RE: Cambão

#57300

Edintruder
Participante

André, então o teu carro estava desalinhado. Uma vez estava puxando um Mille e errei uma saída em São Miguel do Oeste/SC quando estava voltando para o RS. Achei uma entrada de fazenda e manobrei o “Millereboque” sem nenhuma dificuldade de ré para a entrada da propriedade a fim de conseguir manobrar a caminhonete de volta. Outra ocasião logo quando fiz o towbar, fui andar pela cidade puxando o Mille. Consegui estacionar também igual a um reboque comum. O único ponto de cuidado era em esquinas mais apertadas aonde as rodas dianteiras oscilavam um pouco enquanto virava. O carro para ser puxado precisa estar perfeitamente alinhado, com pneus calibrados e balanceados. Um detalhe qualquer na suspensão ou pneus pode ser fato gerador de acidentes. Se o carro estiver “puxando o volante para um dos lados”, não pode ser rebocado pelo towbar. A manobra de ré é exatamente a mesma de um reboque, porém tem que prestar atenção no limite de giro do carro que está sendo rebocado. Não pode fazer manobras apertadas para não forçar a estrutura do carro. Esse uno, fiz uma estrutura bem simples que fixei na travessa dianteira aonde fixa o motor e suspensão, aproveitando os olhais de reboque originais da carroceria.

Andre Americana wrote:
Por experiência própria, nenhuma das situações lhe permite andar p trás, no maximo 50cm, depois disso começa a torcer tudo.