Salvando um Turiscar 1977
Publicidade:
 

Confira a seguir o relato de nosso amigo campista Elton Souza dos Santos, que abriu mão das contas, cálculos e das comparações entre reformar um trailer muito estragado e comprar um em melhores condições, tudo pelo amor e respeito a um veículo que fora fabricado com todo empenho de uma empresa pioneira nacional cuja intenção seria exatamente o acolhimento e conforto dos campistas.

 

Marcos Pivari

TRAILER TURISCAR BRILHANTE SPORT 1977

Adquiri um Trailer Turiscar Brilhante Sport 1977 de uma família do interior do Estado do Paraná. O trailer estava abandonado há vários anos devido à morte do (ex) proprietário, um senhor idoso que vivia sozinho no trailer. Após sua morte, seus familiares, que não tinham qualquer interesse em campismo, resolveram deixar o trailer numa fazenda, sem qualquer proteção ou cuidado adequados. Virou local de brincadeira das crianças que, muitas vezes, deixavam-no aberto permitindo a entrada de animais e muita chuva. O número do chassi ficou bastante afetado pela ferrugem, de maneira que não houve outra alternativa a não ser remarcá-lo. Esta, sem dúvida, é a parte mais triste da história. Fiquei muito pensativo acerca desse assunto; não desejava remarcar o Chassi; pretendia arrumar uma maneira de não ter que remarcá-lo, mas não houve jeito mesmo. Resolvi entender que era melhor remarcá-lo e colocá-lo em pleno funcionamento a vê-lo abandonado se desmanchando num canto qualquer de uma fazenda. Assim sendo, abri um processo de remarcação do Chassi junto ao DETRAN-PR e tudo foi resolvido. Processo concluído, chassis remarcado, documentação legalizada e OK, era momento de trazê-lo para uma restauração total em SP. Escolhi a Itatiba Trailer, onde se encontra hoje sendo restaurado, com previsão de conclusão até o final de novembro próximo. Seguem algumas fotos do estado em que o adquiri. Tão logo seja concluída a restauração, eu enviarei mais fotos do serviço terminado. Aqui em casa não vemos a hora de chegarem as férias escolares pra colocá-lo na estrada e aproveitar bastante as viagens com a família. Se vale a pena restaurar ou reformar? Penso que sim. Eles foram fabricados para proporcionar alegrias e novas amizades aos seus proprietários; devem retornar às estradas, aos campings, aos lugares bonitos desse nosso Brasil. É o que, em breve, espero fazer. Abraços Elton.


CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here