Acampando...
 

Chegou a hora! Ajuste cedo do despertador ou contar as horas para o final do expediente. Esta é a vida de um campista. Não importa se é o primeiro ou o milésimo acampamento…. o próximo é sempre uma tremenda expectativa. Não se sinta mal por parecer uma criança pequena. Esta é apenas a sensação de quem ama uma prática tão adorável.

Cuidado na estrada e olho na bagagem. Ao chegar no camping verifique se todo o prometido e anunciado existe conforme pesquisado. Se houver disposição, peça para checar se o camping agrada antes de fazer a ficha. Pergunte se há regulamento escrito. A maioria dos campings cobram todas as diárias adiantadas e neste caso, por segurança, aconselhamos pagar com cheque ou acertar apenas uma diária dizendo que irá embora no dia seguinte. Se tudo estiver bem diga que resolveu ficar mais. Depois dê um giro a pé por todas as áreas acampáveis para escolher a melhor. Evite muita proximidade com banheiros e equipamentos de apoio, como lava-pratos, piscinas e cozinhas comunitárias. Apesar de parecer prático, o movimento e barulho ao redor de sua barraca será grande.

Busque suas sombras de acordo com a rota do sol. Avalie se quer mais sombra de manhã ou de tarde. A barraca esquenta e esfria rápido. Sol na barraca de manhã é para os que curtem acordar cedo. Monte sua barraca esticando bem o piso e depois todas as amarras com espeques e cordinhas. Isto é fundamental para um bom desempenho do equipamento. Por mais que pareça que as cordinhas são dispensáveis, instale-as. Mantenha o máximo possível as telas fechadas desde a montagem até o término. Os mosquitos adoram se instalar neste “corpo” novo no pedaço.

Depois da barraca montada é hora de entrar com os pertences. Acomode tudo com calma e organização. Enfie nos cantinhos o que não será usado, como bolsa da barraca, do colchão ou a mala…. Acomode suas roupas de modo que fiquem sempre organizadas e a mão igualmente um guarda-roupas. Guarde também os demais pertences e equipamentos deixando uma área livre na frente da porta.

Uma dica importante: Nunca use a barraca como varal. É comum depois do banho não ter onde estender a toalha e jogá-la por cima da barraca, mas são três coisas que causarão arrependimento: 1- Chuva ou simples orvalho encharcarão sua toalha; 2- Qualquer ventinho ou o próprio movimento dentro da barraca fará a toalha escorregar e ir ao chão; 3- A toalha “limpará” toda a poeira e terra da barraca.

Em caso de chuva, certifique-se de que o pano de dentro (dormitório) da barraca não esteja encostando no pano de fora (cobertura). A capilaridade poderá fazer com que a água entre. Tome cuidado para objetos não fazerem este contato…. é comum por exemplo com travesseiros e eles acabam encharcando.

Durante a acampada, quando se ausentar, passe um cadeado no ziper da barraca. É uma segurança simbólica que traz bastante confiança. Em locais com muitos animais, principalmente saguis, deixe sempre frutas e alimentos guardados dentro da barraca ou bem protegidos. Lembre-se também que a barraca fechada sob o sol ficará muito quente.

Fogo sempre longe da barraca. Da sua e de outrem. Uma pequena fagulha devasta o nylon em um piscar de olhos. Isto serve tanto para fogueiras quanto para fogareiros e churrasco.

No momento da desmontagem, comece tirando o sobreteto. depois retire as amarras e espeques e por último as varetas. Acomode tudo bem dobradinho sobre a barraca esticada no piso. depois dobre a barraca em apenas um sentido para que fique comprida, na largura dos gomos das varetas. Por último utilize o saco com as varetas de base para enrolar a barraca, expulsando o ar pelo lado oposto. Aproveite para ir passando o pano para limpar a medida que enrola. Com paciência e cuidado a barraca voltará para a mesma sacola que veio da loja. A PAIXÃO por acampar está também no manuseio e cuidado com o equipamento. Curta toda a experiência, pois a vontade de acampar de novo começará na hora de pegar a estrada de volta e não se sabe quando será a próxima vez.

Agora que está totalmente iniciado na prática, consulte nossa SEÇÃO DE CAMPISMO com muito mais informações aprofundadas sobre o tema.

Boas acampadas.

Marcos Pivari

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”