Publicidade:
 

Marcos Pivari, fundador do MaCamp moderou no último sábado 17 de outubro de 2020 um painel sobre caravanismo na edição 2020 do ABETA SUMMIT. O convite extremamente honroso abriu também a possibilidade de levar e discutir o caravanismo diante do atual cenário eco turista brasileiro no maior congresso do setor no país. Dividido entre dois blocos, pudemos tratar da modalidade junto a empresários do setor industrial do caravanismo e também de serviços e atividades além de hoteleiro. Já no segundo bloco tratamos do tema “morar em um motor home”, conversando com quem mora viajando ou fixo em algum lugar. O ABETA Summit ocorreu neste 2020 em formato digital devido à pandemia e provou sua competência novamente diante deste novo desafio inédito.

O PAINEL: Intitulado “GRANDES JORNADAS” o painel tratou de um dos setores do turismo que mais cresceu diante da pandemia. O turismo que tanto sofreu com o isolamento teve a procura da modalidade de “levar consigo a própria casa para onde for” exponencialmente ampliada. Foi a deixa para fomentarmos e defendermos o enorme potencial que o Brasil possui para a modalidade, até maior do que os países que contam com as maiores culturas e estruturas no mundo: Europa, América do Norte e Oceania.

A temática foi apresentada no seguinte contexto: “A malha rodoviária brasileira tem mais de 1,5 milhão de quilômetros para você viajar. Uma verdadeira teia de caminhos que conecta cidades, paisagens e unidades de conservação a espera de serem descobertas. Descobrir e vivenciar essas grandes paisagens brasileiras, a bordo de motorhomes, carros modificados ou trailers, é a essência do caravanismo, uma atividade que vem crescendo no Brasil e que deverá se intensificar nos próximos anos. Fique em casa, mas leve ela para viajar. Caia na estrada!”

O primeiro bloco foi tratado sobre o tema fundamentalmente e com o advento da pandemia. A presença do empresário Marcelo Matheus da Itu Trailers levou a experiência e visão de quem atua investindo em fabricação, manutenção, aluguel e, mais recentemente, importação de trailers. Já o casal Ana e Patrick Muller, moradores de Fernando de Noronha, empresários de agências de atividades turísticas e do ramo hoteleiro em todo o Brasil, se tornam caravanistas quando saem de férias tanto em nosso país quando pelo mundo. Eles puderam falar das vantagens de se viajar levando a própria casa mais próximo dos pontos de interesse.

Já no segundo bloco foi a vez de quem mora a bordo. Vanessa e Otaviano do projeto “Vivendo Mundo Afora” contaram como é morar em uma kombi por mais de 4 anos, tendo viajado dois anos pelo Brasil e agora pelo mundo. O Minimalismo, lidar com pequenos espaços e questões de dúvidas em relação ao conforto foram desmistificados pelos nômades Digitais que ganham a vida mostrando seu cotidiano e os locais que visitam para o resto do mundo. A Drica Schmidt dividiu sua experiência de morar em um motor home em portugal de maneira mais “fixa”, se deslocando apenas em encontro de trabalho remunerado. E nós do MaCamp que estamos morando há quase 3 anos em um trailer (agora um motor home) de maneira fixa e provisória.

Estar em um congresso que reúne empresários atuantes e ativistas no mundo do turismo do Brasil significa se renovam fazer contatos e se realimentar de energias para fomentar ainda mais nossas atividades. Esta é a sensação que temos a cada Summit que participamos e que buscamos, além de toda a admiração à ABETA, maior associação brasileira de empresas do setor de ecoturismo e turismo de aventura. Atuante e representante. Agradecemos mais uma vez à equipe ABETA pelo convite e oportunidade em mais um ano.

CONFIRA ABAIXO O VIDEO DO PAINEL. Um corte do congresso completo que pode ser assistido no CANAL ABETA do youtube.

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here