BPA Free e o campismo
 

Em tempos onde a atenção para questões de saúde estão em alta, agrotóxicos ou modificações genéticas não são os únicos quesitos de preocupação quando pensamos no que ingerimos e das consequências que nosso corpo reagirá a materiais que não são comuns na natureza. Um composto cada vez mais presente que já está inserido há muitos anos na sociedade é do plástico. A maravilha que revolucionou a indústria na liberdade de se contar com formas e refratários duráveis e que se modelam como quiser, sendo fáceis de limpar e reutilizar tem seus riscos. Hoje é comum termos a preocupação de buscar produtos “BPA FREE”, principalmente que acomodem ou sirvam para o preparo de alimentos e bebidas.

Pense naquela garrafa de água que você usa o dia todo no trabalho, na academia, na faculdade ou em casa. Agora imagine o que pode acontecer com aquela água que ficou horas há mais de 60 graus dentro do carro no sol. Agora imagine esquentar sua comida no microondas. A quantidade de plásticos e outros compostos que podem realmente fazer mal ao teu corpo pode até ser pequena, mas durante anos, podem sim representar perigo. Estudos apontam que os Bisfenóis podem causar doenças no sistema endócrino dentre sabe-se lá quais outros efeitos. Nós pobres mortais estaremos sempre a mercê da indústria que vira e mexe corre na defesa. Correr atrás do selo BPA free é o que nos resta por enquanto.

 

E o que tem isso a ver com o campismo? Tudo! Estamos sempre atrás de produtos plásticos, não descartáveis e leves para compor nossos equipamentos. São squeezes, pratos e potes que certamente serão submetidos ao sol e calor e até mesmo panelas com composições de silicone para cozinhar. Já sentiu o cheiro daqueles squeezes promocionais que se ganha de brinde? até mesmo gosto de plástico é possível sentir nos primeiros usos.

O BISFENOL:O bisfenol A é um composto químico que pode ser encontrado em plásticos que apresentam em sua composição o policarbonato e em revestimentos internos de latas que condicionam alimentos. De óculos de sol a acessórios de automóveis, produtos com BPA estão por toda parte. Mas são nos utensílios de cozinha, em especial os infantis, como mamadeiras e copos de criança, sobre os quais reside a preocupação dos médicos.

OUTROS PRODUTOS: Nem só de produtos outdoor estão na lista do BPA. Até as mamadeiras (que levam leite quente) podem possuir o plástico tóxico e estão no topo da lista de procura pelos BPA`s free

NEM TUDO ESTÁ GARANTIDO: Mesmo os produtos livres de BPA, que são compostos do BPS já estão na mira dos pesquisadores. Alguns já defendem que sua composição também afeta a saúde e por isso vale sempre se manter informado.

BOM MESMO É O VIDRO: Apesar de quebráveis e pesado para a tralha do campismo familiar ou equipamento outdoor, o vidro ainda é o material mais garantido neste quesito. Principalmente para as crianças, cujo organismo em formação é mais sensível, vale buscar materiais atóxicos. Quando se pensar em metais, também prefira os de inox ou alumínio aos também tão nocivos antiaderentes.

 

LATAS? Sim. Alimentos enlatados também podem estar dentro deste grupo de risco, não pelo metal, mas sim por revestimentos internos de alguns enlatados que podem sim conter o BPA.

 

Avatar
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here