chegavamos nessa linda praia: [attachment=8157] Gostamos tanto que acabamos ficando dois dias ao invés do que planejamos originalmente. Até rolou uma Paella a noite, com material de primeira e relativamente barato que encontramos em um dos mercados: [attachment=8158] O único inconveniente do período é que no local não tínhamos água nem eletricidade. Eletricidade não era um problema para nós, mas chegamos com o tanque de água com pouca água, e lá pelas tantas tive que dar um jeito de encher: [attachment=8159] Uma outra particularidade que não gostamos muito é que logo que a noite aparece todo mundo começa a fazer suas fogueiras. Em breve todo o parque fica coberto de uma névoa contínua que é na verdade fumaça coletivamente produzida. Esse fenômeno deve ser exclusivo desse período, com lotação muito alta. No todo, gostamos muito, ficamos um pouco fascinados, e com certeza voltaremos ao parque. Continua…

    #65970
    rafael mafra
    Participante

    acompanhando atento o relato Gustavo. Bom demais poder optar pelo local sem depender dos pontos de elétrica do camping… sobre o combustível extra chegou a usar algum galão? já tem uma média de consumo rebocando? um abraço. Enviado de meu SM-G7102T usando Tapatalk

    #65972
    Edintruder
    Participante

    Também estou curioso sobre a média rebocando.

    #65975
    GustavoN
    Bloqueado

    Buenas Rafael, Ed, Usamos todos os galões, e chegamos muito perto do limite. Conseguimos entrar de volta no Brasil com uma folga de somente uns 20km. Foi bem calculado, e ainda assim gerou uma certa ansiedade. :-) A S10 fica regularmente por volta dos 7.3km/l. Se o vento ajuda chega a 8 e pouco. Com vento forte contra o pior que já pegamos foi 6km/l. Subindo a serra gaúcha ficou entre 4 e 5km/l se bem me lembro. O vento faz uma diferença tão notável que estou motivado a colocar uma capota de fibra. Chuto que vamos conseguir pelo menos 1km/l a mais com ela em velocidades de cruzeiro. Grande abraço, Gustavo

Visualizando 10 posts - 21 até 30 (de 35 do total)
  • O tópico ‘Uruguai de trailer 2015/2016’ está fechado para novas respostas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: