Diesel Comum ou S-10 ?

Visualizando 10 posts - 11 até 20 (de 57 do total)
  • Autor
    Posts
  • #51706
    Ronald Ataulo
    Participante

    Pivari, o meu carro esta com 110.000 kms, este é um item de revisão de um veículo próximo dos 100.000 kms. Lá na oficina o meu sócio esta sempre enviando coletores para banho químico.

    #51707

    Caramba…. e você poderia dizer quanto custaria um serviço desse para o seu carro?

    #51710
    euclidesneto
    Participante

    Na minha, eu fechei a Egr. Melhorou muito.

    #51715
    leandrovaranda
    Participante

    Mas ai perde o objetivo, que é poluir menos.

    #51811
    Carlo Pecca
    Participante

    Oi pessoal, na minha Band motor OM364 ano 90, tenho utilizado o diesel comum e colocado o aditivo da Bardahl “MaxDiesel” na quantia de 50ml para cada 45 litros de diesel. Fumaça menos e não tenho tido problema de perda de força. O S10 ou S50 só utilizei quando fui para a Bahia no ano passado, pois nos postos que passei só tinham esse tipo de combustível. Foi numa semana atípica. Tanto que na volta já tinha o comum. Outra coisa, troco óleo e filtros (comb. e motor) a cada 5000 Km, como recomendado no manual.

    #51822
    Davi
    Participante

    Olá amigos… Bom, vamos lá no meu pitaco também: Meu maior problema com as informações sobre diesel e combustíveis em geral, é que são dadas única e exclusivamente pela PETROBRAS. Se ela disse é verdade né?! – Pra mim não. Aliás tudo que vem do nosso governo (atual, passado, não interessa, desde da época de Dom João, o lugar onde vivemos é uma colônia de exploração) eu desconfio, pra mim é culpado até que se prove o contrário. Ela sempre disse que pode usar o S10 e que deve usar o aditivado, podium se possível (lógico, é o mais caro, então desconfio). Voltando ao diesel, meu problema maior não era nem quanto ao S10 x S500 mas sim em relação a aditivado x comum. Aditivo tem propriedades detergentes dispersantes etc, e a BI mecânica trabalha ferro com ferro, principalmente a rotativa, do tipo as BOSCH mais comuns. Quem já viu uma desmontada tem uma ligeira ideia do que é ferro com ferro, e como as molas exercendo uma força descomunal pressionando uma peça contra a outra para gerar a alta pressão, e qualquer deficiência de lubrificação gera desgaste na BI. Quem é aqui da região de São José dos Campos conhece a fama do bombista Luiz, da São Luiz Bombas Injetoras. Ele fala categoricamente: Camionete antiga que usa diesel S10 volta pra fazer a BI mais cedo. Camionete de BI mecânica deve usar Diesel COMUM S500. Camionetes eletrônicas (até 2012) podem usar S10 ou S500 qualquer um COMUM. E as 2012 em diante só pode usar S10, ele também recomenda que seja comum. Outro aspecto que eu levanto: Se o “tempo de queima” ou de ignição do S10 é diferente do S500, me reforça a tese de que não posso usar o S10, pois meu motor antigo foi projetado para o tempo de queima do S500. Pra Petrobrás, eu posso usar mesmo! Pago mais caro d S10 e ela não está nem aí se o meu motor ou Bi durarem menos. Num outro fórum (4×4, se não me engano) li um e-mail de um cara que entrou em contato com a MWM/International, ela respondeu que todos os motores são testados e homologados com Diesel Comum. Tenho um amigo campista que atualmente tem uma F250 MWM 6c, adquirida recentemente. Antes ele ficou 12 anos com uma Silverado com o motor igual, MWM 6c. E tem há décadas uma F1000 com MWM 226, se não me engano, com BI ‘de vareta’, que não é rotativa. Pra encurtar a história, nos 12 anos que teve a Silverado, já no final, perto de vender, ele levou a Silverado no bombista porque estava preocupado, viajando de trailer pra lugares longe, a noite, não queria ficar na mão. O bombista mediu, desmontou a BI e montou outra vez, não tinha nada para fazer, estava perfeita. O bombista falou: pode continuar rodando tranquilo! Eu perguntei pra esse amigo: que Diesel você usa? Como mantém? Ele respondeu: Uso só S500 Comum, nunca coloquei S10. Troco filtro de combustível no tempo recomendado, só uso original, abasteço em posto que tem caminhoneiro abastecendo… Na F1000, ele mandou fazer a BI 1 vez em mais de duas décadas, e puxando trailer, viajando, rodando bastante. Em compensação tenho um outro amigo que tem uma Hilux 2009, pasmem, com 500 mil km. E põe o diesel que tiver no posto… o que tiver vai. Só troca os filtros no tempo certinho, troca a bomba dágua a cada troca de correia, só. Porém ele só abastece na estrada. Quando ele está trabalhando está puxando uma carreta com uma máquina que juntando dá 2,8 ton. E quando está passeando tá puxando um 380, agora um Turiscar Rubi. Quando uso diesel S10 na camionete acho que ela puxa mais e fica até mais silenciosa. Mas desde essas experiências que ouvi e relatei pra vocês só uso s500 comum, e filtros originais mwm/international. O bombista também alertou que o pior vilão de BI é a água. Água, se entrar na BI cria uma película, repele o óleo e não há a lubrificação necessária. Então é bom ficar de olho, se não confia no diesel que colocou no posto, tirar o filtro e dar uma olhada, se tiver água você facilmente identifica. Ahhh, sobre o coletor da Hilux, o bombista disse que é comum apresentar isso acima dos 100mil km nas Hilux. Que é só descarbonizar. Muitos clientes chegam lá achando que é BI e é essa carbonização no coletor. Falou que também é comum nas Triton.

