Quem acompanha o MaCamp sabe que a Blue Camping foi a empresa pioneira em trazer para o Brasil a barraca rígida tipo “Maggiolina” intitulada “HardTop”. Também sabe que o MaCamp realizou o review da primeira versão em 2017/2018. Porém, como é de costume na Blue Camping, onde os próprios donos são campistas assíduos e usuários de seus produtos, buscam sempre melhorias a cada leva de versões. Engana-se quem pensa que as barracas da Blue Camping são meras “importações”. Elas são desenvolvidas e melhoradas de acordo com as análises técnicas inclusive dos usuários.  Aconteceu com a Hard Top. Um ano depois de testarmos a primeira edição, nos chega o modelo 2.0 com diversas melhorias, inclusive muitas delas apontadas em nossa análise. Vamos a elas?

BREVE RESUMO DA HARD TOP: Basicamente a Hard Top é uma barraca de teto que se abriga em um módulo rígido de fibra, muito parecido com aqueles bagageiros-boxes no mercado. A primeira vantagem é a de não existir capa de lona e nem a necessidade de retirá-la. A segunda característica é da barraca estar totalmente sobre a projeção do carro quando aberta, sem usar área anexa. A terceira é a rapidez e praticidade da montagem e desmontagem que é ainda mais rápida que os modelos tradicionais.

O SISTEMA DE LEVANTAMENTO é simples. São quatro articulações metálicas revestidas por tecidos, e servidas de pistões hidráulicos (iguais aos utilizados em porta-malas). Eles fazem com que a barraca “se monte” sozinha em apenas 2 segundos após liberar as presilhas externas do “bagageiro”. Ideal é abrir um lado e depois o outro para que subam suavemente. Não existe necessidade de prender e nem fixar nada depois de aberta. Quanto à primeira dúvida que surge, sobre sua rigidez, podemos dizer que ela não balança e nem se movimenta com o vento.

A ESCADA DE ACESSO é simples e independente. Muito resistente é fabricada em alumínio e em duas peças que deslizam entre si para regular a altura total e recolher com a metade do comprimento. Fica guardada dentro da barraca, acomodada em um saco-envelope de tecido para proteger o interior e o colchão e também para não levar pra dentro alguma sujeira que ficar grudada na base. A regulagem da altura se dá por deslizamento das suas duas partes e o travamento delas se dá por dois pinos com molas. Para criar novas posições, basta fazer novos furos no friso. O DIFERENCIAL deste tipo de escada, mesmo em relação ao modelo retrátil de alumínio tubular é a possibilidade real e despreocupada de resistência à torção. Ela pode ficar super inclinada sem perigo de entortar ou mesmo estourar com o peso no meio dela.

O COLCHÃO já fica acomodado lá dentro da barraca e pronto para o uso. Não ocupa praticamente nenhum espaço e nesta segunda edição da hard top veio mais grosso. Além de já vir com capa impermeável e higiênica, tem ziper para lavagem fácil. Ele já é todo recortado para ficar encaixado e acomodado no piso da barraca.

UNBOXING: A embalagem não é pequena e nem leve. Chegou por transportadora em nossa sede de São Paulo-SP.  Esta é sem dúvida um diferencial muito bacana da Blue Camping, onde entrega em todo o Brasil e não duvida da capacidade do usuário em instalar sua barraca  no seu carro. Existe obviamente a opção de instalar na sede da empresa em Blumenau com o serviço especializado, mas nada como poder gozar deste momento em paz na sua casa.

A caixa de papelão vem bem presa com fitas plásticas, onde a barraca está envolta a um plástico bolha ultra grosso. Além dele, ainda há outro plástico fino para proteger a carcaça em fibra de vidro da Hard Top. Tirando os acessórios que vêm acomodados dentro dela, ela já vem pronta com os trilhos de fixação e fechada com as presilhas.

Dentro dela, além de uma grande peça de isopor para proteção, vem acomodados: O colchão, a escada, as hastes, os fechamentos laterais e frontais, a rede e os esticadores em posição. Também vêm acomodados em um saquinho os itens de fixação e também os acessórios de iluminação interna.

FIXAÇÃO: Bem simples e direta. A barraca Hard Top já vem com os “pré-trilhos” dispostos na longitudinal. Portanto para este tipo de barraca de teto, será sempre preciso que o bagageiro possua barras transversais. Dispostas estas, basta posicionar a barraca sobre elas e ir ajustando a posição dela em relação ao carro. Lembre-se de testar a abertura do porta-malas, caso este abra para cima. Depois é hora de inserir o conjunto do encaixe + 2 parafusos nos trilhos da hard-top. A cabeça sextavada do parafuso encaixa e trava no encaixe e este corre livremente pelo trilho a fim de poder ser fixado em qualquer posição na barra transversal. Após tudo posicionado, é hora de utilizar as réguas de dois furos com as porcas de torque. Este é o momento que demanda mais paciência. A posição de trabalho não é das melhores. Utilizamos um pedaço de carpete para “forrar” e proteger o teto do carro e assim podemos usar livremente a chave de boca. Se você tiver aquelas chaves estrela de catraca será a melhor opção. O número da porca é 13. Quanto maior for a distância das barras transversais do teto do carro, mais vai ser fácil o trabalho de fixação das porcas.

NOVIDADES NA VERSÃO 2.0: Para quem acompanhou o review da Hard Top 1.0, podemos apontar algumas melhorias que a Blue Camping trouxe nesta segunda versão. Primeiramente a escada agora pode ser colocada em qualquer um dos lados (na versão anterior, apenas o lado do motorista era possível). A segunda melhoria foi a aplicação das hastes metálicas já conhecidas das barracas tradicionais da marca para esticar o fechamento das portas como um toldo. Além disso, agora essas entradas contam com duas abas laterais com fixação em velcro para proteger este toldo da chuva lateral e mais um na frente. Desta forma, é possível manter a barraca bem aberta e ventilada, mesmo debaixo de uma grande chuva . Inclusive foi o que aconteceu em nossa viagem de estreia. (Vale lembrar que tanto as hastes, quanto as abas laterais e frontais são de montagem opcional.) Outra melhoria fica por conta das outras 4 presilhas plásticas laterais. Embora não tenha acontecido conosco na primeira versão, houve relatos de que as presilhas metálicas das extremidades se soltavam. Agora, as outras quatro presilhas plásticas laterais aumentam esta segurança. No nosso uso, elas se mostraram muito úteis no momento do fechamento da barraca, já que podemos usá-las para das uma leve erguida em cada lateral a fim de recolher a sobra de lona que fica pra fora no fechamento. As presilhas metálicas também ganharam possibilidade de aplicação de cadeado. Além dessas mudanças, sentimos que o colchão estava mais alto e firme e a lona da barraca completamente “black-out”.

A BARRACA: Super cômoda, ótima relação de ventilação interna e totalmente “black-out” quando tudo fechado. Este quesito faz ela ser bem escura por dentro mesmo fechada só nos mosquiteiros, mas sendo uma barraca própria de pernoite, isto não fez tanta diferença para nós. O forro de tecido no teto dá uma sensação de isolamento de som e calor, mantendo um ambiente confortante.

ABERTURAS: São duas janelas (frontal e traseira) que possuem mosquiteiro permanente e fechamento com ziper de acesso interno. Apesar de não terem proteção beiral de chuva, pode ser aberta parcialmente e conta com o “chapéu” da barraca como fator de proteção. Ideal para vigia, ventilação e iluminação. As portas/janelas laterais contam com fechamento com ziper igualmente aos mosquiteiros e conta com as proteções de sol e chuva que ajudam muito no conforto interno. Em caso de chuvas mais fortes, as proteções laterais e frontal da varanda eliminam de vez qualquer chance de entrar água. São três elementos

EM USO: Fizemos os dois tipos de acampamento. Mais estabelecido com cinco dias direto sem sair do lugar e outros acampamentos de deslocamentos diários, apenas pernoitando na barraca que era aberta e fechada todo dia. Por fim, fizemos um último acampamento antes da publicação deste review em uma exposição de festival de montanhismo. De dia armávamos a barraca hard top na exposição e de noite nos deslocávamos para  uma área de camping para o pernoite. Como proposto pelo produto, a praticidade era enorme. Com exceção da exposição, guardávamos todos os acessórios dentro da barraca enquanto fechada (aliás é o que fazemos. Deixamos fogareiro, utensílios, sacos de dormir, ducha solar e outros equipamentos “morando na barraca”. Assim a qualquer necessidade ou mudança de planos, estaremos bem preparados para dormir em qualquer lugar.)

