AL-KO 728×90

Aerodinâmica

HOME Fóruns Caravanismo Trailers Aerodinâmica

Este tópico contém respostas, possui 8 vozes e foi atualizado pela última vez por Matheus S Matheus S 4 anos, 9 meses atrás.

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 25 do total)
  • Autor
    Posts
  • #45457
    Matheus S
    Matheus S
    Participante

    Para não mudar o foco do Tópico em que o Capt.A330 relata sua Viagem Curitiba-Araçariguama do “Guanaco” abro este novo tópico para continuar o assunto sobre defletores de ar iniciado por ele. Depois de ler o relato do Capt.A330 fiquei curioso em saber se existe um software em que se consiga de forma simples simular o funcionamento de um defletor de ar para o conjunto carro+trailer. Pesquisando na Internet encontrei um vídeo onde um defletor é testado em um túnel de vento que mostra perfeitamente a eficiência dele, encontrei também dois vídeos de uma simulação, que parece que foram realizadas em um aplicativo do iPhone. http://www.youtube.com/watch?v=QmwkrQbTgNQ http://www.youtube.com/watch?v=karGqjCZOV8 http://www.youtube.com/watch?v=sweZltfD-no Derrepente muitos já conhecem estes vídeos, mas coloquei os links aqui para quem tiver curiosidade em ver. Depois de ver estes vídeos comecei a procurar um software em que fosse possivel fazer uma simulação semelhante a destas imagens:[attachment=299][attachment=300] O que encontrei foi um software chamado Flow Illustrator, ele é muito simples e possibilita poucos ajustes, fiz um desenho para representar o meu conjunto carro+trailer sendo um com defletor e outro sem para fazer a simulação, este foi o resultado: [attachment=301][attachment=302] Não fiquei muito satisfeito pois, na minha opinião a função seria com os testes poder definir a forma como o defletor seria mais eficiente, e nesse software isso não é possível. Alguém conhece alguma forma mais eficiente de fazer esta simulação?

    Apolo 728×90

    Matheus Silveira
    Turiscar Rubi 1991 - Rio Grande RS
    campistadosul.blogspot.com.br

    #47640
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Olá Matheus, obrigado pela referencia; de fato, não se encontra muito material ao respeito, embora no que você achou sobre o fluxo de ar no “YouTube”, pode perceber que um deflector como o que eu fiz, realmente direciona de maneira conveniente a corrente de ar, de tal modo que diminui o arrasto gerado sobre a parte frontal do Trailer. Claro que dispor de um túnel de vento seria o ideal, como feito no projeto e desenvolvimento de aeronaves, mas os custos são proibitivos; para o calculo de máxima performance, debe existir os cálculos correspondentes, ao final tudo e’ física aplicada, sobre a largura, grau de inclinação, comprimento, etc., para que o “wind deflector” seja plenamente aproveitado, mas penso que estes refinos aerodinâmicos sejam difícil de alcançar, e demandem muito estudo e testes para relativamente pouco ganho significativo. De qualquer modo, se for possível lograr melhoras com relativo pouco custo (este e’ meu intuito), será ótimo! Estão abertas os debates! Grande abraço, Matheus!

    #47641
    Matheus S
    Matheus S
    Participante

    Olá Capt. encontrei mais algumas animações daquele conjunto que postei as imagens, mas fica difícil definir o nível de eficiência nestas simulações, como você disse, o ideal seria o túnel de vento. http://www.dustinproductions.com/airflow/ Este link leva a uma página com vários outros links sendo que alguns deles levam as animações que me referi. Nesta página havia também relatos dizendo que embora não sejam tão percebidas nas animações, as melhoras aerodinâmicas são bem perceptíveis na prática, principalmente com relação ao aumento da estabilidade enquanto rebocam e a redução do arrasto gerado pelo deslocamento de ar de grandes veículos. Abraços.

    Matheus Silveira
    Turiscar Rubi 1991 - Rio Grande RS
    campistadosul.blogspot.com.br

    #47644

    leandrovaranda
    Participante

    Uma vez os mythbusters fizeram uma demonstração de aerodinamica usando um aquário, uma miniatura de caminhonete em escala, pequenos grãos e um motorzinho para criar o “túnel de vento” (na verdade túnel de água nesse caso). Era possível ver com clareza que a caminhonete com a tampa traseira fechada tinha um fluxo de ar semelhante a se estivesse com uma capota, enquanto que, com a tampa aberta, gerava um arrasto enorme. Se tiver alguém bom com miniaturas é uma solução mais viável.

    #47593
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Leandro O que vc está buscando é uma modelagem em CFD (usando elementos finitos). Já usei para outros fins como eficiencia energética. São softwares bem difíceis de operar e sem um curso específico, é difícil construir e interpretar os resultados. Além do que todos são em inglês. Tem este livro que pesquisei na epoca da faculdade de engenharia. Este livro é antigo e custa caro no Brasil, mas é muito bom. Não conheço ele em Português, apenas em Inglês.. Vehicle Stability Dean Karnopp http://books.google.com.br/books?id=DS0abTv6SjkC&dq=Vehicle+Stability&q=trailer&redir_esc=y#v=snippet&q=trailer&f=false Leia o Cap 5 na Pag 75. Apesar do google nao deixar ler todas as paginas, tem umas informações muito boas ali. Abaixo alguns artigos interessantes sobre a dinamica envolvendo trailers Os tags para pesquisar em inglês são Towing+Trailer+Drag+Force http://cpdlt.mae.ufl.edu/roy/sae00c99r.pdf http://delphi.com/pdf/techpapers/2008-01-1228.pdf http://www.marama.org/diesel/frieght/conferencecalls/9_27_06/MADCAeroOvw2.pdf http://www.solusinc.com/pdf/2003-01-3377.pdf se tiver paciencia para ler.. Sds Odair

    #47594
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Odair, muito bom o teu material de referencia! Gostei mesmo, da’ uma ótima base e compreensão da matéria em questão, em especial o penúltimo, da Solus, das pág. 6, 11 e 17, entre outras. Eu achei mesmo que meu aerofolio diminuiu o arrasto, e em especial, reduziu as oscilações do “Guanaquito” nas turbulências geradas por grandes veículos; talvez você não perceba tanto em função do Imperial ser mais pesado, e por tanto, mais firme nesse quesito. Gostei muito o Matheus e o Marcos ter abordado este tema junto comigo, Leandro e você, pois produz um desafio mental muito interessante, além de ser algo muito pratico e útil, e especialmente eu, me sinto feliz de ter abordado, de maneira teórica e pratica, um tema que pode ser bastante útil para a nossa comunidade de campistas. Grande abraço para todos e bom fim de semana.

    #47598

    Quando vejo um tópico iniciado pelo Matheus eu já entro com grandes expectativas, sempre tem alguma novidade tecnológica pra gente ver kekekekekekek

    #49090
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Pessoal, as fotos do “Wind deflector” já desmontado da camionete; agora, vai ficar guardado até a prox. viagem:demais:. Abraços!