    #51831
    Capt.A330
    Participante

    Davi, buenas! Muito boa tua explanação sobre o S10, realmente gostei; tua exposição, junto com as de Odair e Ronald, dentre outros, ilustram e elucidam bem este tema. Quando nas minhas viagens pela Patagonia, sempre usei o EuroDiesel da YPF, e seus equivalentes de Shell e Esso, que são aprox. os equivalentes ao nosso S10; como todo Piloto, sou meticuloso quanto à manutenção (água no comb. na aviação já ocasionou muitos acidentes!) e faço questão de acompanhar as revisões obrigatórias da concessionaria enquanto na garantia de fabrica e depois, e antes de fechar a compra da Frontier, fui com o vendedor até a oficina, e falei com o gerente de manutenção da Nissan, que só compraria a Frontier se eu pudesse acompanhar as revisões, o que me foi permitido, claro (fazem de tudo para vender mesmo!) :desconfiado: , e pude comprovar que ao tirar o filtro de comb. nas revisões, o mesmo não tinha nem resíduos sólidos nem água, sendo esta, a grande vilã da pureza do comb., pois pode produzir ácido sulfúrico (H2SO4), altamente corrosivo para o motor, especialmente para as partes em contato com o diesel contaminado e queimado. Por isso, sempre que posso, abasteço nos mesmos postos, e em especial àqueles que tem a sua própria auditoria e controle de qualidade, que na Petrobras se chama “De olho no comb.”, na Shell “DNA da Shell”, e por aí vai, sempre identificado nos postos com banners, cartazes, placas, etc. A utilização de aditivos de qualidade comprovada como STP, Bardahl, Teccom10, etc., são muito interessantes e apropriados, visto a qualidade do nosso óleo diesel. Eu utilizo o Teccom10 para prevenir os depósitos de água, em especial os adventos da inclusão do biodiesel. Alguns “sites” que achei interessantes: http://www.metalsinter.com.br/metalsinter/suportetecnico/AguaemDiesel.pdf http://www.clubedodiesel.com.br/?p=624 http://www.meiofiltrante.com.br/materias_ver.asp?action=detalhe&id=794&revista=n57 http://www.relub.com.br/newsite/interna.asp?secao_id=92&secao_principal=83 Grande abraço! Dardo.

    #53722
    Edintruder
    Participante

    Vi que essa questão está sendo discutida há algum tempo, e pelas informações que li tem muitos equívocos que geram custos elevados para pessoas que seguirem cegamente as dicas de alguns foristas. Diesel S-10 tem menos enxofre e polui menos. Pode e deve ser usado em sistemas de injeção common rail ou bomba injetoras em linha, mas NUNCA deve ser usado em bombas injetoras rotativas. Entendam que o enxofre no diesel serve para lubrificar o sistema de injeção, que no caso de bomba rotativa é lubrificada pelo diesel. Dessa forma, diesel S-10 gera um desgaste acentuado na bomba injetora. Na prática, em cerca de 10 tanques de S-10 é o suficiente para condenar uma bomba injetora rotativa, e em 20 tanques é o suficiente para nem mesmo gerar pressão de injeção de diesel a ponto do motor morrer. A minha cumadre foi nas dicas dos frentistas e gastou 1800,00 na bomba da sua Frontier, um amigo meu na F1000 MWM X-10 teve um custo de 1400,00 de bomba condenada pelo uso do S-10, sem contar uma infinidade de conhecidos do fórum 4x4brasil que tiveram prejuízos com o uso do S-10 em bombas injetoras rotativas. Eu sempre usei diesel comum e por vezes misturo óleo de motor no diesel, e nunca mexi em bomba injetora nas minhas caminhonetes a diesel.

    #53742
    ricardo holland
    Participante

    Pessoal, bacana o que todos ponderaram, mas acho que as vantagens do S-10 são exclusivas de motores mais novos, no meu MH tenho uma mecânica MWM .X10, 150HP, 2004 e não noto nenhuma alteração com o abastecimento de ambos os combustíveis, acho que estes motores não eletrônicos não aproveitam os benefícios da tecnologia do novo combustível, e olha que no meu caso deveria ser mais evidente, visto que o Mh pesa 7200kg e faz de 4 a 4,4km/l.

    #53749
    Edintruder
    Participante

    A minha F1000 que pesa 2630kg faz 6,5 com o mesmo X-10. Uma vez viajei puxando a 140km/h fez 4,9km/l!!! É um baita motor mas gasta muito bem também! kkk A única vantagem do S-10 é redução de emissão de poluentes, fora isso, para os motores de BI rotativa é um veneno.

Visualizando 10 posts - 11 até 20 (de 57 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: