RE: Acampamento barraca Montana 3

HOME Fóruns Campismo & Aventura Barracas Acampamento barraca Montana 3 RE: Acampamento barraca Montana 3

#51045

leandrovaranda
Participante

Ficamos até tarde comendo uma caldeirada de peixe e conversando, quando fomos dormir descobrimos que álguem havia murchado os colchões de todo mundo :( Ainda bem que um dos que foram tinha uma bomba grande, pois a pequena demora demais para encher. A noite o colchão voltou a murchar, achei que estava com defeito.


Dia 19 – The Green day No segundo dia resolvi dar uma de Green (que se auto- denomina antissocial com relação a camping, gosta de ficar sozinho :p ) e mudei minha barraca para a sombra, porém ficou longe das outras. IMG_1906_1.jpg Depois de um maravilhoso café da manhã (melhor que de alguns hotéis) o dono da fazenda sumiu. Mais tarde descobrimos que ele tinha ido matar um boi para nos servir e autorizou matar um porco também(infelizmente não tenho fotos do porco). IMG_1892_1.jpg IMG_1894_1.jpg IMG_1898_1.jpg Sobrou até para o cachorrinho. IMG_1893_1.jpg


Passamos um dia bem agradável e com bastante fartura :D A noite descobri que colocar a barraca longe tem seus prós, meu colchão não havia sido murcho como o dos outros, mas mesmo assim tive de enche-lo novamente, mas desse vez com um inflador elétrico, muito mais rápido e prático. Mas também tem seus contras, tivemos uma ventania intensa a noite, com vento vindo do lado traseiro da barraca. A barraca inclinou tanto que começou a me cobrir. A parte de cima parecia um paraquedas tentando voar. Tive que sair no meio da noite e verificar todos os nós. Apesar de não ter chovido a noite esfriou e o orvalho matinal foi suficiente para molhar tudo que estava encostado na lona da barraca, incluindo ai meu travesseiro. Fiquei imaginando o que teria ocorrido se chovesse. Com relação ao vento a barraca resistiu bem, sendo um ponto fraco o fato da janela e entrada superior de ar só serem possíveis de fechar por fora. Fiquei o tempo todo lembrando que não havia colocado um dos pinos para segurar a barraca, justo do lado que estava vindo o vento.