Publicidade:
 

Referências Antigas de Campismo >> Conheça nosso site clicando nos links do menu acima…

Iniciado no novo PNT proposto em 2007, apresenta como objetivo tratar o turismo de uma forma localizada em cada região, um conjunto de municípios, estados e paises. Segundo o sítio do programa, (REGIONALIZAÇÂO, 2007), assim fortalecendo cada região para que unidos possam buscar apoios e formar um região ao invés de trabalharem de forma isoladas.

Como objetivo, pretendemos ampliar e qualificar o mercado de trabalho; dar qualidade ao produto turístico; diversificar a oferta turística; estruturar os destinos turísticos; ampliar o consumo turístico no mercado nacional; aumentar a inserção competitiva do produto turístico no mercado internacional; ampliar o consumo turístico no mercado nacional e aumentar o tempo de permanência e gasto médio do turista. (REGIONALIZAÇÂO, 2007)

Com este programa o Ministério do Turismo apresenta como proposta para os próximos quatro anos uma visão sob o turismo em que se atua em pequenas áreas para poder fortalecer o turismo.
A partir desta iniciativa, o veículo apresentado neste trabalho tem sua aplicabilidade facilitada uma vez que se trabalhando uma região específica o veículo tem maior capacidade de atender bem uma rota curta. Valendo-se desta iniciativa governamental o motor-home pode atender a um turismo de fantur, onde as pessoas que vendem tal localidade podem conhecer mais locais em menos tempo. Podendo ainda ser aplicado por agências de turismo em roteiros mais curtos que compreendam uma região específica.

2.5.    Transporte e Turismo

O transporte para o turismo é de fundamental participação, uma vez que para a prática de tal atividade, existe a necessidade de traslado à localidade visitada.
Utilizada não somente como meio de locomoção, mas também com atrativo, segundo Cooper, “a viagem é vista como uma atração em si e certamente como parte da experiência turística.” (COOPER, 2001, p.30). O mesmo não valendo no caso do turista de negócios que tem o traslado não como um atrativo e sim um diferencial referente a eficácia do mesmo.
Os meios de transportes são classificados de acordo com sua via, podendo ser rodoviário, ferroviário, aquático e aéreo. Segundo Palhares (2002, p.4), “os meios de transporte permitem que o turista se translade do seu lugar de origem a um destino com a finalidade de desfrutar do atrativo que motivou a viagem”.
No Brasil existem possibilidades de se utilizar as quatro vias de transporte. Possuindo uma extensão territorial de proporções continentais o território possibilita que se utilize o meio aéreo em detrimento do rodoviário para alcançar mais rapidamente um destino. Contudo o meio de transporte mais utilizado ainda é o rodoviário, mesmo não possuindo uma infra-estrutura adequada na maioria do território conforme dados apresentados pelos Anuários da ANTT.

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here