Publicidade:  

Camping e Off Road. Estas são as paixões aliadas que temos na alma. Natureza e distância da civilização requerem equipamentos que possam nos tirar de possíveis enrascadas ou perrengues. Estes, jamais serão impedimento, mas sim parte das aventuras. Para quem adora entrar em estradas de terra, passar por rios e não quer que qualquer atoleiro seja o fim do percurso, nada mais prudente que ter uma cinta (ou fita) de reboque. A KING 4×4 fez questão de nos enviar o seu modelo para que pudéssemos testá-lo.

Mesmo que você viaje sempre sozinho, a cinta de reboque é equipamento obrigatório no porta-malas. Isto porque caso você fique atolado, certamente dependerá de outro veículo para ajudar. Porém imagine ter uma baita ajuda a disposição sem ter com que puxar seu carro? Nós já passamos por esta situação. Em 2016 na trilha da Figueira no Parque Nacional da Lagoa do Peixe, caímos em um lamaçal inundado. Com o diferencial colado no chão e sem ter como apoiar nenhum tipo de “macaco”, só nos restava esperar por um outro veículo que nos salvasse. Pra nossa sorte ele apareceu e tinha a sua cinta de reboque, porque nós estávamos ali totalmente desprevenidos…sozinhos na trilha.

4×4 mesmo? É comum acharmos que ter um 4×4 é tudo. Porém, para a maioria dos SUVs e caminhonetes 4×4 do mercado, basta que duas rodas estejam descoladas do piso para que o carro não se mova mais. Isto porque cada eixo possui seu diferencial. Isto significa que se (por exemplo) caso a roda esquerda dianteira e a direita traseira estiverem “no ar”, elas irão receber toda a tração dos eixos igual ao carro de passeio quando tem uma das rodas dianteiras no ar. Para que isto não aconteça o veículo 4×4 precisa possuir um dispositivo chamado “bloqueio de diferencial de eixo”, o que a maioria dos modelos vendidos não conta. Outras vezes, mesmo com este dispositivo, o carro pode não desatolar se estiver com o diferencial ou o assoalho colados no chão.

REVIEW: Fizemos dois tipos de testes com a cinta da KING 4×4. Um deles foi o uso mais comum, desatolando um motor home que caiu em um buraco dentro do camping tendo seu diferencial colado no chão e sem condições de sair sozinho. Em outro cenário utilizamos a cinta para arrastar alguns troncos de árvores em uma rua. Vamos a eles?

A cinta de reboque King 4×4 enviada foi a de 6m de comprimento para 10 toneladas. Ela possui duas pontas com laço reforçado e acompanha uma amarra com velcros para mantê-la guardada enrolada. Ao toque passa a confiança de ser parruda e resistente.

REBOCANDO UM VEÍCULO ATOLADO: Demorou um tempo para surgir uma oportunidade de testar a cinta. Não que esperássemos até um real atolamento, mesmo porque nos últimos tempos não temos tido tempo para passeios muito severos no quesito “offroad”. Porém em certo dia que antecedeu o carnaval um motorhome chegou no camping e ficou encalhado. Na vaga escolhida, mal sabia ele que havia uma tampa de sumidouro embaixo da terra. A roda traseira ficou enterrada no buraco, deixando o diferencial colado no chão. Até mesmo uma das rodas dianteiras ficou levantada sem chance nenhuma dele sair dali sem ajuda. Era a hora de testar a cinta da King 4×4. A Van possuía dois pontos de reboque na dianteira onde não tivemos problema em enganchar o laço da fita. Como eram dois pontos, passamos o meio da cinta no engate da Pajero sem grandes cuidados, já que o terreno estava todo plano.

Cinta esticada era hora de mandar ver na tração. Com a reduzida engatada e no 4×4, pedimos para o motorista do motorhome não acelerar. Assim testaríamos a cinta no maior esforço e também evitaria algum contratempo. Facinho facinho o motor home saiu do buraco ficando livre para achar uma vaga mais segura no Camping de Paraty. Não temos aparelhos para medir a força exercida na cinta, o que realmente não é o objetivo deste review inspirativo, porém pudemos sentir que a fita de reboque atende ao que se propõe.

ARRASTANDO TRONCOS DE ÁRVORES: Em uma real necessidade de livrar a frente de um imóvel de restos de uma árvore recém cortada, vimos a oportunidade de utilizar e cinta de reboque para remover alguns tocos de troncos que seriam impossíveis de serem retirados com a força de algumas poucas pessoas. Fazendo uso da forte tração reduzida do carro, a cinta pôde ser colocada à prova de uma maneira um pouco diferente da usual. Este método pode inclusive ser um ensaio para um obstáculo real em uma rodovia de asfalto ou caminho de terra. Não é totalmente incomum termos após tempestades, árvores caídas bloqueando o caminho. Com uma cinta de reboque e um veículo forte pode-se tentar removê-la ou afastá-la abrindo o caminho para o destino final. Neste cenário do teste não se tratava de uma árvore inteira, mas até que os pedaços de tronco eram bastante generosos.

CONCLUSÃO: Ficamos satisfeitos com o resultado dos dois pequenos testes e mais aliviados em saber que temos guardado no porta-malas uma boa cinta para reboque. Este certamente pode ser considerado um equipamento obrigatório para aventureiros. Nunca se sabe quando teremos um perrengue ou mesmo quando poderemos ajudar um colega a sair de uma enrascada.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Confeccionadas em fios de poliéster de altíssima resistência; Comprimento: 6 Metros; Resistência: 10 Toneladas; Largura: 60 mm; Camadas: Dupla Camada.

PREÇO/ONDE COMPRAR: Na ocasião deste review o modelo de 6m da cinta custava na LOJA OFICIAL R$ 154,99 + frete.

REVIEW – PRODUTO: Este equipamento foi enviado pela KING 4×4 que confiou no know-how do MaCamp para testar seus produtos na seção de Reviews. Testes foram feitos na cidade de Paraty-RJ e levados em deslocamentos entre RJ, SP, PR, SC e RS.

 

 

 

 

 

 

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here