NA CHUVA: Passamos praticamente 4 dias de chuva sem parar no acampamento de carnaval. A barraca se comportou muito bem no quesito estanqueidade, mas  o espaço é reduzido para ficar “preso” durante dias. O que nos salvou foi o toldo lateral da Blue Camping que nos ofereceu cobertura na área externa, mas os fechamentos laterais dele fizeram muita falta. Uma boa experiência foi desmontá-la molhada, onde pouca área de lona úmida sobrou para ser recolhida na caixa de fibra da hard top. No dia seguinte à chegada abrimos a barraca para a sua secagem total e ficamos felizes em confirmar que a parte de dentro não ficou úmida e nem molhada.

ACESSÓRIOS: Junto da barraca acompanham as duas tiras elásticas que auxiliam no fechamento da barraca puxando as lonas laterais para dentro. Basta conectá-las nas pequenas alças feitas para este fim logo ao lado das portas de entrada. Também acompanha a rede superior que já pode ficar presa no teto para sempre e que auxilia na guarda de várias coisas. Lanterna, roupas, tranqueiras e até mesmo a toalha molhada do banho para secar. Por fim, um belo estojinho leva uma fita de LED acomodada em um suporte protetor com prendedores nas pontas que pode ser fixada dentro da barraca e fora dela. O kit acompanha extensão 12V, plug de isqueiro, módulo dimmer digital e ainda um adaptador de tomada 12V que pode ser plugada direto na bateria do carro, dispensando a ligação da ignição para liberação do isqueiro do carro.

NA ESTRADA: Na estrada a barraca se comportou muito bem. Não é possível afirmar que faz diferença de peso no carro, mas deve fazer. A aerodinâmica é ótima e não faz nenhum tipo de barulho, ruído ou mesmo sensação de resistência ao vento. Na verdade um ruído irritante nos primeiros dias após a instalação vinha do rack original da Mitsubishi que foi logo resolvido com alguns calços de borracha no local. Uma pergunta que todos nos fazem na estrada é sobre estanqueidade. Isto porque olhando com atenção na junção das “conchas” de fibra, é possível ver um pouco de tecido da barraca. Na verdade trata-se da pequena “saia” de rip-stop que é abaixada após a montagem da hard top e que faz a proteção da “cintura” contra a água. Apenas ali é possível ver um pouco de pó (chuva mesmo não passa), mas é exatamente a porção que é escondida e abaixada na hora da montagem. A barraca está completamente protegida pelas conchas de fibra quando recolhida. Em meses de uso transitando por estradas de asfalto e terra, nenhuma presilha se soltou com o auxílio das novas e adicionais presilhas plásticas.

FECHAMENTO/DESMONTAGEM: Apesar da proposta de fechamento ser muito simples, é preciso pegar o jeito. Se tiver duas pessoas, cada um puxando as alças de um lado, o processo fica mais fácil. Mas é totalmente possível recolher a Hard Top sozinho, tendo um trabalhinho a mais que não levará mais do que uns 4 minutos. Isto porque em uma pessoa só, terá que ser abaixada uma extremidade por vez e puxando uma só ela tente a se posicionar bem mais para trás da posição correta de repouso. Então devemos puxar a alça e empurrar a cobertura para a frente até alinhar com a concha inferior. Aí sim fixar a presilha para poder passar para a extremidade oposta. É possível que ao abaixar o outro lado, a fixação oposta se solte, o que se resolve com o auxílio de uma aranha elástica. Após abaixar por completo, certamente um pouco de tecido deverá ficar para fora nas duas laterais. Aí é hora de usar as presilhas plásticas para poder fixar uma lateral e levantar levemente a outra para ir “enfiando” o tecido para dentro.

FIXAÇÂO DO TOLDO LATERAL: Para ilustrar e também deixar claro o que faz ou não parte deste equipamento, instalamos junto da barraca Hard Top o nosso toldo lateral da Blue Camping. Apesar dele não acompanhar o produto, fizemos questão de adaptá-lo ao nosso bagageiro. Já que a Hard Top quando aberta não projeta nenhum abrigo para a lateral, o toldo nos garante um avanço a mais em acampamentos mais estruturados. Fixamos o toldo diretamente no rack do carro com auxílio de “L’s” metálicos. Não fixamos nada na barraca. Deste modo, além de podermos aumentar a área abrigada nos acampamentos, também podemos fazer uso do toldo independente de abrir ou não a barraca.

