Publicidade:
 

Publicada edição de junho do Jornal do CCB “O Campista”. O periódico de número 556 traz o a Costelada de Caldas Novas na capa, mas o recheio é mesmo das novas tabelas de taxas de uso do clube. Elas começam a viger a partir do dia 1 de julho.

“A taxa mensal de manutenção foi reajustada de R$ 157,00 para R$ 165,00, nos pagamentos efetuados com desconto de 10% até o dia 10 de cada mês correspondente. As taxas básicas pagas pela via bancária são acrescidas de R$ 14,00 para ressarcimento dos custos operacionais de processamento, operação, impressão, manipulação e porte do correio. “

Há menções de alguns campings da rede, Costelada de Caldas Novas, Festa de Queijos e Vinhos da Serrinha, Flip de Paraty, Campos do Jordão e festivais de inverno. Muito cuidado, pois duas menções no jornalzinho tratam de campings sem condições de uso. Curitiba é um deles que está abandonado, sem água nem luz. Itanhaém também tem havido muitas reclamações de campistas que se depararam com os portões fechados e sem ninguém pra atender. Bastante cuidado.

Confira o jornal na íntegra logo abaixo:

baixe a edição em PDF

 

 

 

 

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

2 COMENTÁRIOS

  1. Ontem, 26/06/2020Passei pelo Camping do CCB de Itanhaém, com a intenção de matar a saudade dos tempos que eu e minha família acampávamos lá. O Camping está completamente abandonado, deram uma pintada cosmética em algumas poucas partes da entrada e capinaram uma parte da área destinadas às barracas, mas a realidade lá dentro é de abandono total, O mato tomou conta da maioria da área, os banheiros , lava prato, lava roupa e lava peixes estão deteriorados completamente. O que um dia foi cantina está fechado (talvez por causa da pandemia, pois ela também atende ao público da rua). O mato está mais alto na área onde ficavam os trailers e motorhomes, tem mais de 1,5 m de altura. Os muros estão desmanchando e o alambrado que fica em cima do muro está quase todo destruído. Minha decepção foi grande foi grande… tirei algumas fotos e fui embora, arrasado…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here