Publicidade:
 

Assim como o campismo, o mergulho é uma paixão de muitas pessoas que possuem ligação íntima com a natureza. Livre ou autônomo, o mergulho depende principalmente de encostas litorâneas ricas em vida aquática e boa visibilidade em águas e fundos claros. Mas não só de oceano vive a prática.

O Brasil é um país com 7.400km de litoral, onde contamos com 9.200km de contornos e reentrâncias. Além destes temos todas as ilhas e parques marinhos que possibilitam mergulhos espetaculares. Alguns deles são mais conhecidos e contam com programações, apoio e acompanhamento de empresas que podem facilitar todo o processo do passeio, como barcos, aluguel de equipamentos e informações consistentes sobre os melhores pontos de visibilidade. Mas não é só de mar que vive o mergulho. Nossos rios, principalmente pantaneiros e amazônicos guardam belezas fantásticas e inesquecíveis.

Nessa mistura de paixões, o MaCamp lista destinos de mergulho que podem ser servidos de CAMPINGS na mesma cidade ou vizinhas. São eles:

1- PARATY-RJ

Cidade muito conhecida pela diversidade de locais e encostas para mergulho. São muitas as empresas e barcos que perfazem a região tanto em águas calmas, quanto em mar aberto. A clareza do fundo e a transparência das águas deslumbram fantásticas imagens subaquáticas. Mesmo para quem não tem experiência poderá contar com diversos pontos seguros e rasos para a prática de mergulho livre (com snorkel). Campings: Em Paraty

Foto: Daniela P. Zaccarelli

2- ABROLHOS – BA

Parque nacional essencialmente marinho. Um dos mais famosos destinos de mergulho no Brasil. São ao todo 5 ilhas, sendo uma só desembarcável – Siriba. Para este passeio é preciso contratar as empresas credenciadas. O parque é controlado pelo ICMBio. Campings: Em Prado, Nova Viçosa e Caravelas.

Foto: Daniela P. Zaccarelli

3- ARRAIAL DO CABO – RJ

Destino imperdível em águas fantásticas com estrutura infinita para mergulho. Muitas são as empresas do ramo e embarcações. O destaque fica para os pontos de marés de ressurgência – Afloramento de águas profundas e muito geladas que trazem consigo materiais orgânicos inertes das profundezas que acabam trazendo imensa riqueza para a alimentação da fauna. Campings: Arraial do cabo, Cabo frio e Búzios.

Paraíso Turístico na Região dos Lagos no RJ. | Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp

4- GUARAPARI – ES

Possui a maior diversidade de peixes de recife do país, segundo a Sociedade Brasileira de Ictiologia. Ali também é possível mergulhar em naufrágios provocados, como o Vitory 8B, navio afundado com o propósito de se criar recifes artificiais que desenvolvem a vida marinha aumentando a área em que esta pode ser instalada. Campings: Guarapari.

Guarapari-ES | Foto: MaCamp

5- BONITO – MS

Paraísos subaquáticos de água doce. São rios, lagos e cavernas com cenários inimagináveis para muitos mortais. O Abismo Anhumas, por exemplo possui um lago com salões submersos e para chegar até lá você terá que descer de Rapel. Aventura? tem muita lá. Para os inexperientes, muitos são os passeios monitorados em águas rasas e tranquilas com peixes em cores que você nunca viu. Campings: Bonito

Foto de Marcio Cabral retirado do site: portalbonito.com.br

6- ILHA DO ARVOREDO – SC

Local para os mais experientes, fica no litoral de Santa Catarina. Naufrágios  e a grande diversidade de espécies são a principal característica que compensam a baixa visibilidade corriqueira. Campings: Florianópolis

Floripa reserva diversos destinos de mergulho. | Foto: Paula/Marcos Pivari – MaCamp

7- MINAS GERAIS

O Estado que não tem mar possui destinos interessantíssimos para se mergulhar. O Lago de Furnas (conhecido como o Mar de Minas) reserva muitas espécies de peixes, formações rochosas, naufrágios e até mesmo cidades submersas pela criação do lago artificial. São 34 municípios que são banhados pelo lago. Existem empresas especializadas em acompanhá-lo nesta aventura subaquática. Campings: São José da Barra

Lago de Furnas | Foto: escarpasfoliaoficial.com.br

8- MINA DE CAMAQUÃ – RS

Uma mina desativada de ouro e cobre com águas claras que chegam a 110m de profundidade em sua grande área alagada pela água das chuvas. Esta é para os mergulhadores mais experientes. As cores mudam conforme a luz do sol variando de azul-turquesa ao verde esmeralda no mesmo dia. O lugar ainda reserva diversas outras atividades turísticas para quem acompanha e não mergulha.  Campings: Caçapava do Sul.

MINA DE CAMAQUÃ | fonte da foto: http://zh.clicrbs.com.br

Seguindo nosso clichê por aqui, sabemos que estes são apenas alguns destinos de mergulho com apoio em campings e a infinidade de outros lugares poderão sempre gerar versões complementares deste artigo. Boas aventuras…

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

3 COMENTÁRIOS

  1. Para a Ilha do Arvoredo dá para sair de Bombinhas, Sc. Existem várias empresas de mergulho que fazem este e outros passeios. Ali também existem diversos lugares legais pra mergulhar, caso a visibilidade no Arvoredo esteja baixa. E mais, tem um camping bem legal chamado Retiro dos Padres, que fica na beira de um costão muito lindo, onde também dá para praticar mergulho. Um abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here