CONCLUSÃO: Ficamos satisfeitíssimos com o resultado da segunda versão da Hard Top. Pudemos testá-la debaixo de uma grande chuva, o que não foi nada agradável para quem tirou o carnaval para descansar na beira do mar, mas sendo possível tirar a prova de estanqueidade. A melhoria das laterais se transformando em toldos foi simplesmente categórica e positiva. As abas laterais funcionaram otimamente, assim como a frontal para que a água da chuva não entrasse. A ventilação ficou satisfatória e mesmo as janelas frontal e traseira, podiam ficas semi-abertas, já que o “chapéu” de fibra acaba protegendo dos pingos.

COMPARAÇÃO: Mesmo sendo dispensável neste review, muito nos é perguntado sobre “qual a melhor barraca de teto: Tradicional ou Hard Top. Nossa resposta é sempre curta: Depende do perfil do campista. A barraca tradicional, leva uns minutos a mais para montar e desmontar e possui mais área de lona “molhável”, além de ter que fazer uso da capa de lona que geralmente chega suja e gerando certo desconforto na manipulação. Porém ela proporciona um ambiente mais provido de abrigos, proteção e ambientação. Além da área coberta fora do carro que ela já forma na sua abertura, ainda pode receber o anexo formando uma sala ou dormitório totalmente protegido dos mosquitos e da chuva. Já a Hard Top é aconselhável para quem deseja parar, dormir e seguir viagem. O processo de abertura e fechamento é mais rápido, dispensa o uso e manuseio de capa de lona e ainda possui menor área de tecido molhado. Portanto, o melhor tipo de barraca de teto dependerá do estilo de acampamento que a pessoa terá e também do tempo que permanecerá acampado. No nosso caso (equipe MaCamp), fazemos uso também de barraca de chão e do trailer. Portanto a barraca de teto serve para pernoites rápidos e acampamentos menos estruturados, apesar de também o fazermos. Por isso preferimos a Hard Top, apesar de termos muitas saudades da nossa modelo Expedition.

MODELOS A VENDA: Há dois modelos a venda, sendo a que possuímos e palco deste review para 2 pessoas e também um modelo para 3 pessoas com 1,40m de largura.

CARACTERÍSTICAS: – Suportam até 300Kg; – Possuem um sistema de fácil encaixe e remoção da barraca com a concha, facilitando a sua remoção e limpeza; – Possuem corpo a prova d’água, anti-mofo e anti-bolor, com tratamento contra raios UV; – Altamente arejada. Barraca de 1,2M Dimensão Externa: Largura 1,25m x Comprimento 2,07m x Altura 0,29m Dimensão Interna: Largura: 1,21m x Comprimento 2,03m x Altura 0,98m Peso: 72kg Barraca de 1,4M Dimensão Externa: Largura 1,41m x Comprimento 2,07m x Altura 0,29m
Dimensão Interna: Largura: 1,37m x Comprimento 2,03m x Altura 0,98m Peso: 82kg Para aventuras rústicas, econômicas ou em locais retirados. Pode ser armada em campings e em qualquer terreno onde a escada puder ser apoiada firmemente. Qualquer carro é indicado para instalação adequada do modelo Expedition. Casco: Fibra de vidro reforçada, cor branca;
Tecido externo: Rip-Stop Canvas em Poli-algodão 280g/m², cor marrom; Tecido interno: Esponja e flanela; Escada: alumínio anti-derrapante – altura máxima de 2,0m; Para Acomodação: 1 Colção com capa removível e lavável 2 Bolsos laterais duplos 1 Rede aérea
2 Ganchos para pendurar 2 Janelas

PREÇO: Na ocasião deste review o produto era vendido por R$ 7.616,70 a vista na loja oficial da Blue Camping.

ONDE COMPRAR: Na loja OFICIAL da Blue Camping com entrega via transportadora ou retirada em Blumenau.

REVIEW – PRODUTO: Este equipamento foi enviado pela BLUE CAMPING  que confiou no know-how do MaCamp para testar seus produtos na seção de Reviews. Os Testes foram feitos nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here