Seguindo o programa de concessões dos Parques Nacionais, a Unidade da Chapada dos Veadeiros cujo ponto de visitação principal fica na Vila de São Jorge – Alto Paraíso de Goiás-GO terá cobranças de ingressos para visitantes. A cobrança da taxa que varia de R$ 3,00 até R$ 34,00 ainda não tem prazo para início. A unidade que fica a 250km da Capital Federal é um paraíso encravado no planalto central que resguarda as riquezas do cerrado brasileiro. Possui uma infinidade de pontos de interesse turístico além do parque propriamente dito que inclui dezenas de CAMPINGS como opção de hospedagem. Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e a Vila de São Jorge (distrito de Alto Paraíso) são as localidades mais famosas.

Segundo a regulamentação da portaria 831/2018 do ICMBio, foram fixados três diferentes valores para os ingressos no Parque que serão destinados para reformas, manutenção e compra de equipamentos segundo a concessionária. Visitantes locais das cidades próximas (Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Colinas do Sul, Nova Roma, São João D’Aliança e Teresina de Goiás) arcarão com ingresso de R$ 3,00. Visitantes brasileiros do resto do país pagarão R$ 17,00 e estrangeiros R$ 34,00. Há ainda uma taxa especial para moradores de países do MERCOSSUL que pagarão R$ 26,00 na entrada.

Segundo a Agência Estadual de Turismo de Goiás, com a arrecadação o parque poderá receber melhor acessibilidade, sinalização de trilhas e estrutura para visitantes. Só em 2018 foram cerca de 70 mil pessoas adentrando o parque. Entre as ações que estão previstas pela SociParque, estão a reforma e a ampliação do Centro de Visitantes, além de obras no alojamento de brigadistas e voluntários, implantação de banheiros e de transporte interno.

Isenções: Estão livres do pagamento das taxas de ingressos os visitantes com 60 anos ou mais, crianças com até 12 anos incompletos, acompanhadas de adultos , estudantes e acompanhantes de estabelecimentos de ensino com visitas pré-agendadas, populações extrativistas beneficiárias da unidade de conservação, colaboradores ou membros de instituições colaboradoras, pesquisadores autorizados pelo ICMBio, servidores de órgãos públicos em serviço e guias de turismo regularizados pelo Ministério do Turismo e condutores de visitantes cadastrados na unidade de conservação

 

Avatar
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

1 COMENTÁRIO

  1. Não consigo entender o porque estrangeiros é mais caro, eles são maiores que nós Brasileiros, ocupam maior espaço? ou tem alguma lógica desconhecida?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here