Freios a disco no Turiscar Imperial

Visualizando 5 posts - 31 até 35 (de 35 do total)
  • Autor
    Posts
  • #65779 Responder
    Odair TeixeiraOdair Teixeira
    Participante

    Fenelon Devo ter confundido o trocador de calor então . Apesar do pessoal da Toyota insistir que é desnecessário trocar o fluido ATF, eu já troquei duas vezes. O que abunda não prejudica. Por precaução, troco todos os fluidos com regularidade. A minha preta veia é 2009 e está comigo desde zero. Está chegando nos 250 mil km sem nunca ter recebido uma chave no cabeçote do motor, exceto para troca da VBelt aos 150 mil, que é obrigatória. Uso diesel S10 e nunca descarbonizei a EGR ou coletor de admissão. Todas as revisões foram na Toyota e os mecânicos verificam os parâmetros no scanner deles. Caso haja necessidade de alguma intervenção eles avisam. Até hoje, os valores de vazão e pressão de combustível, temperatura, vazão de massa de ar, pressão da turbina % de abertura da TBI e meia dúzia de sinais dos sensores e indicadores permanecem os mesmos. Então não vejo razão para abrir. Esta semana ela vai ver uma chave no motor pela segunda vez para troca da correia do ar condicionado que está assobiando quando dá partida. Lembro que qdo comprei, o Gerente da Toyota me falou ” se vc fizer a manutenção correta e não fizer mau uso, até os 500 mil km não há razão pra mexer em nada do motor ou transmissão “. Achei exagerado da parte dele. Hj com metade desta km, começo a acreditar que é possível. Eu não alteraria os parâmetros de injeção. Eu alterei d Tracker diesel da minha filha e tive que voltar atrás . As buchas do link de suspensão traseira abriram o bico em um mês por causa da elevação do torque. Fora o fumacê preto que fazia … Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

    #65811 Responder
    AvatarFenelon
    Participante

    Odair, Obrigado pelas informações, a minha é 2011 e está com 135 mil, até então troquei o fluido da caixa uma vez aos 100 mil e pastilhas de freio uma vez com 115 mil e os fluidos regularmente. Até então é só alegria, tenho ela desde zero, sempre usei S500 aditivado. Perguntei sobre a descarbonizacao porque vi várias fotos mostrando coletores realmente muito sujos. No caso pelo que andei lendo a canonização ocorre devido a recirculação de gases da egr que encontra o óleo succionado pela turbina. Talvez com o S10 o motor trabalhe mais limpo devido a menor quantidade de fuligem. Acho que não vou mexer na potência dela. Na verdade quando levei para a primeira revisão o chefe de oficina da revenda da toyota me ofereceu o aumento de potência, mas na época não achei que fosse necessário.

    #65815 Responder
    Odair TeixeiraOdair Teixeira
    Participante

    Na verdade, a mangueira de respiro do motor é que arrasta um pouco de óleo . Esta mangueira vai na admissão da turbina e a EGR joga direto na admissão já pressurizada. Desde zero eu nunca coloquei diesel comum. Somente aditivado ou S500, S50 ou S10. A Tracker da minha filha, o antigo dono colocava até óleo de fritura, se fosse mais barato. Eu fiz uma limpeza no sistema e limpei o tanque. Tirei uma lama marrom fina considerável do tanque. Pra ver que diesel não é filtrado corretamente … Fiquei surpreso de um mecânico da Toyota sugerir aumentar a potência . A montadora diz não recomendar tal procedimento … Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

    #65835 Responder
    AvatarDaniel Felisbino
    Participante

    Eu acredito que possa passar dessa km, pois tenho um vizinho que tem um Palio Wek e ele tem um zelo absurdo por troca de fluidos, o oleo é semi sintetico, e ele troca de 4 em 4 mil km esse carro é de estrada, e pasmem fez a retifica com 720mil km, isso presenciei, e tem um colora 98 que chegou aos 1milhão de km e a toyota deu um zero pro dono, o cara trocava oleo parece so na concessionaria de 4 em 4 mil, e cada 4 troca de oleo trocava agua do radiador e cada 6 meses fluido de freio. Esse do palio é meu vizinho o corola passou na tv. como tem uns civic tb, isso é zelo se vc cuida vc sempre vai ter. Agora tenho um cunhado que só completa o oleo, o motor do uno nao durou 4 anos. kkkk

    #65848 Responder
    Avatarleandrovaranda
    Participante

    Acho que até já postei isso antes, mas como temos novos membros interessados em freios elétrico-hidráulicos vou postar novamente. Primeiro um sistema de freio ABS projetado para trailers: http://www.direclink.com/abs.html Teria que passar uma linha de freio para cada roda e posicionar os sensores, mas pelo menos já é um módulo específico para trailers. Ele se comunica via “rede” com o atuador de freio elétrico-hidráulico de mesma marca : http://www.direclink.com/actulink.html Que, por sua vez, se comunica via “rede” com o módulo do carro : http://www.direclink.com/direclinkne.html Módulo esse que usa a porta de escâner da central eletrônica para receber informações diretas do veículo tracionador (Se você pisa no freio o módulo sabe até a força com que pisou e a quantas rpm o motor está girando) e usa todos esses dados recebidos do veículo tracionador e do trailer para calcular a força da frenagem a ser aplicada no trailer. Tudo isso em milésimos de segundo, dando a sensação que carro e trailer estão freando sempre ao mesmo tempo e mesma intensidade, parando bem mais rápido em uma emergência.

PARTICIPE DO FORUM PELO FORMULÁRIO ABAIXO.
Visualizando 5 posts - 31 até 35 (de 35 do total)
Responder a: Freios a disco no Turiscar Imperial

You can use BBCodes to format your content.
Your account can't use Advanced BBCodes, they will be stripped before saving.

Sua informação:




ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: