Publicidade:
 

Quem viaja acampando sabe a dificuldade que temos para acessar a internet na estrada ou nos destinos distantes da civilização. Ao mesmo tempo em que cada dia buscamos locais mais afastados e naturais, o sinal de internet é realidade mais necessária. Não estamos falando de entretenimento ou conectividades dispensáveis, mas de comunicação e preocupação com as pessoas da família. A realidade de quem acampa hoje em dia se limita ao sinal de Wifi local (que quando existe geralmente é fraco) ou a internet móvel (celular). A internet Via Satélite que já é realidade na área rural há anos não é possível para um uso itinerante. Mas, de novo, Elon Musk trabalha no encontro de uma solução. Seu sistema Starlink e sua constelação de satélites busca também a solução especial para RVs em movimento.

REALIDADE ATUAL: É comum sofrermos nos campings com aquele Wifi lento e que só pega no restaurante ou recepção. Já com a internet 3G ou 4G a coisa pode ser ainda mais sofrida. Apesar de pegar em muitos locais, não oferece franquias suficientes para serviços de streaming. Em locais distantes das torres de celular, ainda há opção de amplificadores, porém com possibilidade de oscilação ou chance de mesmo assim não alcançar sinal.

INTERNET RURAL SATÉLITE: Mais conhecida pela empresa mais notável – A HughesNet – a internet via satélite utiliza uma antena grande e não permite que seja mudada de lugar sem a anuência do provedor. Ainda assim, tem altos índices de insatisfação e reclamações pela falta de qualidade e velocidade no sinal, além da franquia ser muito menor do que os planos de celular. Atualmente este tipo de modalidade não faz parte da realidade de quem viaja de trailer ou motor home.

STARLINK: O futuro sistema de internet via satélites de baixa órbita foi elaborado pelo mesmo Elon Musk que fundou a SpaceX e a Tesla. Diversos já estão lançados no espaço, mas diferente dos satélites geoestacionários, o sistema starlink precisará me mais área livre de “céu”, já que a fonte do sinal de internet se moverá com frequência. Porém, estando mais próximo da terra, a velocidade de navegação beirará os 200Mb/s e a baixa latência vista nos sistemas atuais também melhorarão exponencialmente. A previsão da empresa é de estar em operação em final de 2021.

RV’s: O maior desafio da implantação deste sistema para veículos é mesmo a tecnologia da antena que precisa possuir uma varredura constante e móvel no teto em uma velocidade grande, já que além do satélite no céu, o carro também estará em movimento livre. Além disso, ao desaparecer o satélite da vez, a antena precisará rapidamente encontrar o próximo. O desenvolvimento já está em curso e Musk já promete o sistema para muito breve.

3G, 4G e 5G: Infelizmente o sistema tradicional que utilizamos ainda perdurará por muito tempo para muitos. É que além do tempo que levará para a internet rápida via satélite se popularizar, o seu custo não será barato. Para os que sonham com a melhora da internet para quem viaja com a implantação do 5G se engana. É que a nova tecnologia que aumentará a velocidade e volume de dados de forma revolucionária também terá um alcance muito menor do que os tradicionais 3G e 4G. Para quem acampa em locais distantes, isto quer dizer que praticamente não haverá o 5G.

42.000 TORRES: Este é o número “torres” que a Stallink pretende disponibilizar em seu sistema futuro. Poderia ser um número pequeno se não estivéssemos falando de Satélites lançados a 500km de altura varrendo o globo terrestre. A “constelação”, como é chamado o conjunto destes satélites, fará a intercomunicação deles por luz de laser transformando a latência da comunicação terrestre em especiais 1ms. Agora é ficar ligado, aguardar e se preparar se for possível.

 

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here