RE: CAIU A LEI DO ABS!!! OS TRAILERS ESTÃO A SALVO

HOME Fóruns Site MaCamp Painel de Notícias MaCamp CAIU A LEI DO ABS!!! OS TRAILERS ESTÃO A SALVO RE: CAIU A LEI DO ABS!!! OS TRAILERS ESTÃO A SALVO

#60619
Jandir de Teresopolis
Jandir de Teresopolis
Participante

Depois de ler essas últimas postagens, cheguei a conclusão que os trailers da MotorTrailer devem ser realmente muito melhores e superiores aos outros, de outras marcas, como diz o S. Luiz, dono da empresa. Nunca tive qualquer problema com freio. Em serra, desço sem qualquer problema. Se começa querer embalar em uma descida, basta dar um “tóquinho” no freio da pick-up que o trailer passa a segurar o conjunto. Tudo bem que eu não deixo embalar, usando o tempo todo o “freio motor”. Já desci dezenas de serras (as de Teresópolis, a de Petrópolis, a de Campos do Jordão, a que liga Canela à BR 101, a da descida de Curitiba para o litoral de Santa Catarina, etc, etc…), e nunca tive problema e acho que nunca vou ter.. As rodas esquentam apenas um pouquinho, bem pouquinho mesmo, como esquenta a roda de qualquer carro. Quanto ao ABS, continuo com a mesma opinião de que foi ótimo ser cancelada a sua exigência, que ia acabar de vez com o “trailismo” no Brasil. Ou melhor, o “trailismo” ia continuar, mas só com os velhinhos, pois ninguém mais fabricaria trailer no nosso país. Tenho certeza que o Edintruder e o Odair certamente são competentes para bolarem e construírem algum sistema ABS, mas homologarem e começarem a produzir em escala industrial, sem gastarem alguns milhões, neste nosso país que se cria dificuldade para vender facilidade, DUVIDO. Acho até muito pouco provável que o Odair consiga homologar a mudança que fez no freio de seu trailer, sem gastar uma grana, ou sequer consiga homologar, mesmo gastando uma grana (sei que na prática isso não vai ser necessário, pois os vistoriadores e os policiais rodoviários não conhecem trailer – basta torcer para nenhum deles ter lido os posts onde ele próprio mostrou que trocou todo o sistema de freio original do Imperial – por favor, caso tenha conseguido um laudo do INMETRO do novo e criativo, e certamente eficiente, sistema de franagem, e homologado a alteração do projeto original da Turiscar, me desculpe). Eu acho que nunca vou sentir falta do sistema ABS por um simples motivo: não passo de 80 km/h, ou melhor, raramente passo dos 70km/h em retas planas. E em serra desço muito devagar, no rítimo daqueles 1113 carregados com granito em serra capixaba. Acredito até que se implementassem ABS nos trailers ia aumentar, em vez de diminuir, o número de acidentes, pois alguns iriam querer correr enquanto rebocam trailers, o que é absolutamente errado. Trailer tem que ser rebocado devagar, curtindo a paisagem, a música que toca no rádio, etc…. O grande causador de acidentes, não só com trailer (na verdade, o caravanismo com trailer no Brasil é tão fraco que é muito raro ouvir falar em acidente com eles) , como com qualquer veículo, é o excesso de velocidade. O cara acha que, porque tem ABS, air bag, ESP, etc em seu automóvel, ficou imune a imprevistos e corre igual louco, infelizmente não só morrendo, mas matando e alejando os outros. Quer exemplo do que eu estou dizendo, basta abrir o jornal qualquer dia que vc estiver lendo este post. Hoje, por exemplo, morreu um cantor sertanejo (Cristiano Araújo) em um acidente em seu todo poderoso e hiperseguro Land Rover. Alguns vão dizer que foi porque ele não estava usando cinto, outros vão dizer que o motorista dormiu, etc… Eu digo que o motorista estava voando baixo, acreditando que seu todo equipado bólido era indestrutível e muuuuuuuuuuuito seguro, pois tinha dezenas de air bags, ABS, ESP,…, e aí pode ter dormido, um pneu ter estourado como ele alega, etc, etc…. Se estivesse andando a uma velocidade segura, talvez todos esses equipamentos de segurança tivessem adiantado e salvo todos, mas…. E a Ferrari onde morreu o Paul Walker, alguém duvida que tinha todos os equipamentos mais modernos disponíveis atualmente no mundo, no quesito segurança. Poderia escrever milhares de páginas contando casos de pessoas que morreram ou mataram porque se sentiram seguros e resolveram correr, correr, e correr cada vez à velocidades mais elevadas… UMA OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: não sou contra a evolução dos sistema de segurança, mas não adianta o aprimoramento deles se o motorista resolve aumentar a velocidade porque se sente mais seguro. Esses equipamentos vieram para melhorar a segurança, mas se se mantiver a velocidade em limites seguros. E quando eu digo segurança digo segurança de todos, não só daquele que está protegido pelo air bag. Digo segurança do que está guiando uma moto tranquilamente, do que está se exercitando em uma bicicleta, ou o que está caminhando na calçada. Enviado de meu smartphone.