RE: Puxando um Trailer, seu carro está apto ?

HOME Fóruns Campismo & Aventura Carros e Utilitários Puxando um Trailer, seu carro está apto ? RE: Puxando um Trailer, seu carro está apto ?

#56960

Edintruder
Participante

Tiago, não tinha visto essas fotos antes. O ideal é levar o carro num mecânico chapeador e pedir para ele alongar essa estrutura que se fixa nas longarinas do monobloco a fim de distribuir essa carga até mais para frente possível. Para manter um baixo peso nos carros, eles tem uma estrutura de chapas finas dobradas, e ao aplicar um peso num ponto concentrado, essas chapas finas sempre cedem rasgando ou amassando. Como estás preparando para puxar um trailer, o ideal é não poupar nesse ponto. O efeito de alavanca no engate é muito grande, e acaba estragando muito a estrutura do carro se não for bem distribuída. Outro detalhe é que essa travessa também sozinha se torce muito. Ela tem que aguentar esse efeito de alavanca até mais que os pontos de fixação. Um apoio central é sempre bem-vindo. Por isso te indicaria um chapeador pois ele tem a noção exata do que fazer. A fixação mais longa preservará muito o teu carro. Maurício, com o uso normal do câmbio automático, sempre apresentará desgaste com o passar do tempo. A troca dos kits de discos, separadores e cintas é algo ceto. Com o uso do trailer esse desgaste se acentuará devido às arrancadas e passagens de marcha nas subidas. Porém se usares corretamente esse desgaste extra poderá ser algo desprezível. Alguns detalhes que diminuem a vida útil doa câmbios AT: Engatar D ou R com a rpm elevada; Alternar D e R com o veículo ainda em movimento em sentido oposto; Insistir em situações que o câmbio faça mutas mudanças de marcha em situações de esforço aonde a marcha mais longa não tem força para ser mantida e o câmbio reduz novamente; Ficar parado no sinal segurando no freio engatado em D; Ficar sustentando o carro parado em subida apenas na caixa; Muitas arrancadas em subidas. O problema maior é que a grande maioria avassaladora de motoristas acham que basta colocar no D e fazer o que bem entender que está tudo bem, não é bem assim não. Porém se usar corretamente os recursos que o câmbio AT oferece poderás aumentar em muito a sua vida útil. Vai parar no sinal? Segura no freio e volta para o N; Vai manobrar? Pára completamente o carro antes de passar de R para D ou o inverso; Vai arrancar? Seleciona a opção antes de acelerar o motor; Vai transpor terreno pesado ou subir ladeira? Seleciona uma marcha curta, L, 1a ou 2a no máximo, de forma que o motor tenha torque para sustentar a marcha selecionada sem perder embalo e ficar reduzindo a todo momento e a marcha mais curta acabar por subir a marcha novamente; Vai rebocar um trailer? Arrancadas suaves sempre!; Subidas e descidas sempre com o over drive desligado se tiver essa opção, e em serras íngremes com sucessão de subidas e descias fortes sempre busca selecionar a marcha a ser usada, nunca ande no modo automático pois permite que o veículo embale facilmente. Nos EUA, é obrigatório o reboque de grandes trailer com veículos AT, não lembro a partir de qual peso, justamente pela elevada capacidade de tração que o câmbio proporciona, porém tem que usar os seus recursos para durar o quanto o seu projeto prevê.