Publicidade:
 

Neste vai e vem da pandemia, uma coisa é certa: O isolamento ainda é regra e muitas são as restrições dos destinos turísticos que envolvem principalmente taxas de ocupação. No mês de abril, quando houve um grande fechamento das cidades principalmente turísticas pelo alto índice de ocupação de UTI’s, resolvemos por em prática uma modalidade interessante de acampamento mais “selvagem” e isolado. Engatamos nosso trailer e fomos para um local onde só haveria a natureza é nós. Fazer uso das comodidades de um trailer ou motor home faz toda a diferença para se sentir em casa em qualquer lugar.

Nossa escolha foi por um sítio na subida da Serra da Bocaina em Paraty. Um local privado, seguro e com bastante natureza. Lá não há luz elétrica. Só água de nascente. O mínimo necessário para passarmos um ótimo final de semana isolado na natureza.

SEGURANÇA DO CARRO: Para se chegar em qualquer lugar levando o conforto do trailer também é substancial contar com um carro que o leve para qualquer local em segurança, confiabilidade e muita força. Quanto mais potente e equipado, mais longe você poderá ir. No caso de nosso final de semana o caminho foi de muita subida, trechos de terra e um acesso bem mais severo dentro do sítio. Os 340m de altitude em 5km foram vencidos com uma facilidade quase imperceptível com a Amarok V6. A potência de 258CV e o torque de quase 60Kgfm sobraram no caminho e foram primordiais na hora de manobrar dentro do sítio. Ali foram ladeiras de terra em curva, íngremes tanto para frente quanto à ré. Nessas horas o tração integral 4×4, controles eletrônicos anti deslizamento e a sua força bruta tornam o serviço não somente possível quanto divertido.

Ter uma casa com rodas pode significar muito mais do que o turismo que conhecemos. Além do conforto em todo o percurso e a liberdade de escolher o destino e a jornada, um trailer ou motor home significa a segurança de ter uma casa em qualquer momento de necessidade. Além disso, em plena pandemia e proibição de entrar em cidades turísticas, pudemos nos isolar em um local próximo, mas distante de tudo e em contato com o meio ambiente. Foram dias tranquilos. Churrasco, momentos em família, barulho da cachoeira e do vento batendo na mata. Momentos de descanso bastante necessários neste momento de pandemia e sem ninguém por perto. Naquele final de semana havia uma Lua Cheia que apareceu apenas uma noite devido às nuvens.

LUZ ELÉTRICA: Para alguns dias de estada a falta de eletricidade não é problema. Hoje em dia com os sistemas de ENERGIA SOLAR, mesmo que um veículo de recreação não conquiste uma autonomia plena, é possível garantir um reforço extra às baterias. Este inclusive é o elemento mais importante da autonomia do trailer – A bateria. É o que acontece com nosso trailer que acabou de ser equipado com duas placas solares e 340Ah de baterias estacionárias (review em breve). ÁGUA: O quesito água é uma questão mais sensível nos veículos de recreação, pois além de não haver tanto espaço disponível, cada litro de água significa um quilo a mais no carro. Em geral equipamentos possuem de 80L a 400L de capacidade de caixas d’água. Nosso trailer tem 200L, mas no Brasil é bem mais fácil conseguir água as vezes até mesmo de rios ou nascentes. O sítio que ficamos já tinha água encanada de nascente, permitindo um conforto extra no quesito hídrico: Água a vontade.

TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO PARA QUEM QUISER: Nós temos uma filosofia de “desligamento”. Porém a internet já se tornou algo muito mais necessário do que uma opção de entretenimento. Além disso foi um bom cenário para fazermos testes com alguns equipamentos de telefonia, internet rural e televisão aberta e fechada. Até isto já não é problema para quem deseja se isolar no “mato”. Para quem quiser saber mais, nossa seção de reviews possui diversos equipamentos para estes usos.

O RETORNO: A volta foi tranquila e na mesma segurança que a Amarok pode nos oferecer. Com muita descida, pudemos novamente fazer uso dos freios que sobram para a única caminhonete média da categoria que conta com discos ventilados nas 4 rodas. Além da paz, a natureza nos presenteou com suas flores do início do outono.

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here