    #49104
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    O meu ‘post” sobre o defletor aerodinâmico: Bem, sobre o “wind deflector”: é um projeto simples, que montei a partir de experiência aeronáutica, com conhecimentos gerais sobre aerodinâmica, e observação de diversos projetos similares, obtidos da internet, em especial de matérias de USA e UK (tem para vender nos sites de campismo desses e outros países), alem da observação de modelos na Argentina, onde são mais populares, em razão dos ventos fortes da Patagonia,e a ampla utilização dos Trailer, quando comparados conosco, em especial com carros menores. A utilização depende do tipo de rebocador, sendo os mais indicados os veículos de teto alongado, como as peruas, monovolumes, furgões, SUV, etc, e nas camionetas, as que tem cúpula ate o limite da carroceria, pois quanto mais perto o aerofólio do Trailer, melhor rendimento aerodinâmico terá. A ideia é simples, resulta em direcionar o fluxo de ar que “corre” sobre o teto, e desviar lo suavemente para cima do teto do Trailer, de maneira tal que o Trailer vai no “vácuo” do rebocador, reduzindo bastante o impacto do ar no Trailer, gerando menor arrasto aerodinâmico, em especial com fortes ventos de proa, e dissipa em parte as correntes de ar semi laterais produzidas pelas passagens de veículos de grande porte que geram turbulência no rebocado. A ter em conta, o aerofólio não debe ultrapassar a largura do teto, para não cometer uma infração penal, e a curvatura que acompanha o formato da cabine, caso esta seja ligeiramente arredondada, serve para direcionar o fluxo de ar em parte para as laterais do Trailer. O angulo debe ser exato para o modelo de carro e Trailer a ser rebocado, para não ser perdida a eficiência; como falei anteriormente, um angulo muito aberto, fara que o fluxo de ar se choque com a fronte de Trailer, e muito fechado, sera um freio aerodinâmico para o rebocador, e também para o Trailer, pois vai gerar turbulência na fronte do mesmo. A medição do angulo de incidência foi fácil; coloquei um taco de madeira no teto da camioneta, e outro exatamente igual no teto do”Guanaquito”,onde termina a curva da parte frontal, e coloquei entre os tacos, uma ripa bem reta, e logo a seguir, medi o angulo formado pelo taco do teto da camionete e a ripa, com um transferidor comum, desses escolares; simples, porem preciso. A seguir, falei com um senhor que faze portões, grades, divisórias metálicas, etc., que embora uma pessoa simples, é muito habilidosa, e que conheço já faz vários anos; o difícil foi ele entender o quê e para quê eu queria isso! Quando eu desenhei e ele viu, ficou muito feliz! Bem, eu fiz com 8 parafusos, em pares, um na frente do outro,e coloquei uma borracha entre a capota e o defletor, e arruelas de borracha, metal e porca do lado de dentro da capota; sobre a capota, eu não me preocupei muito se a força exercida pelo impacto do ar iria rasgar a fibra, pois fibra é barata de se arrumar; sobre o teto do carro, o ideal seria prender o aerofólio a um rack, para não danificar o mesmo. O interessante é que debe ser fácil de colocar e tirar (nos dias que coloquei o defletor antes da viagem, muita gente debe ter coçado de mim, pelo “ridículo” do “cara” que debe pensar que sua camioneta é um Formula 1!) Eu optei por fazer metálico, com chapa fina galvanizada e pintura preta fosca, para abaratar os custos (custo total, 130 R$), já que era (e é!) experimental, mas imagino que pode se fazer de fibra, para quem sabe trabalhar a mesma. Como um “plus”, o aerofólio ajuda a manter a parte superior da frente do Trailer mais limpa, em especial dos insetos que impactam e grudam nela. Eu experimentei o mesmo na estrada, primeiro sem o Trailer, até a vel. de 120 kms/h, para ver se não teria reações adversas, e se manteve firme; não recomendo exceder muito esta vel., para não forçar a base do aerofólio contra o teto. Jairo estava comigo indo até Itu, sem o “Guanaquito”, na Castelo Branco, a 120 kms/h, e ele também não percebeu nenhum comportamento diferente com a camioneta. Repito, é um artificio simples, não esperem o consumo cair 30% ou mais, nem deixar de ter um pendulo a 130 kms/h; porem, ele ajuda, e por pouco que seja, é um projeto “green”, pois reduze a emissão de carbono na medida que reduze o consumo de combustível. Bem, por enquanto é isso; espero ter sido útil, sei que meu projeto é simples, e qualquer colega pode melhorar, e muito, o mesmo, e acho muito bom o fato de tentar aprimorar cada vez mais, pois todos sairemos ganhando, a cada novo melhoramento de eficiência no aerofólio que alguém conseguir. Estou aberto as criticas, ideias, e principalmente, aos conselhos de como melhorar meu artificio; grande abraço a todos!

    #49107

    Irado o post. Tirou várias dúvidas que eu tinha desde que abriu este tópico… só fiquei na dúvida do seguinte…. vc falou que ficou “green” pq ficou ecológico ou falou isso pcausa de nosso amigo “Green” que costuma ter um escorpião no bolso? kkkkkkkkk afinal esta redução na bomba de combustíveis fez brilhar os olhos dele …hahahah

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

Vettura 728×90

PARTICIPE DO FORUM PELO FORMULÁRIO ABAIXO. SE NÃO FOR CADASTRADO, CADASTRE-SE CADASTRE-SE AQUI

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 25 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.